A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Doenças de hipersensibilidade: distúrbios causados pela resposta do sistema imune.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Doenças de hipersensibilidade: distúrbios causados pela resposta do sistema imune."— Transcrição da apresentação:

1 Doenças de hipersensibilidade: distúrbios causados pela resposta do sistema imune

2 Doenças de hipersensibilidade • Doenças causadas pela resposta do sistema imune: • Respostas não reguladas a Ag estranhos  lesão tecidual • granuloma na esquistossomose • reação alérgica a camarão • Respostas contra Ag próprios (autoimunidade)  doenças autoimunes • auto anticorpos no lúpus eritematoso sistêmico

3 Doenças de hipersensibilidade

4

5 Hipersensibilidade imediata, tipo I (alergia) • Participação de IgE, mastócitos, neutrófilos, eosinófilos e linfócitos T • As alergias atingem 20% da população • Atopia : tendência de um indivíduo de produzir IgE em resposta a alérgenos ambientais (ácaro, pólen, etc)

6 Teste de punctura

7 Poeira doméstica

8 Ácaros

9 Hipersensibilidade imediata 1- Produção de IgE

10 Produção de IgE • Indivíduos atópicos: exposição a alérgenos (alimentos, venenos de insetos, pêlos de animais, medicamentos)  resposta Th2  produção de IgE • Citocinas envolvidas na ativação da produção de IgE: IL-4 e IL-13

11 2- Ativação dos mastócitos e secreção dos mediadores

12 Ativação dos mastócitos e secreção dos mediadores • Sensibilização: 1 o contato com o alérgeno seguido de revestimento do mastócito com IgE alérgeno-específico • Indivíduos não atópicos: mastócitos recobertos com IgE de muitas especificidades • Basófilo também tem receptor para IgE

13 Ativação do mastócito

14 Resposta de fase tardia

15 • Ocorre de 6-24 h após contato com alérgeno (depende da produção de substâncias pelos mastócitos) • Leucócitos envolvidos: neutrófilos, eosinófilos, basófilos e linfócitos Th2 • Participação de citocinas (IL-4, IL-5, TNF) e quimiocinas

16 Síndromes clínicas UrticáriaEczema

17 Os brônquios na asma

18 TESTES PARA DIAGNÓSTICO DE ALERGIA • diagnóstico  história do paciente, variação dos sintomas (horário e local), uso de medicamentos e hábitos alimentares • dermatite de contato: exposição a plantas, perfumes

19 Testes cutâneos • Usos: definir alérgenos que devem ser evitados, planejamento da estratégia de tratamento, selecionar alérgenos para a imunoterapia • Teste de punctura ou prick test

20 Teste cutâneo • -: controle negativo • +: controle positivo (histamina) Extratos comerciais: • Dp: Dermatophagoides pteronissus • Bt: Blomia tropicalis Alérgenos recombinantes: • Derp2 e 3: Dermatophagoides pteronissus • Blo t5: Blomia tropicalis

21 Detecção de IgE total: • IgE total elevada é pouca específica para diagnóstico de alergia • níveis elevados de IgE em outras patologias (parasitoses, imunodeficiências, hanseníase)

22 Detecção de IgE alérgeno específica  usos: criança até 3 anos, pacientes com dermografismo, doenças cutâneas generalizadas, uso contínuo de medicação, reação importante ao alérgeno a ser testado, gravidez

23 Ela transformou sua sensibilidade de pele em arte Ela transformou sua sensibilidade de pele em arte A artista Ariana Page Russel transformou sua doença, o dermografismo – uma hipersensibilidade na pele – em arte, desenhando temporariamente em seu próprio corpo

24 Sistema ImunoCAP (Phadia) • Pesquisa de IgE alérgeno especifico no soro do paciente

25 Dessensibilização (hipossensibilização, vacina alergênica, imunoterapia) • Administração repetida de doses crescentes do alérgeno seguida de período de manutenção com dose máxima • Via mais usada: subcutânea • Benefício prolongado (até anos após término do tratamento) • Indicações: asma alérgica, rinite alérgica, hipersensibilidade a venenos de insetos (abelhas, vespas)

26 Mecanismo de ação •  de anticorpos bloqueadores contra o alérgeno (IgG1, IgG2 e IgA) •  IgE,  afinidade de IgE •  produção de IL-10 e TGF-  • favorecimento da produção de citocinas de Th1

27 Doenças causadas por Ac e complexos Ag-Ac (imunocomplexos)

28 Etiologia das doenças mediadas por Ac • Podem ser causadas por: 1- Auto anticorpos (ex.: Ac anti hemácias) ou por 2- Ac contra Ag estranhos: • febre reumática: Ac contra o Streptococcus reagem com componentes próprios • sequela de infecção por estreptococos, acometimento do coração, rins e articulações

29 Mecanismos da lesão tecidual e da doença mediada por anticorpos – os IC causam doença basicamente produzindo inflamação

30 Doença de Graves Produção de Ac contra o receptor de TSH na tireóide

31 Miastenia gravis Produção de Ac contra o receptor de acetilcolina nos músculos

32 Lúpus eritematoso sistêmico Doença mediada por auto anticorpos e por imunocomplexos

33 Doenças causadas pelos linfócitos T Mecanismo das doenças

34 Exemplos de doenças causadas por linfócitos T • Tuberculose: infecção difícil de erradicar, lesão no local da infecção (pulmões, intestino, sistema nervoso) • Infecção pelo HBV: a resposta do linfócito T citotóxico provoca lesão hepática

35 Mecanismos de lesão tecidual

36 Granuloma na esquistossomose

37 Doenças auto-imunes mediadas por linfócitos T Artrite reumatoide

38 Terapia das doenças mediadas por células T • Objetivo: reduzir a inflamação • Medicamentos: corticosteróides, antagonistas de citocinas (TNF, IL-1), agentes imunossupressores (ciclosporina)


Carregar ppt "Doenças de hipersensibilidade: distúrbios causados pela resposta do sistema imune."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google