A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."— Transcrição da apresentação:

1 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI Serviço de Alergia Cap Melanie Especialista em Alergia pela ASBAI Mestre pela UFRJ

2 Rinite alérgica: doença inflamatória da mucosa nasal mediada por anticorpos da classe IgE após exposição à alérgenos. Sintomas: prurido nasal, espirros, coriza, obstrução nasal e frequentemente lacrimejamento e prurido ocular Definição de rinite

3 É a doença alérgica mais comum em todas as faixas etárias, 80% dos casos ocorrendo até 20 anos. Prevalência e gravidade crescentes nas últimas décadas. Tem grande impacto socio econômico. Grande impacto na qualidade de vida. GERBER, 1995; DYKEWICZ, 1998; BOUSQUET, Epidemiologia

4 Classificação RINITE: Rinite alérgica X não-alérgica RINITE ALÉRGICA: Intermitente X persistente Leve X moderada-grave DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL: hipertrofia de adenóides, tumores e desvio de septo nasal. BOUSQUET, 2001.

5 Desencadeantes da alergia respiratória Ácaros (Dermatophagoides pteronyssinus/ Blomia tropicalis) Fungos (Alternaria sp, Cladosporum sp, Penicilium sp, Aspergillus fumigatus) Animais de pelo (Felis domesticus, Canis familiaris ) Baratas (Periplaneta americana e Blatella germanica) Pólens (Lolium sp)- Pouco frequente no Brasil

6 Outros desencadeantes Ar frio Odores fortes Tabaco Poluentes Emoções

7 Alergia

8 História Natural - MARCHA ATÓPICA PREVALÊNCIA DA INFÂNCIA À IDADE ADULTA

9 Rinite Alérgica Asma Sinusite Otite Polipose Infecções Respiratórias Respiração Bucal Alterações comportamento Apnéia do sono

10 Diagnóstico Anamnese (história pessoal e familiar de atopia, doenças associadas,medicamentos em uso, ambiente, ocupação) Exame Físico ( estigmas atópicos, hipertrofia de cornetos, deformidades de tórax) Outros exames (teste cutâneo ou IgE específica)

11 Teste cutâneo Prick test / resultado positivo- utilizar extratos padronizados

12 Objetivos do Tratamento Restabelecer a função do orgão Exacerbações Sintomas Qualidade de vida Inflamação

13 Tratamento Controle do ambiente Educação do paciente Farmacoterapia Imunoterapia

14 Tratamento da rinite alérgica (ARIA) Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma Leve intermitente leve persistente moderada grave intermitente moderada grave persistente Controle ambiental imunoterapia descongestionante intra-nasal (<10 dias) ou oral cromona intra-nasal esteróide intra-nasal Anti-H1 não sedante oral ou local

15 Educação do paciente Informações sobre a doença Atitudes preventivas Plano de ação em caso de crise

16 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI Tel: e


Carregar ppt "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google