A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dermatite Atópica na Criança. Dr.Fabrício Prado Monteiro HRAS – Pronto Socorro Infantil Jan. /11 www.paulomargotto.com.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dermatite Atópica na Criança. Dr.Fabrício Prado Monteiro HRAS – Pronto Socorro Infantil Jan. /11 www.paulomargotto.com.br."— Transcrição da apresentação:

1 Dermatite Atópica na Criança. Dr.Fabrício Prado Monteiro HRAS – Pronto Socorro Infantil Jan. /11

2 Temas História / Conceito; Epidemiologia; Fisiopatologia; Anamnese e Exame Físico; Diagnóstico e Diagnóstico Diferencial; Manejo e tratamento.

3 HISTÓRIA Em 1933, Wise e Sulzberger, sugeriram que as alterações cutâneas na época descritas como neurodermites, teriam melhor denominação se chamadas de dermatite atópica: This is probably best called atopic dermatitis. No livro V das Epidemias de Hipócrates, observa-se a descrição de um paciente acometido por uma doença cutânea passível do diagnóstico de dermatite atópica: Em Atenas, um homem era acometido por um prurido que acometia todo seu corpo (...).A afecção tinha bastante intensidade e a pele era engrossada por todo o corpo (...). Ele se mantinha na Ilha de Melos, onde os banhos quentes lhe melhoravam o prurido e o espessamento da pele (...).

4 CONCEITO Segundo uma visão atual, a atopia seria predisposição hereditária do sistema imune a privilegiar reações de hipersensibilidade mediada por IgE, em resposta a antígenos comuns na alimentação, no ambiente intra e extradomiciliar, conceito esse situando a dermatite atópica como uma das manifestações das doenças da tríade atópica (dermatite atópica, asma e rinite alérgica). Doença inflamatória crônica e recorrente da pele, pruriginosa e de etiologia multifatorial.

5 EPIDEMIOLOGIA Grande impacto na qualidade de vida do paciente e dos pais; Grande impacto sócio-econômico; 90% ocorre antes dos 5 anos de idade; Fase inicial da marcha atópica; Acomete 15-20% da população geral; Aumento de prevalência nos últimos 30 anos; 1% das consultas pediátricas ambulatoriais.

6 EPIDEMIOLOGIA Tem duração variável, sendo que no início da idade escolar e adolescência, ocorre uma diminuição ou desaparecimento dos sintomas em 60% dos casos; Associação com outras formas de atopia: –DA + alergias respiratórias: (69,7%) DA + rinite: 34,7% DA + asma: 9,5% DA + asma + rinite: 25,5%. *Estudo de Y-K Tay (2002)- Consenso Latino Americano de Dermatite Atópica.

7 ETIOLOGIA Predisposição genética: 1 genitor com atopia: 60% 2 genitores atópicos: 80% Genitores não atópicos: 19%; Genes dos cromossomos associados a DA: 11: FceRI (receptor de alta afinidade para IgE) 5: citocinas Th2 (IL3,IL4,IL5,IL13,GSM-Gs) 3: moléculas co-estimulatórias de linf.T (CD80/CD86) 14: quimase dos mastócitos.

8 FATORES DESENCADEANTES JACI 2006; 118:

9 FATORES DESENCADEANTES

10 FISIOPATOLOGIA

11 AUTO-ANTÍGENOS Descritos autoanticorpos IgE para 5 proteínas epidérmicas humanas: Hom s1: autoantígeno: proteína citoplasmática de queratinócitos humanos Hom 2: persistência de sintomas, próprio epitélio induz a reações de hipersensibilidade imediata IgE contra auto-antígenos na pele. Alguns são forte indutores de resposta Th1

12 AUTO-ANTÍGENOS Lesão tecidual (infecção, coceira) liberação de antígenos intracelulares perpetuação da inflamação (resposta cel. T e IgE)

13 ANAMNESE E EXAME FÍSICO Critérios de Hanifin e Radjka: Maiores: 1.História pessoal e familiar de atopia 2.Prurido 3.Envolvimento de face e regiões extensoras em lactentes e crianças 4.Liquenificação de flexuras em adultos 5.Dermatite crônica e recidivante

14

15 ANAMNESE E EXAME FÍSICO Critérios menores de Hanifin e Radjka –xerose –infecção cutânea –Dermatite palmoplantar –IgE sérica aumentada –Teste cutâneo positivo –Início Precoce –Eczema de mamilo –Conjuntivite Recorrente –Prega Dennie Morgan –Prega anterior no pescoço

16 ANAMNESE E EXAME FÍSICO Critérios menores de Hanifin e Radjka –Prurigo ao suar –Intolerânica a alimentos –Ictiose –Ceratose pilar –Ptiríase alba –Eczema numular –Dermografismo branco –Catarata subcapsular anterior –Ceratocone –Órbita opaca –Queilite

17 DIAGNÓSTICO

18 DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

19 MANEJO & TRATAMENTO Melhora dos sintomas; Prevenir recorrências; Prevenir exarcebações; Educação do paciente e familiares!

20 MANEJO & TRATAMENTO JACI 2006; 118:

21 MANEJO & TRATAMENTO Prim Care Clin Office Pract 35(2008)

22 MANEJO & TRATAMENTO

23 TRATAMENTOS EXPERIMENTAIS Antagonistas dos Leucotrienos (SINGULAIR); Chinese Herbs; Próbioticos; Óleos de Prímula. Anti-IgE.

24 TRATAMENTO Wet Wraps Objetivos de diminuir o prurido e inflamação; Aumenta a penetração do corticóide tópico; Melhora relatada de até uma semana de diferença em relação ao tratamento habitual; Indicação de exarcebações agudas em áreas resistentes;

25 RECORDAR NA DERMATITE ATÓPICA


Carregar ppt "Dermatite Atópica na Criança. Dr.Fabrício Prado Monteiro HRAS – Pronto Socorro Infantil Jan. /11 www.paulomargotto.com.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google