A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIGAÇÃO COVALENTE.  G. N. Lewis – 1916  Teoria dos octetos (compartilhamento de elétrons)  Nível de valência – s 2 p 6 (semelhante aos gases nobres)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIGAÇÃO COVALENTE.  G. N. Lewis – 1916  Teoria dos octetos (compartilhamento de elétrons)  Nível de valência – s 2 p 6 (semelhante aos gases nobres)"— Transcrição da apresentação:

1 LIGAÇÃO COVALENTE

2  G. N. Lewis – 1916  Teoria dos octetos (compartilhamento de elétrons)  Nível de valência – s 2 p 6 (semelhante aos gases nobres)  H – H  1 s 2 (He)

3 Estruturas de Lewis pares de elétrons ligantes pares de elétrons não ligantes :

4 Estruturas de Lewis 1 – Escolher o átomo central (C, N, P, S); 2 – Determinar o número total de elétrons de valência; 3 – Formar ligações covalentes simples entre cada par de átomos; 4 – Colocar os elétrons restantes nos átomos terminais (exceto para H); 5 – Átomo central com menos de 8 elétrons  ligações múltiplas (C, N, O, S) (C, N, O, S) C = 4 elétrons C = 4 elétrons O = 6 (x2) = 12 elétrons C = 4 elétrons C = 4 elétrons O = 6 (x2) = 12 elétrons. C OO.... C OO.... C O O

5 Exceções à Teoria dos Octetos Átomo central com menos de 8 elétrons na camada de valência (CV) Átomo central com mais de 8 elétrons na CV  expansão da CV a partir de elementos do 3º período Radicais livres  compostos com números impares de elétrons Em algumas moléculas determinados átomos não seguem a regra do octeto

6 Ressonância A energia do híbrido de ressonância é menor do que a de qualquer das estruturas isoladas

7 OL  relacionada ao número de pares de elétrons compartilhados Exemplos: O.L. = 1  Br-Br H-Cl H-O-HCH 4 O.L. = 2  O=C=O H 2 C=CH 2 O.L. = 3  NN :CO: HCCH Ordem de Ligação Fracionária  Estruturas Ressonantes O 3 (1,5) CO 3 2- (1,33)C 6 H 6 (1,5) O 3 (1,5) CO 3 2- (1,33)C 6 H 6 (1,5) Ligações Múltiplas – Ordem de Ligação (OL)

8 Comprimento da Ligação Comprimento da ligação C – X (X = C, N, O, F, Cl, Br, I) C N O F Cl 176 Br 191 I 210 valores médios em pm ( m)

9 Ordem da Ligação Evidente (pm) O.L. = 1C-C = 154> C-N = 147 > C-O = 143 O.L. = 2C=C = 134> C=N = 127 > C=O = 122 O.L. = 3C  C = 121> C  N = 115 > C  O = 113 Comprimento da Ligação 139 pm: 154 pm (C – C) 134 pm (C = C) OL= 1,5 OL= 1, pm: 143 pm (C – O) 122 pm (C = O)

10 Energia da Ligação Entalpia de Dissociação de Ligação (D)  refere-se à energia necessária para quebrar uma ligação covalente D da molécuxla Cl-Cl é dada pelo H da reação: Cl 2(g)  2Cl (g) H = 242 kJ Quando mais de uma ligação é quebrada: CH 4(g)  C (g) + 4H (g) H = 1664 kJ D será uma fração do H para a reação de atomização: D(C-H) = ¼ H = ¼(1664 kJ) = 416 kJ

11


Carregar ppt "LIGAÇÃO COVALENTE.  G. N. Lewis – 1916  Teoria dos octetos (compartilhamento de elétrons)  Nível de valência – s 2 p 6 (semelhante aos gases nobres)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google