A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Descritivo do Funcionamento Típico do Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Descritivo do Funcionamento Típico do Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras."— Transcrição da apresentação:

1 Descritivo do Funcionamento Típico do Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras

2 Baseado no Ciclo PDCA aplicado ao Gerenciamento de Obras

3 O Ciclo PDCA no Gerenciamento de Obras: Fase Plan Consolida Cronograma Mestre em MS Project com Projetistas/ Executores Salva linha de base no Cronograma Mestre Emite Agenda PROVISÓRIA com atividades a serem executadas num período futuro (curto prazo) EAG Proj/ Executor EAG Supervisão Direta do Gerente de Obras Participação do Setor de Suprimentos no Planejamento das Aquisições EAG = Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras

4 O Ciclo PDCA no Gerenciamento de Obras: Fase Do Executor Supervisão Direta do Gerente de Obras Acompanhamento/ Fiscalização pelo Gerenciador Valida Agenda PROVISÓRIA, transformando-a em DEFINITIVA para o curto prazo Executa a Obra, seguindo as tarefas da Agenda DEFINITIVA de curto prazo Preenche Agenda Definitiva com atividades executadas e/ou replanejadas Executor

5 O Ciclo PDCA no Gerenciamento de Obras: Fase Check Digita informações da Agenda Definitiva no Cronograma Mestre em MS Project Gera Relatórios de Desempenho da Obra Divulga Cronograma Mestre atualizado EAG Supervisão Direta do Gerente de Obras Procedimentos de Controle de Mudanças EAG

6 O Ciclo PDCA no Gerenciamento de Obras: Fase Act Analisa Relatórios e propões ações corretivas e/ ou preventivas Simula ações corretivas e/ ou preventivas no Cronograma e implementa as aprovadas Início de um Novo Ciclo de Monitoramento e Controle Proj/ Executor Supervisão Direta do Gerente de Obras EAG

7 Vantagens da Implementação do Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras - EAG

8 Vantagens do Escritório de Projetos • Libera horas do(s) gerente(s) do(s) empreendimento(s) de atividades rotineiras de coleta, registro e distribuição de informações, para que possam, de fato, se dedicar ao gerenciamento em si. O EAG realiza as atividades mais rotineiras, permitindo que os gerentes apresentem mais resultados; • Identifica desvios entre previsto e realizado, liberando estas informações ao gerente do projeto, que pode assim mapear, com antecedência, possíveis problemas que possam ocorrer no decorrer da execução; • Ao manter um histórico confiável dos trabalhos, permite identificar riscos que tenham ocorrido, bem como as contramedidas tomadas, de modo a sintetizar estas ocorrências em novos procedimentos que permitam melhor gerenciar estes Riscos;

9 • Disponibiliza banco de dados (histórico) do desenvolvimento dos empreendimentos passados e em andamento, permitindo inferências para novos trabalhos; • Permite continuidade no acompanhamento financeiro e contratual dos projetos, com a programação das atividades financeiras e dos eventos contratuais e seu controle efetivo; • Elabora relatórios gerenciais diversos (que antes eram de responsabilidade do gerente) com o adequado nível de detalhe, tais como relatórios de análise de folgas, relatório mensal de progresso, etc; Vantagens do Escritório de Projetos

10 Proibida A Reprodução, Distribuição e Comercialização • Evidencia as tendências de conclusão do projeto, para um horizonte de curto, médio e longo prazo, para todos os projetos em andamento; • Permite um desenvolvimento acelerado das pessoas envolvidas, pois potencializa suas habilidades, ao se apoiar em uma metodologia de uso comum; • Ao melhorar o desempenho da equipe, reduz o retrabalho; Vantagens do Escritório de Projetos

11 ANEXOS Exemplos dos relatórios citados nos slides do Ciclo do PDCA vistos anteriormente.

12 Cronograma Mestre Consolidado em MS Project Componentes do Cronograma Mestre - Prazo Consolidado: 1.Estrutura de Decomposição das Tarefas 2.Detalhamento das Tarefas 3.Duração estimada de cada Tarefa 4.Sequenciamento das atividades (predecessoras e sucessoras) 6 Componentes do Cronograma Mestre –Recursos e Custos Incremental: 5. Custo estimado planejado das atividades do Cronograma 6.Recursos (Pessoas, equipamentos e material) alocados a cada tarefa

13 Cronograma Mestre com Linha de Base Salva = compromissos quanto ao cumprimento de prazos Linha de Base

14 Agenda Provisória = Atividades que devem ser cumpridas no curto prazo Agenda Provisória é um relatório gerado para um intervalo de datas específico que mostra tarefas de toda a equipe ou de um recurso determinado. Intervalo de Datas Filtro por Recursos

15 Validação da Agenda Provisória = Consenso quanto as atividades que serão executadas: é a Agenda Definitiva 1.O EAG deve implementar Planejamento de Atividades de Curto Prazo consensado com o Executor, a partir do Cronograma Mestre. 2. O EAG deve também formalizar Procedimentos de Controle de Mudanças.

16 EXECUÇÃO Fundações Execução da infraestrutura Infraestrutura pronta Prédio pronto Gerenciamento do Trabalho Gerenciamento Técnico Execução da Obra conforme atividades da Agenda Definitiva

17 Preenchimento da Agenda Definitiva Agenda é preenchida com as datas de início e término efetivos (real) ou com início e percentuais realizados. No caso de atividades não iniciadas e/ou não concluídas informa-se também datas de início e/ ou término reprogramados.

18 Informações digitadas no Cronograma em MS Project As anotações feitas à mão, vistas no slide anterior, são agora digitadas pelo EAG no Cronograma Mestre.

19 Relatórios de Desempenho: Gerados no MS Project e no Excel Relatórios Semafóricos Gráfico de tendência Índice de cumprimento da Agenda = Num de Atividades realizadas no Período Num. de Atividades Prometidas Clique no link para acessar Lista com sugestões de outros Relatórios de DesempenhoRelatórios de Desempenho

20 Divulgação do Cronograma INFORMAÇOES FORMA EMISSAO PERIODICIDA -DE DE ENVIO FORMA ENTREGA ATRIBUIÇOES SAWCICACCJSY Pauta Reunião de Progresso do Projeto Documento Word Semanal ERR Relatório do Realizado de Homens-Hora Rel. do Sistema QuinzenalNo diretórioER Relatório de Custos Realizados Relatório do Sistema QuinzenalNo diretórioERTR Relatório de não conformidades Documento Word Cada entregaImpressoETR Relatório de Andamento Rel. do Sistema DiáriaImpressoE REUNIÃO DE PROGRESSO DO PROJETO PresencialSemanalAta e AçõesERT E = Emite R = Recebe T= Toma conhecimento EXEMPLO DE PLANO DE COMUNICAÇÃO Disponibiliza na Rede de Computadores Comunica envolvidos

21 Gerenciamento do Trabalho Análise de Relatórios e Proposição de Ações Corretivas/ Preventivas Lista de possíveis ações corretivas e/ ou preventivas

22 Gerenciamento do Trabalho Simulação de Ações Corretivas e/ou Preventivas no Cronograma em MS Project EAG implementa no Cronograma em MS Project as Ações Corretivas e/ou Preventivas escolhidas

23 Lista de Relatórios de Desempenho • Relatório Semafórico para análise de desvios entre previsto e realizado, comparando vários ciclos de atualização (Análise de Tendência); • Relatório de Atividades Críticas (Margem de Atraso igual ou menor a 0 dia, por exemplo); • Relatório de Atividades Semi Críticas (Margem de Atraso entre 1 e 5 dias, por exemplo); • Relatório de Atividades Não Atualizadas; • Relatório de Atividades Inseridas/ Modificadas no Cronograma; • Relatório de Índice de Cumprimento das Atividades previstas na Agenda de Curto Prazo; • Relatório de Pendências de Atualização de Atividades; • Curvas S de Previsto e Realizado; • Relatórios de Valor Agregado.


Carregar ppt "Descritivo do Funcionamento Típico do Escritório de Apoio ao Gerenciamento de Obras."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google