A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Caso de Phineas Gage Phineas Gage foi um trabalhador norte-americano dos caminhos-de-ferro no século XIX que viveu em Cavendish, Vermont. Um dos seus.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Caso de Phineas Gage Phineas Gage foi um trabalhador norte-americano dos caminhos-de-ferro no século XIX que viveu em Cavendish, Vermont. Um dos seus."— Transcrição da apresentação:

1 O Caso de Phineas Gage Phineas Gage foi um trabalhador norte-americano dos caminhos-de-ferro no século XIX que viveu em Cavendish, Vermont. Um dos seus trabalhos consistia em colocar cargas explosivas em grandes blocos de rocha de forma a fragmentá-los. Numa dessas circunstâncias, a detonação ocorreu antes do que estava previsto, tendo como resultado a perfuração do seu crânio pelo bastão de ferro que tinha sido construído especialmente para ele. O bastão entrou pela face esquerda de Gage, trespassa a base do crânio, atravessa a parte anterior do lobo frontal do seu cérebro e sai a alta velocidade pelo topo da cabeça, aterrando no chão a mais de 30 metros de distância. Frontal

2 Notavelmente, Gage nunca perdeu a consciência, ou retomou-a rapidamente (actualmente, ainda há algum debate e controvérsia sobre este assunto), praticamente não sofreu qualquer dor, e estava desperto e alerta quando foi socorrido por um médico 45 minutos após o acidente. Tinha pulsação e visão normal, e depois de um breve período de descanso, voltou a trabalhar ao fim de alguns dias. Contudo, não ficou totalmente ileso deste acidente. Descubra mais acerca de Phineas Gage em: Frontal

3 Alterações comportamentais •Novos traços de personalidade: «Gage já não era Gage», o seu corpo pode estar vivo, mas um novo espírito anima-o. •Dissociação do carácter relativamente à cognição (as capacidades intelectuais, como a atenção, percepção, memória, linguagem e inteligência permaneceram incólumes) •Incapacidade de planear o futuro como ser social •Incapacidade de fazer escolhas acertadas •Incapacidade de seguir princípios éticos •Incapacidade de assumir responsabilidade perante si próprio e as outras pessoas •Deixou de mostrar qualquer respeito pelas convenções sociais

4 Implicações do estudo deste caso •António Damásio deduziu algumas questões do caso de Phineas Gage: •Os danos cerebrais afetaram a região do córtex pré-frontal e em particular a faculdade emotiva •Será possível existir um centro moral no cérebro pré-frontal que está associado às emoções? •Uma razão desligada das emoções torna-se ineficaz: como é que as emoções estão ligadas à capacidade de planear o futuro? •Qual o papel das emoções no processo de deliberação ou de decisão? •De que modo é que um défice emocional pode afetar a personalidade e as relações sociais?

5 Solução hipotética de António Damásio •As nossas experiências de decisão são reguladas por marcas emocionais gravadas previamente na nossa memória •Existem sinais automáticos que nos dizem o que é agradável ou desagradável e ajudam a agilizar o processo de decisão •Esses sinais de alarme chamam-se «marcadores somáticos» •Gage deixou de ser Gage a partir do momento em que a lesão cerebral cortou o acesso aos «marcadores somáticos»


Carregar ppt "O Caso de Phineas Gage Phineas Gage foi um trabalhador norte-americano dos caminhos-de-ferro no século XIX que viveu em Cavendish, Vermont. Um dos seus."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google