A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Diretoria de Ensino da região de São João.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Diretoria de Ensino da região de São João."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Diretoria de Ensino da região de São João da Boa Vista Núcleo Pedagógico / Supervisão de Ensino 1

2 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 2 Programa de Implementação de Projetos Descentralizados nas Unidades Escolares de Ensino Fundamental e Médio.

3 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 3

4 4

5 5

6 1.1.4 Caracterização dos projetos 6 Os projetos a serem elaborados devem ser caracterizados pelas seguintes opções: -Apoio ao desenvolvimento do currículo; -Defasagem na aprendizagem – uso das práticas pedagógicas; -Implementação de ações pedagógicas referentes à -Sala de leitura; -Educação Especial; - ETIs; -Escolas indígenas; - CEL; - Disciplinas eletivas das escolas de ensino médio em período integral; -Memória escolar.

7 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Estrutura dos projetos 7 -Justificativa É o item do projeto que responde à questão por quê? Consiste numa explanação sucinta, porém objetiva, das razões de ordem prática ou teórica que são importantes na realização de um projeto.

8 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Estrutura dos projetos 8 -Objetivos É o item do projeto que responde à questão para quê e para quem? Relaciona-se a uma visão global e abrangente do projeto. Os objetivos devem: Oportunizar o enriquecimento e aprofundamento dos conteúdos escolares. Estar claros e coerentes com as justificativas. Assegurar o envolvimento de toda a comunidade escolar.

9 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Estrutura dos projetos 9 -Metas É o estabelecimento do número de alunos ou porcentagem de alunos que serão atendidos pelo projeto.

10 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Estrutura dos projetos 10 -Procedimentos É o item do projeto que responde à questão como? e com quem? Consiste em descrever a maneira pela qual os assuntos serão tratados no projeto e também de que maneira o projeto será realizado.

11 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 11

12 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 12

13 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 13

14 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 14

15 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 15

16 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 16

17 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 17 Solicitação de Recursos Financeiros

18 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1. Considerações Iniciais – Levantamento de materiais e/ou serviços a serem solicitados.  Considerando-se a quantidade de alunos participantes, listar os materiais e/ou serviços a serem solicitados.  Estabelecer uma quantidade ideal para cada item de material de consumo.  A pesquisa de preços deverá ser efetuada em três empresas distintas, optando-se sempre por aquela que oferecer o menor valor no item pesquisado.

19 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1. Considerações Iniciais 19 É vedada:  A solicitação de material permanente e objetos ou serviços, que se constituem como material de distribuição gratuita.  A aquisição de materiais pela Diretoria de Ensino, para as Unidades Escolares.

20 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 2. Critérios para avaliação dos custos de materiais e/ou serviços 20 Na análise dos recursos financeiros serão considerados:  adequação dos materiais solicitados de acordo com a execução do projeto e com o número de participantes;  orçamento do projeto compatível ao limite estabelecido pelo PRODESC;  relação custo benefício.

21 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 3. Critérios para solicitação de recursos financeiros. 21 Na aprovação dos recursos financeiros solicitados serão considerados:  o limite do repasse financeiro para os múltiplos projetos, aprovados por Unidade Escolar ou Diretoria de Ensino é de R$ 8.000,00 (oito mil reais);  o limite máximo estabelecido, por projeto para as Unidades Escolares é de R$ 4.000,00 (quatro mil reais);  O VALOR MÍNIMO DE UM PROJETO PASSA A SER DE R$ 600,00 (SEISCENTOS REAIS)

22 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 3. Critérios para solicitação de recursos financeiros. 22 Na aprovação dos recursos financeiros solicitados serão considerados:  valor do “kit-lanche”, para projetos que envolvam pesquisa de campo, será limitado em R$ 6,00 (por aluno), para pesquisas no próprio município e para pesquisas fora do município de origem, com distâncias superiores a 100 km, R$ 12,00.  Lembramos que não é permitido o pagamento “em espécie” para alunos.

23 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 3. Critérios para solicitação de recursos financeiros. 23 Na aprovação dos recursos financeiros solicitados serão considerados:  Lembramos que não se autoriza a liberação de recursos para pagamentos de DIÁRIAS em hotéis, pousadas, etc., para alunos ou professores com os recursos do PRODESC.  As pesquisas de campo devem ser realizadas somente nos municípios do Estado de São Paulo. ... e também para o pagamento de despesas em restaurantes e refeições.

24 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1. Relatório do Projeto. 24  O envio do relatório do projeto é obrigatório.  As Unidades Escolares e Diretorias de Ensino que não procederam ao envio em 2011 e em anos anteriores, não terão seus projetos aprovados em 2012.

25 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 25 Informações Complementares

26 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 26  Estar atento para discriminar corretamente os itens a serem solicitados, bem como a denominação correta de sua unidade de referência; na dúvida, contatar o Setor de Finanças.  Evitar o envio de projetos para análise nos últimos meses do prazo estabelecido. Programe-se.

27 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 27  As despesas relativas à pesquisa de campo/visitações e lanches, serão analisadas, levando-se em conta a pertinência pedagógica, o local a ser visitado e o custo envolvido. (NÃO SE ESQUEÇA DO AGENDAMENTO)  Lembramos que o público-alvo principal do projeto a ser implementado é o aluno e não a capacitação docente.

28 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Obrigada! 28


Carregar ppt "SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Diretoria de Ensino da região de São João."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google