A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIÇÃO Nº07 12 DE FEVEREIRO DE 2012 “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIÇÃO Nº07 12 DE FEVEREIRO DE 2012 “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”"— Transcrição da apresentação:

1 LIÇÃO Nº07 12 DE FEVEREIRO DE 2012 “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”

2 TEXTO ÁUREO “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” Fp 4.13

3 VERDADE PRÁTICA A satisfação e suficiência do crente vêm de Cristo e independem da abundância ou da escassez de bens materiais.

4 LEITURA BÍBLICA EM CLASSE  Filipenses  10 - Ora, muito me regozijei no Senhor por, finalmente, reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade.  11 - Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho.  12 - Sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas, estou instruído, tanto a ter fartura como a ter fome, tanto a ter abundância como a padecer necessidade.  13 - Posso todas as coisas naquele que me fortalece.

5 LEITURA BÍBLICA EM CLASSE  Filipenses  14 - Todavia, fizestes bem em tomar parte na minha aflição.  15 - E bem sabeis também vós, ó filipenses, que, no princípio do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja comunicou comigo com respeito a dar e a receber, senão vós somente.  16 - Porque também, uma e outra vez, me mandastes o necessário a Tessalônica.  17 - Não que procure dádivas, mas procuro o fruto que aumente a vossa conta.  18 - Mas bastante tenho recebido e tenho abundância; cheio estou, depois que recebi de Epafrodito o que da vossa parte me foi enviado, como cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus.  19 - O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

6 BIBLIOGRAFIA  Epafrodito - Cristão da cidade de Filipos, mencionado somente em Filipenses e  Foi enviado pela Igreja daquela cidade (“vosso enviado” Fl 2.25), para levar um donativo em apoio ao ministério de Paulo.  Ele deu total assistência ao apóstolo, suprindo pra com ele o ministério pessoal dos outros irmãos filipenses que não poderiam ir pessoalmente até onde Paulo estava preso (Fp 2.30).  Não se sabe ao certo se Epafrodito era um dos líderes da Igreja em Filipos ou simplesmente um discípulo comprometido com Cristo, mas é bem evidente que Paulo tinha por ele uma elevada consideração e estima, ao chamá-lo de “meu irmão” Fp 2.25).

7  Ele compartilhava a herança do apóstolo, seus objetivos e seu serviço na família de Deus.  Paulo refere-se a ele como “cooperador” (v. 25), ao enfatizar o serviço que fez Epafrodito ficar gravemente enfermo (v. 26).  Paulo o chama de “companheiro nos combates”, porque o serviço do Evangelho em que ambos estavam envolvidos era uma luta de vida ou morte e Epafrodito estava disposto a chegar “até bem próximo da morte” pela obra de Cristo (v. 30).  A enfermidade de Epafrodito, que o deixou quase à morte, causou preocupação para Paulo e os filipenses, e o apóstolo considerou sua recuperação como uma intervenção misericordiosa de Deus (Fp 2.27).

8 OS SOFRIMENTOS DE PAULO Ele enfrentou “muitas tribulações” ao servir a Deus – At Foi afigido no “espírito”, por cuasa do pecado dominante na sociedade – At17.16 Derramou muitas lágrimas – II Co 2.4 Angústia de espírito, por causa do pecado tolerado dentro da Igreja – II Co Tribulações “por fora e por dentro”, por cuasa do seu compromisso com a pureza moral e doutrinária da Igreja – II Co 7.5 Sofreu três naufrágios e doi apedrejado – II Co Enfrentou muitos perigos – II Co Frio, fome e nudez – II Co 11.27

9 INTRODUÇÃO Será que o Cristão pode fazer de tudo? Será que temos, por meio de Cristo, poder para realizar qualquer feito? O que é que Paulo quis dizer com esta declaração ousada.?

10 PROSPERIDADE NA ADVERSIDADE 1 – Escassez e abundância – Confiando no poder de Cristo e seguindo Seu exemplo, Paulo pode enfrentar todas as circunstâncias com contentamento. Ele nos diz que devemos seguir o mesmo caminho que ele seguiu. Confiando no poder do Senhor confiando n’Ele em tudo.

11 PROSPERIDADE NA ADVERSIDADE  Perseguição e rejeição – Como pode haver alegria na prisão? De onde tiraremos forças para louvar e nos regozijarmos em certas situação? Nossa alegria não depende do fim do mês, do dinheiro e bens que possuímos! É uma felicidade que vem da União com Deus. Deus é exaltado muitas vezes pelo nosso testemunho, pois ele fala mais que um amontoado de palavras.

12 PROSPERIDADE NA HUMILDADE 1 – O exemplo de Paulo – Paulo não fazia estas coisas para se mostrar cristão, ele as fazia por ser cristão. Ele vivia nesta vida na certeza de que o que estava preparado era muito maior do que ele imaginava. Não usemos “Tudo posso” como jargão para confirmar uma falsa teologia que de Deus não provém. Deus não ama a soberba, e por isso devemos aos olhos de Deus esvaziarmos do nosso “eu” e nos encher do verdadeiro poder que vem do alto o Espírito Santo.

13 PROSPERIDADE NA HUMILDADE 2 – O exemplo de Cristo – O maior exemplo que temos de humildade é: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz.” Fp 2.5.8

14 PROSPERIDADE NA CARIDADE E NA UNIDADE 1 – Amor e Caridade – “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não têm fim. Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto, esperarei nele.” Lm Ser próspero não significa independência de Deus, mas sim viver uma comunhão plena com Ele. Viver do jeito que Ele quer e com os benefícios que Ele nos dá!

15 PROSPERIDADE NA CARIDADE E NA UNIDADE 2 – Provisão e Gratidão – Devemos ser mesmo felizes na: Saúde e na doença; Na alegria e na tristeza; Na abundância e na escassez. Paulo sabia que recebia ofertas da Igreja em Filipos, e isso não o tornava menor que ninguém! Muitos acham que viver sendo ajudado como digno do salário que recebe é sinal de vergonha, de abandono, mas esquecem-se que é a vontade de Deus suprema em nossas vidas.

16 PROSPERIDADE NA CARIDADE E NA UNIDADE 3 – A Comunhão e a Sã Doutrina – Veja que um dos ensinamentos da epístola aos Filipenses, fundamenta-se no relacionamento com Deus e com os homens. E só alcançamos a prosperidade no sentido espiritual, ou seja vertical, em consequência disso temos; Logo ser próspero é ter paz com os homens, ter comunhão no sentido horizontal. Mas temos de cuidar da sã doutrina para q eu a Igreja do Senhor caminhe bem aqui e possa chegar no céu. Por isso cuidemos com os maus obreiros, enganadores.

17 CONCLUSÃO TUDO POSSO – Viver com muito e com pouco; Sorrir na alegria, e dar glória na tristeza; Dar graças em tudo, e regozijar sempre; Suportar dores e aflições, angústias e perseguições; Cantar um hino na prisão como o hino da vitória; Estar em plena forma física ou no vale da sombra e morte; Sendo rico nesta terra lembrando que Deus é o que nos dá; Sendo pobre materialmente, mas vivendo somente do pão nosso de cada dia. Paulo nos ensina o verdadeiro sentido de “Tudo posso”, não é somente uma âncora de prosperidade, mas, é o Verdadeiro caminho desta tão almejada prosperidade.


Carregar ppt "LIÇÃO Nº07 12 DE FEVEREIRO DE 2012 “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google