A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mercado de Opções... (Um estouro =P, =(... ) Grupo: Daniel Iespa Tais Villas Boas Thiago Castello.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mercado de Opções... (Um estouro =P, =(... ) Grupo: Daniel Iespa Tais Villas Boas Thiago Castello."— Transcrição da apresentação:

1 Mercado de Opções... (Um estouro =P, =(... ) Grupo: Daniel Iespa Tais Villas Boas Thiago Castello

2 O que é uma opção? Opções são instrumentos financeiros utilizados no mercado de capitais. Tudo bem, mas ainda não entendi nada... Uma opção confere, ao titular, o direito e não obrigação (Daí o nome opção né!!!) de comprar ou de vender um determinado ativo, ação, título ou bem qualquer por um valor acordado previamente. Ahhh agora sim...

3 Tecnicamente falando... As opções são instrumentos financeiros derivativos, o que significa que o valor de uma opção e suas características de negociação estão ligadas a um ativo subjacente. Traduzindo... Por exemplo, uma opção da PETROBRAS PN está ligada ao direito de compra ou venda do ativo PETR4.

4 A curiosa história da Opção... •O primeiro registro de uma transação de opções envolvendo um contrato está na bíblia. O Livro de Gênesis conta como Jacob fez um contrato do tipo opções para se casar com a filha mais nova de Laban, Rachel. •Jacob obteve permissão para casar com Rachel se ele concordasse em trabalhar para Laban por sete anos. Na linguagem das opções, Jacob pagou o "prêmio" de sete anos de trabalho e recebeu o "direito mas não a obrigação" de casar com Rachel.

5 Ai vai mais uma... •O primeiro especulador com opções que se tem registro foi Thales, um astrônomo e o primeiro eminente filósofo grego. Segundo Aristótele, Thales "sabia pelos seus conhecimentos das estrelas, ainda no inverno, que ocorreria uma grande colheita de azeitonas no ano seguinte. •Tendo pouco dinheiro, ele reservou todos os depósitos de olivas em Chios e Miletus, pagando taxas bem baratas porque não haviam mais interessados." •Uma colheita abundante e uma grande demanda por depósitos de olivas provou que as previsões de Thales estavam corretas, e com seus contratos de locação já pagos, ele utilizou os depósitos com grande lucros.

6 •Ainda que muitas pessoas associem opções apenas com especulação, o conceito de opção veio de uma necessidade de controle do risco ligado as flutuações dos preços nos mercados agrícolas. A primeira documentação de tal uso das opções ocorre na Holanda em Opções de vendedores de tulipas em comprar as flores dos produtores por um certo período de tempo a um preço máximo pré-determinado em sua opção. Com isso era possível que os vendedores mantivessem seus trabalhos em período de grande volatilidade. O conceito importante que fica desta pequena história é que as opções não foram criadas para serem o instrumento especulativo que muitos fazem uso, mas sim, para serem um instrumento de proteção contra grandes variações de preços.

7 Por que operar opções? Embora seja um instrumento de controle de risco e hedge, operar opções exige perfeita compreensão dos fundamentos e planejamento estratégico sob pena de graves prejuízos.

8 Porém, o investidor que conhecer bem os fundamentos das opções, terá um meio efetivo de lidar com o risco pois passará a ter a sua disposição uma grande variedade de escolhas diferentes para investir, se destacando no mercado e elevando com segurança significativamente seus ganhos ou diminuindo significativamente sua perda.

9 Principais participantes do mercado de opções •Especuladores: Grande parte das negociações de opções são realizadas pelos especuladores, que procuram, com um baixo investimento (se comparado com as ações, muitos investidores jovens), comprar e vender os papéis, buscando ganhar na valorização ou desvalorização do preço. •Bancos e Fundos de Pensão: estes investidores de grandes capitais precisam fazer hedge, ou trava de preço, e acabam fazendo grandes compras ou grandes vendas, mexendo o mercado.

10 Mercado de opções •Neste mercado identificamos dois tipos de participantes: O lançador: vende a opção O titular: compra a opção  Para o titular, portanto, existe somente o direito de exercer ou não a opção.  Para o lançador, existe a obrigação assumida, ou seja, terá que se submeter a vontade do titular.

11 Exemplo... Suponha um mercado de opções de compra de dólares para daqui a 60 dias esteja operando com a cotação de R$ 2,00/U$ 1,00. Uma empresa compra 500 mil dólares em opções de compra de dólar com prazo de 60 dias e paga o prêmio fixado pelo lançador. Caso a cotação do dólar no mercado daqui a 60 dias esteja a R$ 1,98/U$ 1,00, a empresa desiste de exercer a opção e compra os dólares no mercado a vista. Caso a cotação do dólar esteja daqui a 60 dias a R$ 2,11/U$ 1,00, a empresa exerce o direito de comprar os dólares a R$ 2,00.

12 Desvendando o código de opções no mercado acionário... As 4 primeiras letras se referem ao nome da empresa; A 5ª letra diferencia entre operação de compra ou venda e também diz o mês de vencimento da opção; O valor nuérico representa o preço da ação na data de vencimento;

13 Tabela do código alfabético para diferenciação de opções de compra e de venda e mês de vencimento:

14 Venda Coberta: Venda Descoberta: Quando o lançador coloca no mercado opções de compra de ações que ele possui. Exemplo: O lançador possui 100 ações da Petrobras ON e vende no mercado até 100 opções de compra da Petrobras ON a um determinado preço. A tática de venda coberta é muito usada em períodos de bolsa estável ou com tendência de queda. Pois assim, no caso de opção de compra, a probabilidade do titular não exercer a opção é grande e o lançador acaba ganhando o valor das opções e ainda fica com a ação na mão podendo lançar novas opções até o preço da ação se reequilibrar. Quando o lançador não possui as ações da qual ele vendeu as opções. Logo, se no prazo estabelecido a ação estiver mais alta que o preço pré-determinado, o lançador fica obrigado a comprar as ações a preço de mercado e vender para o titular ao preço pré-acordado. Essa, apesar de arriscada, é uma tática muito usada por especuladores devido ao baixo custo da opção.

15 Pincelando o que vimos, os riscos do mercado de opção são... •Risco de Crédito •Risco de Mercado

16 Para finalizar......com que porção fica o leão??? •Para quem achava que era moleza operar com opções, ai vai mais um risco para pesar e colocar na ponta do lápis antes de operar opções, para cada operação sem prejuízo, o leão fica com 15% dos seus lucros!!!

17 BONS ESTUDOS Ou BONS PALPITES... e... MUITO OBRIGADO!!!

18 Bibliografia... •http://www.bastter.com.br/BR/MERCADO/Aprendizad o/Opcoes/Historia_das_Opcoes.aspxhttp://www.bastter.com.br/BR/MERCADO/Aprendizad o/Opcoes/Historia_das_Opcoes.aspx •www.bovespa.com.br •http://www.seudinheiro.com.br/d_estrategia.html#call pur (estratégias com opções)http://www.seudinheiro.com.br/d_estrategia.html#call pur •Wikipedia.org.pt •www.ativatrade.com.brwww.ativatrade.com.br •www.infomoney.com.br


Carregar ppt "Mercado de Opções... (Um estouro =P, =(... ) Grupo: Daniel Iespa Tais Villas Boas Thiago Castello."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google