A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CERTIFICAÇÃO ISO Profª Esp. Natália Pacheco

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CERTIFICAÇÃO ISO Profª Esp. Natália Pacheco"— Transcrição da apresentação:

1 CERTIFICAÇÃO ISO Profª Esp. Natália Pacheco

2 CARACTERÍSTICAS DOS PADRÕES • SER MENSURÁVEL; • SER DE FÁCIL COMPREENSÃO; • SER DE FÁCIL UTILIZAÇÃO; • SER DEMOCRÁTICO; • SER BASEADO NA PRÁTICA; • SER PASSÍVEL DE REVISÃO;

3 • POSSUIR AUTORIDADE; • POSSUIR INFORMAÇÃO AVANÇADA; • SER VOLTADO PARA O FUTURO; • FAZER PARTE DE UM SISTEMA DE PADRONIZAÇÃO;

4 NÍVEIS • INDIVIDUAL; • EMPRESARIAL; • ASSOCIAÇÃO • NACIONAL (ABNT-NBR ISO 9001 E NBR ISO 14001) • REGIONAL; • INTERNACIONAL (ISO 9000, ISO 14000, ISO etc)

5

6 ISO GESTÃO AMBIENTAL • A Conformidade do sistema com a ABNT NBR garante a redução da carga de poluição gerada por essas organizações, porque envolve a revisão de um processo produtivo visando a melhoria continua do desempenho ambiental, controlando insumos e matérias-prima que representem desperdícios de recursos naturais.

7 • Certificar um Sistema de Gestão Ambiental significa comprovar junto ao mercado e a sociedade que a organização adota um conjunto de práticas destinadas a minimizar impactos que imponham riscos à preservação da biodiversidade. • Com isso, além de contribuir com o equilíbrio ambiental e a qualidade de vida da população, as organizações obtêm um considerável diferencial competitivo fortalecendo sua ação no mercado.

8 ISO 9001 GESTÃO DA QUALIDADE • A implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade representa a obtenção de uma poderosa ferramenta que possibilita a otimização de diversos processos dentro da organização. Além destes ganhos, fica evidenciada também a preocupação com a melhoria contínua dos produtos e serviços fornecidos.

9 • Certificar o Sistema de Gestão da Qualidade garante uma série de benefícios à organização. Além do ganho de visibilidade frente ao mercado, surge também a possibilidade de exportação para mercados exigentes ou fornecimento para clientes que queiram comprovar a capacidade que a organização tem de garantir a manutenção das características de seus produtos.

10 • “A ISO combina as três normas 9001, 9002 e 9003 em uma, agora chamada 9001 sendo que a norma ISO 9001, expõe as exigências a satisfazer quando a actividade de uma empresa envolve concepção, a ISO 9002, estabelece as exigências equivalentes quando a empresa não se dedica à concepção e desenvolvimento e a ISO 9003 é o modelo equivalente para os casos em que não se exigem controlo da concepção e controlo do processo”.

11 “A versão 2000 procura fazer uma mudança radical na forma de pensar, estabelecendo o conceito de controlo antes e durante o processo exigindo também o envolvimento da direcção da empresa, para fazer a integração da qualidade dentro da empresa definindo um responsável pelas acções da qualidade. Contudo a principal mudança na norma foi a introdução da visão de foco no cliente, antes o cliente era visto como externo à organização, agora o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) considera o cliente dentro do sistema da Organização”.

12 GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL ABNT NBR • O surgimento de movimentos dirigidos aos interesses diversos dos consumidores impõe nas organizações a necessidade de se atualizarem frente a este contexto. Certamente as organizações que possuem posicionamento ético melhoram sua imagem pública gradativamente, alcançando maior legitimidade social.

13 • Para ser realmente eficiente, os procedimentos da organização precisam ser conduzidos dentro de um sistema de gestão estruturado. A partir daí, a Certificação do Sistema de Gestão de Responsabilidade Social demonstrará ao mercado que a organização não existe apenas para explorar os recursos econômicos e humanos, mas também para contribuir com o desenvolvimento social, por meio da realização profissional de seus colaboradores e da promoção de benefícios ao meio ambiente e às partes interessadas.

14 SISTEMA DA SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL OHSAS • Este sistema tem por objetivo assegurar o bom cumprimento de procedimentos e cuidados que venham a garantir o gerenciamento dos riscos de saúde e segurança em uma organização. Também neste caso, nota-se certa pressão da sociedade para que as organizações ajam de maneira que sejam evitados acidentes ou fatalidades com seus colaboradores.

15 • Trabalhando com base nesses princípios, a organização consegue também a geração de mais qualidade e produtividade dos empregados e de seus processos fabris. Tendo todos estes procedimentos funcionando, a Certificação do Sistema da Segurança e Saúde Ocupacional serve ainda para mostrar, tanto para os fornecedores quanto para os consumidores, o grau de seriedade do trabalho de uma organização.

16 Sistema de Gestão de Segurança da Informação ISO • A informação é crítica para a operação e talvez igualmente o seja para a sobrevivência de sua organização. Ser certificado pela ISO/IEC ajudará você a gerenciar e proteger os valiosos ativos da informação. • A ISO/IEC é a única norma internacional auditável que define os requisitos para um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI). A norma é designada para assegurar a seleção de controles de segurança adequados e proporcionais.

17 • O Sistema de Gestão de Segurança da Informação é uma forma de gerenciamento utilizada para estabelecer políticas baseadas na análise de risco do negócio. Tendo este sistema certificado, a organização demonstrará sua capacidade de definir, implementar, operar, manter e sempre melhorar a segurança da informação.

18 HACCP – (Hazard Analyses and Critical Control Point) 852/2004 “A implementação do sistema HACCP, implica boas práticas de higiene e segurança alimentar, de acordo com a metodologia definida no Codex Alimentárius e dá cumprimento ao estipulado no Regulamento CE 852/2004, aplicável a todas as fazes de produção, transformação e distribuição de géneros alimentícios que constitui uma vantagem ao nível de reconhecimento internacional, promovendo a confiança no cliente, no consumidor e fortalece os sistemas de gestão da qualidade”

19 ISO “A norma ISO foi publicada em Novembro de 2000 e reflecte as práticas profissionais e experiências de acreditação de laboratórios na CONTROLO DA QUALIDADE Europa (EN 45001) e no resto do mundo (Guia ISO 25), e é aplicável a todos os laboratórios incluindo investigação e desenvolvimento, sendo descritos objectivos e não os percursos para os atingir, pelo que compete ao laboratório estabelecer o modo de atingir os objetivos”.

20 ISO GESTÃO DE ENERGIA • Reduzir seu consumo de energia é a chave para vencer a escassez de energia e o aumento de custos. Para muitos a resposta é um Sistema de Gestão de Energia (SGE), uma estrutura de trabalho para o gerenciamento sistemático do consumo de energia.

21 ISO/TS ÓLEO E GÁS • A ISO/TS define os requisitos do sistema de gestão da qualidade para a concepção, desenvolvimento, produção, instalação e manutenção de produtos para indústrias de petróleo, petroquímica e gás natural.

22 SATISFAÇÃO DO CLIENTE ISO • A norma de Satisfação de Clientes ISO 10002:2004 – norma de orientação para implantar um Sistema de Gestão de Reclamações - ajuda as empresas a identificar, gerenciar e entender como lidar com as reclamações de clientes. • A norma ISO é voltada para qualquer organização que deseja exceder as expectativas dos clientes, um requisito básico para empresas de todos os tipos e tamanhos, sejam elas do setor público ou privado.

23 IS APARELHOS MÉDICOS • Esta norma pode ser usada por fabricantes para demonstrar conformidade com requisitos regulatórios, e por outras organizações cujos serviços relacionados apoiam fabricantes de aparelhos médicos.

24 ISO AUTOMOTIVO • A ISO/TS é uma especificação técnica ISO que alinha as normas dos sistemas de qualidade automotiva existentes - brasileira, americana, alemã, francesa e italiana - dentro da indústria automotiva global. Ela especifica os requisitos do sistema da qualidade para projeto/desenvolvimento, produção, instalação e assistência técnica de produtos relacionados à indústria automotiva. • As organizações que desejam entrar no mercado automotivo devem esperar até entrar na lista de um cliente automotivo como um fornecedor potencial, antes que possam prosseguir com a certificação nesta especificação.

25 ISO/IEC • A ISO/IEC é aplicável para qualquer organização, grande ou pequena, em qualquer setor ou parte do mundo que depende de serviços de TI. A norma é especialmente aplicável para prestadores de serviços de TI internos, tais como departamentos de TI, e para prestadores de serviços de TI externos, como organizações terceirizadas.

26 ISO SEGURANÇA ALIMENTAR • A ISO é uma norma verdadeiramente internacional adequada para qualquer negócio em toda a cadeia de fornecimento de alimentos, incluindo organizações inter- relacionadas, tais como fabricantes de equipamentos, materiais de embalagem, agentes de limpeza, aditivos e ingredientes.

27 • CRIAR UMA NOTÍCIA PARA UM JORNAL DESTACANDO O ÍNDICE MAIS RELEVANTE DA EMPRESA. • APRESENTAÇÃO: 1 representante do grupo apresenta. • UTILIZAR IMAGENS DE REVISTAS;

28 consultas • •


Carregar ppt "CERTIFICAÇÃO ISO Profª Esp. Natália Pacheco"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google