A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1º Seminário Internacional de Qualidade Ambiental de Antonina: O desafio do Desenvolvimento Local em Territórios Costeiros Ambientalmente Vulneráveis Experiências.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1º Seminário Internacional de Qualidade Ambiental de Antonina: O desafio do Desenvolvimento Local em Territórios Costeiros Ambientalmente Vulneráveis Experiências."— Transcrição da apresentação:

1 1º Seminário Internacional de Qualidade Ambiental de Antonina: O desafio do Desenvolvimento Local em Territórios Costeiros Ambientalmente Vulneráveis Experiências Brasileiras em Projetos de Turismo de Base Comunitária" Prof. André S. Garcia Jr Bacharel, licenciado e especialista em Turismo

2  Econômica, técnicas e holísticas. “ Turismo é a soma de relações e fenômenos produzidos pelo deslocamento de pessoas fora de seu lugar de domicílio, desde que esses deslocamentos e permanência não sejam motivados por uma atividade lucrativa.” Hunziker e Krapf, apud Dias 2005 Turismo????? Definições

3 Turismo de massaTurismo alternativo Grande numero de pessoasPequeno numero Grandes obras de infraestruturaPequenas obras Baixo envolvimento com a comunidadeGrande envolvimento com a comunidade Pouca valorização do meio ambienteValorização do meio ambiente Pouca interações sociaisGrande envolvimento social Grandes impactosPoucos impactos Sem autenticidadeBem autentico Diferenças entre o turismo de massa e o alternativo

4 As contribuições do turismo para conservação do meio ambiente • Conservação dos animais; Necessidade de gestão ambiental; Aumento da consciência ecológica; • Obtenção de recursos; Fontes alternativas de renda; • Um alternativa de exploração econômica.

5 O TBC pode ser entendido como aquele “[...] desenvolvido pelos próprios moradores de um lugar que passaram a ser os articuladores e os construtores da cadeia produtiva, onde a renda e o lucro ficam na comunidade e contribuem para melhorar a qualidade de vida” (CORIOLANO, 2003 p. 41). Trata-se, assim, de um novo conceito de turismo, o qual a priori não se diferencia totalmente das demais modalidades, pois também utiliza serviços de hospedagem e alimentação, bem como oportuniza a integração de vivências. Turismo de base comunitária e o ecoturismo

6  O entendimento da atividade turística como um subsistema interligado a outros sistemas como meio ambiente e educação; A visão do turismo comunitário como um projeto de desenvolvimento territorial sistêmico por meio da própria comunidade; Está ligada a convivência entre a população local e os visitantes, imbricada em um arranjo socioprodutivo de base comunitária (SAMPAIO; ZECHNER; HENRÍQUEZ, 2008). Características do TBC

7  :“é satisfazer o desejo que temos de estar em contato com a natureza, é explorar o potencial turístico visando a conservação e desenvolvimento, é evitar o impacto negativo sobre a ecologia, a cultura e a estética” LINDBERG & HAWKINS (1999 ) Ecoturismo

8  inserção da comunidade na atividade ( planejamento) ;  A educação para sensibilização e conscientização ambiental ;  Indutor da conservação das áreas naturais.  Contemplação da paisagem. Características do Ecoturismo

9 BEM ESTAR DA COMUNIDADE CRESCIMENTO ECONÔMICO CULTURA AUTÊNTICA NATUREZA PROTEGIDA SATISFAÇÃO DO CLIENTE TURISMO SUSTENTÁVEL

10 Observação de aves

11 Montanhismo

12 Canoagem e rafting

13

14

15

16

17

18 Obrigado!!!!!!! Contato E outras que podemos criar


Carregar ppt "1º Seminário Internacional de Qualidade Ambiental de Antonina: O desafio do Desenvolvimento Local em Territórios Costeiros Ambientalmente Vulneráveis Experiências."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google