A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia do Turismo Estudo de Caso: Ibitinga. Introdução O turismo na sociedade moderna pode ser entendido como um conjunto de diversas atividades econômicas,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia do Turismo Estudo de Caso: Ibitinga. Introdução O turismo na sociedade moderna pode ser entendido como um conjunto de diversas atividades econômicas,"— Transcrição da apresentação:

1 Economia do Turismo Estudo de Caso: Ibitinga

2 Introdução O turismo na sociedade moderna pode ser entendido como um conjunto de diversas atividades econômicas, englobando diferentes tipos de equipamentos entre eles: os transportes, os meios de hospedagem, os agenciamentos de viagens, práticas de lazer, dentre outras atividades mercadológicas que produzem riquezas e geram empregos.

3 Temas Abordados História do Turismo Definições de Turismo Turismos de Negócios Economia do Turismo O Mercado O Mercado Turístico Impactos Econômicos do Turismo Ibitinga e o Turismo

4 História do Turismo

5 Definições de Turismo Turismo é o conceito que compreende todos os processos, especialmente os econômicos, que se manifestam na chegada, na permanência e na saída do turista de um determinado município, país ou estado. (Hermann Schattenhofen ) Movimento de indivíduos e grupos de uma localização geográfica para outra por prazer e / ou por negócios, sempre em caráter temporário; o atendimento das necessidades dos viajantes seja em trânsito ou no destino; e os impactos econômicos, socio-culturais e ecológicos que tanto os turistas como o setor turístico provoca nas áreas de destino. (Frank M. Go – 1994)

6 Turismo de Negócios As viagens motivadas pelo lucro e comercialização são denominadas viagens de compras ou turismo de compras, obviamente classificadas como turismo de negócios. A Organização das Nações Unidas classificou estas viagens de negócios como turísticas devido à utilização, por parte dos turistas, do mercado de bens e serviços turísticos na área receptora.

7 Economia A economia é o estudo da maneira pela qual os homens decidem utilizar recursos produtivos escassos ou abundantes para produzir ou criar varias mercadorias, também chamadas de bens e ou serviços e distribui-las aos diversos membros da sociedade para consumo. Moretto Neto (1999)

8 Mercado Mercado é o local onde há o encontro entre compradores e vendedores. O comprador demanda no mercado os produtos que deseja adquirir, e o vendedor é quem oferece o produto. A oferta refere-se a quantidade de um bem ou serviço que é produzido e oferecido no mercado, por um determinado preço em um período de tempo. A relação entre oferta e demanda no mercado ditará o preço de equilíbrio de um bem ou serviço.

9 Mercado Turístico Produto turístico pode ser definido como sendo: Aquele que representa um composto de atividades e serviços relativos ao alojamento (industria de transformação) ã alimentação (atividade agrícola e industria alimentícia) e as bebidas, transportes, aquisição de produtos locais (artesanato e industria do vestuário), as visitas e divertimento (serviços). (Sessa, 1983, p. 36).

10 Impactos Econômicos do Turismo Incremento da renda dos habitantes; Elevação dos níveis cultural e profissional da população; Expansão do setor da construção; Industrialização básica na economia regional; Modificação positiva da estrutura econômica e social; Atração da mão-de-obra de outras localidades. Palomo (1979)

11 Ibitinga O bordado chegou a Ibitinga há mais de 70 anos. Para aumentar a renda familiar, a portuguesa Dioguina Martins Sampaio começou a fazer bordados para vender e a dar aulas em sua casa. Foi ela também quem, em 1950, trouxe a primeira máquina industrial de bordar para a cidade. Atualmente Ibitinga possui estabelecimentos de comércio de bordados e confecções.

12 Feira do Bordado m2 de área coberta totalmente climatizada. Na sua última edição (2004) a FEBI recebeu um público de mil visitantes, servindo como alavanca dos negócios que serão realizados durante o ano. Compradores aguardam para conhecer os lançamentos e tendências do mercado. Feira de artesanato: 900 expositores

13 Local de Origem do Turista

14 Visita a Cidade de Ibitinga

15 Motivos de Visita a Ibitinga

16 Tempo de Permanência na Cidade

17 Tipo de Hospedagem Utilizado

18 Profissão dos Turistas

19 Nível de Renda dos Turistas

20 Grau de Satisfação dos Turistas

21 Conclusão Sendo a economia como um dos principais sub-sistemas do SISTUR, pode-se esperar que o Turismo venha prover o público consumidor de alguns bens, contribuindo para satisfazer as necessidades de consumo da população e melhorando seu nível de vida. Ao mesmo tempo, por conseqüência, gera empregos e proporciona rendas, e, em determinadas ocasiões, pode ser o setor propulsor da economia.


Carregar ppt "Economia do Turismo Estudo de Caso: Ibitinga. Introdução O turismo na sociedade moderna pode ser entendido como um conjunto de diversas atividades econômicas,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google