A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Energias renováveis e não-renováveis.  Definição de Recursos Energéticos  Recursos não renováveis  Carvão  Petróleo e Gás Natural  Processos e extracção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Energias renováveis e não-renováveis.  Definição de Recursos Energéticos  Recursos não renováveis  Carvão  Petróleo e Gás Natural  Processos e extracção."— Transcrição da apresentação:

1 Energias renováveis e não-renováveis

2  Definição de Recursos Energéticos  Recursos não renováveis  Carvão  Petróleo e Gás Natural  Processos e extracção e exploração de hidrocarbonetos  Consequências da utilização dos combustíveis fosseis  Energia Nuclear

3  Recursos energéticos renováveis  Energia hidroeléctrica  Energia eólica  Energia solar  Energia geotérmica  Energia da biomassa  Bibliografia  Identificação dos autores

4 • Os recursos energéticos são recursos de onde se pode obter energia. A energia pode ser definida como a capacidade para produzir trabalho. • Os recursos energéticos englobam uma grande variedade de fontes energias – uns são de natureza renovável e outros não renovável.

5 • Combustíveis Fosseis: • Os combustíveis fosseis são recursos formados há milhões de anos, a partir de alterações bioquímicas da matéria orgânica proveniente de organismos em decomposição (carvão, petróleo e gás natural). Fig. 2 – Esquema das fontes de energia mais utilizadas durante o ano de 2005

6 • O carvão é uma rocha que resulta da decomposição em ambientes sem oxigénio, de restos de plantas que caíram em zonas alagadas. A cobertura destes restos, por outros sedimentos, conjugada com a acção da temperatura e pressão em profundidade, transforma- os em carvão. Fig. 3 – Carvão

7 • Há vários tipos de carvão : lignite, carvão betuminoso e antracite. Fig. 4 - Lignite Fig. 5 – Carvão Betuminoso Fig.6 – Antracite

8  O petróleo e o Gás Natural são constituídos essencialmente, por compostos de hidrogénio e carbono e formaram-se em ambientes com grande abundância em matéria orgânica. Fig.7 – Gás Natural Fig.8 - Petróleo

9 líquidosgasosos  A acumulação contínua de matéria orgânica, ocorre, sob a acção de temperatura e pressão elevadas, reacções químicas que transformam lentamente alguma da matéria orgânica em Hidrocarbonetos líquidos (petróleo) ou gasosos (gás natural).  Ao longo do tempo, os hidrocarbonetos migram e acumulam-se em rochas porosas designadas rochas-armazém.

10 A prospecção do petróleo e gás natural, numa determinada área, exige uma série de estudos prévios, no âmbito da geologia e da geofísica. Os geólogos analisam características da rocha, como a porosidade ( através de observações microscopias das amostras de rochas obtidas nas sondagens) e permeabilidade, para determinar a possibilidade de serem rochas-armazém. Por vezes, a presença de microfósseis específicos é um indicador da presença de hidrocarbonetos.

11 Os técnicos só podem ter certeza da existência de hidrocarbonetos através de perfurações: Das Torres de Perfuração marinha, os hidrocarbonetos são transportados por via marítima: Fig. 9 – Torre de Perfurações Fig. 10 – Embarcações que transportam hidrocarbonetos líquidos

12  A refinaria é uma instalação industrial onde o Petróleo sofre uma série de transformações: Fig. 11 – Refinaria de Petróleo em Matosinhos

13 DERRAME DE HIDROCARBONETOS NOS MARES: IMPACTE AMBIENTAL RESULTANTE DA EXPLORAÇÃO DE JAZIDAS FÓSSEIS: Fig. 12 Fig. 13

14 • As Energias Renováveis são uma alternativa aos combustíveis fósseis, porque constituem uma forma de energia inesgotável à escala da vida humana. Fig. 14

15 • A energia hidroeléctrica é energia eléctrica que se produz em barragens construídas em cursos de água. Fig. 15

16 A energia eólica é a energia que provém do vento. A energia eólica pode ser considerada uma das mais promissoras fontes naturais de energia, principalmente porque é renovável, ou seja, não se esgota, limpa, amplamente distribuída globalmente e, se utilizada para substituir fontes de combustíveis fósseis, auxilia na redução do efeito estufa. Fig. 16

17  A Energia solar é a designação dada a qualquer tipo de captação de energia luminosa (e, em certo sentido, da energia térmica) proveniente do sol, e posterior transformação dessa energia captada em alguma forma utilizável pelo homem, seja directamente para aquecimento de água ou ainda como energia eléctrica ou mecânica. Fig. 17 – Painéis Solares

18  Energia geotérmica ou energia geotermal é a energia obtida a partir do calor proveniente da Terra, mais precisamente do seu interior. Devido a necessidade de se obter energia eléctrica de uma maneira mais limpa e em quantidades cada vez maiores, foi desenvolvido um modo de aproveitar esse calor para a geração de electricidade. Hoje a grande parte da energia eléctrica provém da queima de combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão mineral, porém, esses métodos são muito poluentes. Fig. 18

19 A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a combustão de material orgânico produzida e acumulada em um ecossistema, porém nem toda a produção primária passa a incrementar a biomassa vegetal do ecossistema. Parte dessa energia acumulada é empregada pelo ecossistema para sua própria manutenção. Suas vantagens são o baixo custo, é renovável, permite o reaproveitamento de resíduos e é menos poluente que outras formas de energias como aquela obtida a partir de combustíveis fósseis. Fig. 19

20   Livro de Ciências da Natureza do 8º ano “A Descoberta”

21 • Mariana Cruz, nº 10 • Teresa Rocha, nº 17 8ºB


Carregar ppt "Energias renováveis e não-renováveis.  Definição de Recursos Energéticos  Recursos não renováveis  Carvão  Petróleo e Gás Natural  Processos e extracção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google