A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

No campo de concentração de Auschwitz, dez homens são apontados para morrer de fome devido à fuga de um prisioneiro. Um deles, Franz Gajownicyek, se.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "No campo de concentração de Auschwitz, dez homens são apontados para morrer de fome devido à fuga de um prisioneiro. Um deles, Franz Gajownicyek, se."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 No campo de concentração de Auschwitz, dez homens são apontados para morrer de fome devido à fuga de um prisioneiro. Um deles, Franz Gajownicyek, se desespera e um outro prisioneiro se oferece para morrer em seu lugar. Era Pe. Kolbe. "Entregou a si mesmo à morte. O Papa João Paulo II canonizou este seu compatriota, em 10 de outubro 1982 e declarado mártir da caridade já beatificado por Paulo VI em Num mundo de ódio, ele conseguiu a vitória mais difícil e a maior: a do amor que perdoa", disse João Paulo II.

4 Raimundo Kolbe, mais conhecido como Maximiliano, nasceu em 1894, na Polônia, de família pobre, mas profundamente religiosa. Tornou-se franciscano conventual em Em 1917, estando em Roma para os estudos de teologia, presencia uma manifestação provocativa da maçonaria romana e funda a Milícia da Imaculada, como reação ao anticlericalismo e manifestando sua profunda devoção a Maria.

5 Essa iniciativa, futuramente, seria uma grande obra mariana, com a fundação da Cidade da Imaculada, em 1927, um centro de difusão da devoção mariana, perto de Varsóvia, capital da Polônia. Ainda em Roma, é acometido por uma grave doença que quase o leva à morte, mas, milagrosamente, vê-se curado e atribui sua cura à Nossa Senhora Imaculada.

6 Em 1930, transfere-se para o Japão, a fim de fundar a mesma obra e difundir, num país onde o catolicismo estava quase completamente desconhecido, a devoção a Maria. Anos difíceis e de pobreza, mas Pe. Kolbe consegue construir, em Nagasaki, mais uma Cidade da Imaculada, com a difusão de mais de cem mil cópias do seu boletim. Em 1936, retorna à Polônia. Em setembro de 1939, a Alemanha nazista invadiu a Polônia.

7 Em 1941, começou a invasão da Rússia por parte do exército alemão e a Polônia se tornou uma "terra de escravos", conforme a ordem de Hitler. Os judeus foram caçados e enviados aos campos de eliminação e, junto, foram perseguidos intelectuais e lideranças polonesas que podiam criar uma resistência ao nazismo. Pe. Kolbe e mais cinco colegas franciscanos foram levados pela Gestapo, polícia política do nazismo, e enviados para trabalhos forçados em Auschwitz.

8 No dia 14 de agosto de 1941, Maximiliano se ofereceu para salvar a vida de um pai de família companheiro do campo de concentração. Trancado com outros dez numa cela para morrer de fome, após dez dias passados em oração, ainda foi encontrado com vida pelos carcereiros que o mataram com uma injeção de ácido fênico.

9 Seu corpo foi cremado e suas cinzas espalhadas pelo campo, misturando-se às cinzas de quase três milhões de outras vítimas do ódio nazista contra a humanidade. Foi o mártir do amor, no oceano de ódio que invadiu a sociedade humana.

10 Num texto anterior à sua morte, Pe. Kolbe tinha escrito quase uma profecia: "Desejo ser pó para a glória da Imaculada e de Deus. Possa o vento levar este pó para o mundo afora, a fim que nada permaneça de mim. Assim, o sacrifício para Maria Imaculada será completo". Também já tinha escrito: "Somente com o sofrimento se aprende verdadeiramente o amor. Com o sofrimento e a perseguição, não somente seremos santos, mas levaremos também os nossos perseguidores a Deus".

11 Celebramos a santidade de vida daquele que enriqueceu o mundo e a Igreja ao tornar-se apóstolo pela imprensa, cavaleiro da Imaculada Virgem Maria e mártir da caridade. Movido pelo amor que vence a morte, São Maximiliano Maria Kolbe dirigiu-se ao Oficial com a decisão própria de um mártir da caridade, ou seja, substituir o pai de família e ajudar a morrer os outros nove e, foi aceita, pois se identificou: "Sou um Padre Católico".

12


Carregar ppt "No campo de concentração de Auschwitz, dez homens são apontados para morrer de fome devido à fuga de um prisioneiro. Um deles, Franz Gajownicyek, se."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google