A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Workshop Internacional sobre Rotulagem Ambiental Avaliação do Ciclo de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Workshop Internacional sobre Rotulagem Ambiental Avaliação do Ciclo de."— Transcrição da apresentação:

1 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Workshop Internacional sobre Rotulagem Ambiental Avaliação do Ciclo de Vida e a Rotulagem Ambiental de Produtos Armando Caldeira-Pires Sistema Brasileiro de Inventarios do Ciclo de Vida, IBICT/MCT Universidade de Brasília Secretaria de Comercio Exterior-SECEX Ministerio de Desenvolvimento, Industria e Comercio-MDIC 04 /Dez/2009, Brasilia/DF

2 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Avaliação do Ciclo de Vida - ACV Definição de acordo com a norma ISO14040 –Avaliação do Ciclo de Vida é a compilação e a avaliação das entradas e saídas e dos potenciais impactos ambientais de um produto ao longo do seu ciclo de vida. Sistemas Produtivos Cíclicos

3 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Fluxo de Informações na Gestão Empresarial Ambiental Constantin Herrmann, PE International, 2009

4 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Pensamento do Ciclo de Vida e Ecodesign Responsabilidade dedicada e know-how (equipes de design, ou outro grupo ou por vias externas) Fazer bem feito e contar isso (marketing, relatorios ambientais, etc) Pensamento do Ciclo de Vida como parte do dia-a-dia do negocio Treinamento e Aprendizado (Pensamento do Ciclo de Vida precisa ser aprendido) Disponibilizar ferramentas adequadas Utilizar sinergias oriundas de WEEE, RoHS, EuP, REACH, Carbon Footprint, Rótulos Ambientais Tipo I e III Unir forças – horizantal e verticalmente, ao longo da cadeia de suprimento ou via associações Constantin Herrmann, PE International, 2009

5 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV - ISO14040

6 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV - 2 Constantin Herrmann, PE International, 2009

7 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV calcula Indicadores para as mais relevantes Categorias de Impacto Ambiental O resultado é chamado de perfil ecológico Mudança Climática Acidificação Eutroficacao Smog Fotoquímico Ecotoxicidade Diminuição da Camada de Ozônio Toxicidade Humana Diminuição dos Combustíveis Fosseis Avaliação do Ciclo de Vida e as Categorias de Impacto Ambiental

8 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Inventário do Ciclo de Vida - ICV

9 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV de um Produto Eletroeletronico Fluxograma Geral Copia das telas do software GaBi

10 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Copia das telas do software GaBi ACV de um Produto Eletroeletronico - 2 Arvore dos Fluxogramas de Processos

11 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV de um Produto Eletroeletronico - 3 Inventario do Ciclo de Vida Geral Copia das telas do software GaBi

12 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ISO Avaliação de Impacto Ambiental Sistemas de Avaliação de Impacto Ambiental

13 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Sistemas de Avaliação de Impacto Ambiental

14 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Sistemas de Avaliação de Impacto Ambiental

15 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ACV de um Componente Eletronico - 4 Avaliação de Impacto Copia das telas do software GaBi

16 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Conformidade à Eficiencia Energética Caracterização de consumos energéticos ao longo das etapas de vida do produto Copia das telas do software GaBi

17 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Conformidade à Diretiva RoHS Exigencia: declaração de conformidade à Diretiva –Não existencia de substâncias tóxicas listadas na diretiva europeia Restriction of Hazardous Substances (RoHS)

18 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Conformidade à Diretiva WEEE Exigencia: Registro em cada país destino para ser parte do sistema de coleta Conformidade WEEE = custos de coleta de equipamentos em fim de vida Copia das telas do software GaBi

19 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Conformidade à Diretiva Reach Exigencia: comprovar que a cadeia de suprimentos NÃO possui substancias REACH através de uma declaração de materiais baseada em ACV Copia das telas do software GaBi

20 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, GHG/Carbon Footprint Accounting Product Carbon Footprint ISO 14040/44 PAS 2050 ….. Corporate GHG Management GHG-Protocol ISO Conformidade ao Mercado Pegada de Carbono do Produto vs Corporativa

21 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Conformidade ao Rotulo Ambiental COLIBRI Requisitos relativos a impactos ambientais baseados em indicadores originados das considerações sobre o ciclo de vida do produto A Marca ABNT - Qualidade Ambiental deve manter seu caráter seletivo. A elaboração dos critérios deve começar pelos princípios citados no item 4 deste procedimento e deve levar em consideração produtos similares que estejam disponíveis no mercado. Os critérios para a concessão da Marca ABNT – Qualidade Ambiental deverão estabelecer um nível de requisitos que indiquem a preferência ambiental do produto em questão, dentro de uma categoria de produtos específica com base em considerações do ciclo de vida. O processo de estabelecimento dos critérios deve levar em consideração as questões ambientais locais, regionais e globais, bem como as tecnologias disponíveis e os aspectos econômicos. Os critérios devem ser escolhidos através de um exame sistemático, utilizando-se a Tabela 1, abaixo, para facilitar a análise do impacto sobre o meio ambiente.

22 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Critérios de Certificação ou CATEGORIAS DE IMPACTO AMBIENTAL para a Certificação Critério de Certificação 1 (Mudança Climática?) Critério de Certificação 2 Critério de Certificação 3 Critério de Certificação 4 ? ? ? Critério de Certificação 5 COLIBRI COLIBRI, ABNT - Brasil COLIBRI: Categorias de Impacto Ambiental Conformidade ao Rotulo Ambiental COLIBRI

23 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, O Projeto Brasileiro de Inventário do Ciclo de Vida para a Competitividade da Indústria Brasileira: Metodologia e Inventários ICV Brasil MCT, IBICT, FINEP, Inmetro, INT, UnB, USP, UTFPr, CNI, SEBRAE, Petrobras, ABCV, Abipti, ABNT 1ª Etapa - Dez2006-Dez2009 (Ibict) 2ª Etapa – (Ibict-Inmetro)

24 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Projeto Brasileiro de Inventário do Ciclo de Vida para a Competitividade da Indústria Brasileira (MCT) Objetivo Este projeto tem por objetivo disponibilizar um sistema de banco de dados contendo informações fundamentais sobre casos específicos de insumos indispensáveis para a realização de inventários de ciclo de vida de produtos relevantes a pauta de exportação brasileira. Este inventário será parte fundamental para a aplicação da metodologia de Avaliação do Ciclo de Vida dos Produtos - ACV, como especificado pela família de normas ISO

25 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, International Reference Life Cycle Data System (ILCD) Supporting business and policy The “LCA” Team: David W. Pennington, Marc-Andree Wolf, Rana Pant, Ugo Pretato, Kirana Chomkhamsri, Miguel Brandao, 2 NN European Commission, JRC Institute for Environment and Sustainability

26 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Greener Production and More Competitive Goods and Services Higher Consumer Confidence and Smarter Consumption Coherent, Quality Assured Life Cycle Data and Methods EU Ecolabel, Carbon footprint, EPD ETV Eco-Design EMAS Waste Management EC Sustainable Consumption and Production/Sustainable Industrial Policy Action Plan, 2008 Life Cycle Monitoring Objectives Policy and Business Instruments Standards, guidance, policies (SCP/SIP, IPP)

27 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Invited Consultation Participants - I* Third Countries (agreements with National LCA projects) International Organisations (Collaboration agreement) European Commission Internal Steering Committee 27 Member States (via Regular IPP Meetings) Brazil China Japan Malaysia Thailand United States * Involvement in consultation does not necessarily imply agreement or endorsement

28 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Alliance for Beverage Cartons and the Environment (ACE) Association of Plastics Manufacturers in Europe (PlasticsEurope) Confederation of the European Waste-to-Energy Plants (CEWEP) European Aluminium Association (EAA) European Automobile Manufacturers' Association (ACEA) European Cement Association (CEMBUREAU) European Copper Institute (ECI) European Confederation of Iron and Steel Industries (EUROFER) European Confederation of Woodworking Industries (CEI-Bois) European Federation of Corrugated Board Manufacturers (FEFCO) Industrial Minerals Association Europe (IMA-Europe) Lead Development Association International (LDAI) Sustainable Landfill Foundation (SLF) Technical Association of the European Natural Gas Industry (MARCOGAZ) The Voice of the European Gypsum Industry (EUROGYPSUM) Tiles and Bricks of Europe (TBE) Business Advisory Group (of the European Platform on LCA) Invited Consultation Participants – II* * Involvement in consultation or agreement does not necessarily reflect endorsement

29 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Life Cycle Impact Assessment Advisory Group Developers of: CML 2001, Eco-indicator 99, EDIP97 and EDIP2003, EPS, Impact 2002+, LUCAS, ReCiPe, LIME, TRACI LCA Tool and Database Advisory Group Developers of: BREEAM, CMLCA, EcoSME, EDIP, EIME, GaBi, KCL-Eco, LCA- Evaluator, LCAit, LEGEP, MIPS, NLZ-Data, SimaPro, UMBERTO Invited Consultation Participants – III* * Involvement in consultation does not necessarily imply agreement or endorsement

30 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, ILCD Data Network (draft concept National DB ) Database Server Web Server LCA practitioners in industry, government, research, consultancy,... Synchronization SICV Brasil DBIndustry DB YResearch DB Z Search, sort, read,… Download, login, or order Synchronization or web-query Synchronization or web-query Synchronization or web-query Consultant DB V … … External DB descriptive META DATA DB full data sets PUBLIC Access managed Synchronisation or web-query

31 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Sistema Brasileiro de Inventarios do Ciclo de Vida – SICV Brasil SICV Brasil durante os últimos 4 anos: –articulou diversas instituições nacionais e internacionais, de ensino, pesquisa, governo e indústria; –Consolidou um acordo de cooperação internacional com a Comissão Européia; –utilização do formato padrão de intercâmbio de dados; –Desenvolveu metodologia de elaboração de inventários brasileiros; –Desenvolveu software de armazenamento de inventários brasileiros, que possibilita a organização e disseminação de informações sobre inventários, facilita e propicia ambiente web para coleta de dados sobre inventários do ciclo de vida seguros seguindo padrões assumidos pela união européia. A infraestrutura, quando implementada, favorecerá as iniciativas formais de certificação com base em ACV, que necessitam de um suporte de inventário da produção industrial confiável, que tenha credibilidade científica, técnica e informacional, com estrutura robusta e de acordo com normas e formatos recomendados pelos fóruns técnicos internacionais, observando-se as especificidades do Brasil. –Essa iniciativa concretiza um esforço que teve início em 2002, no âmbito das discussões no CB -38.

32 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Sistema Brasileiro de Inventarios do Ciclo de Vida – SICV Brasil

33 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Produtos de Refinaria fundamentais para a caracterização da Industria Brasileira Diesel ; Consumption mix, 500 ppm sulphur, at refinery Heavy fuel oil ; Consumption mix, at refinery Kerosene ; consumption mix, 2000 ppm sulphur, at refinery Gasoline ; consumption mix, at refinery Naphta ; consumption mix, at refinery Bitumen ; consumption mix, at refinery Petrol Coke ; consumption mix, at refinery Refinery Gas ; consumption mix, at refinery

34 ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires,

35 Workshop Internacional sobre Rotulagem Ambiental Avaliação do Ciclo de Vida e a Rotulagem Ambiental de Produtos MUITO OBRIGADO! Armando Caldeira-Pires Sistema Brasileiro de Inventarios do Ciclo de Vida, IBICT/MCT Universidade de Brasília Secretaria de Comercio Exterior-SECEX Ministerio de Desenvolvimento, Industria e Comercio-MDIC 04 /Dez/2009, Brasilia/DF


Carregar ppt "ACV-RotulagemAmbiental, SemIntMDIC Dez09 ©Armando Caldeira-Pires, Workshop Internacional sobre Rotulagem Ambiental Avaliação do Ciclo de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google