A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Arte na Idade Média Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Arte na Idade Média Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."— Transcrição da apresentação:

1 Arte na Idade Média Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

2

3 ARTE ROMÂNICA

4 A designação "Românico" é uma convenção do século XIX e significa "semelhante ao Romano”. Termo usado originalmente para a arquitetura se referia à semelhança entre as construções típicas italianas do século VIII ao século XIII na Europa cristã e as estruturas constituídas de abóbodas, grossos pilares e paredes maciças com aberturas estreitas dos antigos romanos.

5 PINTURA: Continuidade no modo de pintar desenvolvido anteriormente; A representação do espaço não é importante; A imagem deveria evangelizar; A temática é essencialmente bíblica; Gestos artificiais; Poses forçadas; Figuras amontoadas.

6 Iluminura São Paulo

7 Iluminura. São João Evangelista, do Evangelho do Abade Wedricus. 1147

8

9

10 Escultura A escultura do românico tem por objetivo artístico realizar a comunicação entre a igreja católica e o fiel; A escultura foi inserida no espaço arquitetônico como um elemento complementar, dedicando-se, principalmente, ao ensinamento de cenas bíblicas; Ao longo do caminho de peregrinação em direção a Santiago de Compostela, existem muitas esculturas em estilo românico.

11

12 Pilar central, porta oeste. Catedral de São Lázaro. Autun, França, Pedra.

13 Arquitetura Românica Abóbodas em substituição ao telhado das basílicas; Pilares maciços que sustentavam as paredes espessas; Aberturas raras e estreitas utilizadas como janelas; Torres que aparecem no cruzamento das naves ou nas fachadas; Arcos que são formados por 180 graus.

14 Igreja de Santa Maria de Ripoll, Gerona, Espanha

15 Igreja de San Martin de Tours (século XII), Frómista, Palência, Espanha.

16

17

18 ARTE GÓTICA

19 Arte Gótica A arte românica predominou até o início do século XII, quando surgiram as primeiras mudanças. De modo depreciativo, a nova arquitetura que surgiu foi chamada de gótica pelos estudiosos do Renascimento. Eles relacionaram o novo estilo aos “godos”, povo bárbaro que invadiu o Império Romano e causou grandes destruições. O estilo gótico na verdade foi um aprofundamento de elementos do românico, principalmente da verticalidade. O gótico teve origem no norte da França.

20 ESCULTURA Estavam ligadas a arquitetura, contudo, lentamente começaram a ter mais volume e independência; As formas se alongavam exageradamente para o alto, demonstrando verticalidade; As feições eram feitas de forma que o fiel podesse reconhecer facilmente a personagem representada; A escultura ilustrava os ensinamentos da igreja.

21 Catedral de Reims, fachada oeste, Pedra, tamanho acima do natural. Lado direito: Virgem Maria e Santa Isabel. Lado esquerdo: Virgem e anjo.

22 Claus Sluter O Poço de Moisés, Pedra. Altura 1,83, Dijon, França.

23 Pintura Gótica Desenvolveu-se nos séculos XII, XIV e no início do século XV; Apresentava temas religiosos; Procurou o realismo na representação dos seres que pintava; Apresentava personagens de corpos pouco volumosos, cobertos por muita roupa, com o olhar voltado para cima, em direção ao plano celeste.

24 Simone Martini A anunciação, Altar da catedral de Siena. Florença, Itália.

25 (Estilo Gótico Internacional) Irmãos Limbourg Abril, das Riquíssimas Horas do Duque de Berry Iluminura, Museu Condé, Chantilly.

26 Cimabue Madonna Entronada, tempera sobre madeira.

27 Arquitetura Gótica A arquitetura expressava a grandiosidade, a crença na existência de Deus, tudo se voltava para o alto, projetando-se na direção do céu, como por exemplo as pontas agulhadas das torres de algumas igrejas. A rosácea é um elemento arquitetônico muito característico do estilo gótico e está presente em quase todas as igrejas construídas entre os séculos XII e XIV. Outros elementos característicos da arquitetura gótica são os arcos góticos ou ogivais e os vitrais coloridos que filtram a luminosidade para o interior da igreja. As catedrais góticas mais conhecidas são: Catedral de Notre Dame de Paris e a Catedral de Notre Dame de Chartres.

28 Catedral de Chartres

29

30 Catedral de Burgos, Burgos, Espanha.

31 Notre-Dame, Paris, França.

32

33 A entrada da fachada oestePortal do Julgamento

34

35 Fachada sul do transepto

36

37 Moda na Idade Média

38 No início da Idade Média, as invasões bárbaras levaram ao isolamento e à vida nos feudos, desagregando as cidades e praticamente extinguindo o comércio em toda a Europa. As vestimentas passaram a ser produzidas artesanalmente, com fibras naturais e em cores cruas. A elite, formada pelos guerreiros e sacerdotes, se distinguia dos camponeses também através da vestimenta, que era colorida, normalmente vermelha ou verde. As roupas eram confeccionadas em casa, evoluindo de túnicas de comprimento até a altura dos joelhos, bordadas nas pontas e amarradas por cintos até ricas vestimentas com enfeites de brocado.

39 A partir do século X, com o final das invasões e o renascimento comercial e urbano, houve a formação das corporações de ofício, dentre elas as dos tecelões e dos tintureiros, aumentando a quantidade e a qualidade das roupas. Com o desenvolvimento das cidades e a reorganização da vida das cortes, a aproximação das pessoas na área urbana levou ao desejo de imitar. Enriquecidos pelo comércio, os burgueses passaram a copiar as roupas dos nobres. Ao tentarem variar suas roupas, para diferenciar-se dos burgueses, os nobres inventavam algo novo e assim por diante. Em termos de roupas, também podemos falar do românico e do gótico enquanto estilos.

40

41

42

43

44

45 Moda no período gótico No traje gótico, as pontas e a verticalidade também são marcantes. O chapéu pontudo das fadas de hoje, remete a este período. Neste período até os sapatos são pontudos simbolizando estatus e poder. Também era comum que as pessoas raspassem a cabeça para alongar a testa.

46

47

48 Inglaterra, séc. XII A cor azul era de difícil tingimento, o que fazia dessa roupa uma peça cara e impossível de ser usada pelas classes menos abastadas.

49

50


Carregar ppt "Arte na Idade Média Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google