A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINÁRIO DE LANÇAMENTO DO PROGRAMA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM ZONAS SEMIÁRIDAS NO NORDESTE DO BRASIL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINÁRIO DE LANÇAMENTO DO PROGRAMA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM ZONAS SEMIÁRIDAS NO NORDESTE DO BRASIL."— Transcrição da apresentação:

1

2 SEMINÁRIO DE LANÇAMENTO DO PROGRAMA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM ZONAS SEMIÁRIDAS NO NORDESTE DO BRASIL.

3 AS DINÂMICAS AGRÁRIAS DO NORDESTE E AS SUAS PROJEÇÕES NO SEMIÁRIDO. AS TRANSFORMAÇÕES POLÍTICO- INSTITUCIONAL, ECONÔMICAS E SOCIAIS. Maria de Nazareth Baudel Wanderley Salvador, 14 – 16 de setembro de 2011.

4 Desenvolvimento local = a consolidação de uma sociedade local, complexa (heterogênea, diversificada), animada e integrada.

5 Pressupostos 1. Não identifico o semiárido ao que alguns definem como “os grotões” da sociedade;

6 2. O mundo rural não é homogêneo. = Necessidade fazer escolhas e estabelecer prioridades.

7 3. O desenvolvimento não se confunde com crescimento econômico:

8 “Não há coincidência entre a localização destes municípios virtuosos e os chamados pólos dinâmicos das economias interioranas: não é necessariamente nos perímetros irrigados, nem nas regiões a que chegaram as indústrias petroquímicas, de calçados e têxteis que se encontram, nos anos 1990, os melhores indicadores”. (Ricardo Abramovay e Arilson Favareto)

9 Iniciativas públicas e privadas podem produzir efeitos negativos: 1.A concentração improdutiva da terra

10 2. A degradação dos recursos naturais

11 O caráter de “enclave econômico”

12 4. A reprodução da precariedade e da pobreza, através de empregos precários, mal pagos e extremamente penosos;

13 5. A imposição de um modelo de colono ou de um “colono modelo”: caricatura de empresário.

14 6. O esvaziamento do campo.

15 Um espaço vazio, sem vida, não pode gerar desenvolvimento.

16 Empresas ou iniciativas públicas que: - desperdicem a terra e os recursos naturais; - que se tornem vulneráveis diante das oscilações dos mercados internacionais, gerando crises cíclicas; de uma sociedade local desenvolvida.

17 - que reproduzam o trabalho degradado; - que desqualifiquem o agricultor;

18 não podem jamais ser aceitos como os fundamentos de um projeto de desenvolvimento rural sustentável, que resultem na consolidação de uma sociedade local desenvolvida.

19 O desenvolvimento rural sustentável tem como fundamento as Dinâmicas sociais que resultam da presença de comunidades rurais.

20 São as comunidades rurais, numerosas e diversificadas, que fazem do mundo rural, um espaço de vida e de trabalho.

21 Enfoque: Processos sociais capazes de gerar e reproduzir um mundo rural dinâmico: – que afirme suas particularidades do ponto de vista social, econômico, político e ambiental – que esteja plenamente integrado ao conjunto da sociedade brasileira.

22 Em que consiste um mundo rural dinâmico e integrado?

23 1.Um mundo rural dinâmico e integrado é um mundo rural povoado.

24 Uma cidade sem campo ou um campo sem gente significam uma profunda perda de vitalidade, para o conjunto da sociedade.

25 2. Um mundo rural dinâmico e integrado tem como base social uma comunidade de vida e de trabalho. Não um aglomerado qualquer, mas uma comunidade de proprietários.

26 3. No Brasil, a população rural é constituída, majoritariamente, por agricultores.

27 Centralidade da condição de produtor do habitante do campo.

28 Centralidade do estabelecimento familiar para a configuração do “sistema de atividades” organizado a partir da família.

29 4. Desenvolver o mundo rural não pode visar nem ter como resultado a destruição da cultura camponesa e sua substituição por formas de produzir que são completamente estranhas à população local.

30 Tradição inovadora!

31 5. Um mundo rural dinâmico está profundamente integrado à dinâmica municipal e regional.

32 Vencer o isolamento não pelo êxodo, mas pelo acesso.

33 Mundo rural fadado a desaparecer? Muitas vezes próprios os defensores do “desenvolvimento” são os portadores desta “profecia que se auto cumpre”. Morte morrida ou morte matada!

34 Uma outra integração: 1. Reconhecimento do princípio da solidariedade entre o campo e a cidade;

35 2. Valorização das relações de proximidade

36 O mundo rural, como um espaço de vida e de trabalho, está em intenso processo de comunicação com o conjunto da sociedade.

37 O habitante do campo pode, assim, ampliar a dimensão do seu “vivido”, para além da área propriamente rural e se tornar, no campo, um cidadão brasileiro.

38 Três questões para o conhecimento: 1.Que tecnologias para o camponês (Exemplos da EMBRAPA-SEMIÁRIDO)

39 2. O camponês: como faz e por que faz?

40 3. O camponês: como pensa?


Carregar ppt "SEMINÁRIO DE LANÇAMENTO DO PROGRAMA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM ZONAS SEMIÁRIDAS NO NORDESTE DO BRASIL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google