A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 4 Platão e o mundo das Ideias. Introdução Falaremos agora sobre um sujeito de ombros largos que, entre tantas obras, veio a inspirar gente desde.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 4 Platão e o mundo das Ideias. Introdução Falaremos agora sobre um sujeito de ombros largos que, entre tantas obras, veio a inspirar gente desde."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 4 Platão e o mundo das Ideias

2 Introdução Falaremos agora sobre um sujeito de ombros largos que, entre tantas obras, veio a inspirar gente desde políticos a cineastas. O bom e velho Arístocles, mais conhecido como Platão. Atenas 428 aC – 348 aC Atenas

3 Sobre o homem Maior discípulo de Sócrates, o qual vem a ser personagens de suas obras. Funda a Academia em 388 a.C., primeira instituição de Ensino de Filosofia da história. Platão foi o primeiro filósofo cuja obra foi quase toda preservada. Também é dele o primeiro sistema filosófico escrito que se conhece.

4 As fases de Platão Período de juventude: Laques, Íon, Hípias Maior, Hípias Menor, Protágoras, Apologia de Sócrates – diálogos aporéticos. Período de transição Górgias, Mênon - Surgem os temas propriamente platônicos (conhecimento por reminiscência, exemplaridade da matemática) Diálogos de maturidade Fédon, República, Banquete, Fedro – surgem os principais temas de Platão como a imortalidade da Alma, princípios do bom Estado e meios de atingir o conhecimento das formas. Diálogos de velhice Teeteto, Parmênides, Sofista, Político, Timeu – ontologia das formas, nova teoria do Estado. Sócrates perde o papel central.

5 Platão e a Teoria do Conhecimento Uma questão que ocupa os filósofos gregos é aquela sobre como se dá o conhecimento sobre as coisas. Para estes filósofos, perguntar sobre o conhecimento é querer responder à questão: como podemos saber o que algo é? De outro modo, os pensadores como Platão preocupam-se em saber como podemos definir de modo exato os objetos do mundo. Façamos um exercício: Pensemos numa caneta. O que define esta caneta? Será que o que define esta caneta pode definir o que toda caneta é? Como podemos definir todas as canetas do mundo?

6 O que significa definir algo? Definir é buscar aquilo que algo tem de próprio (que o distingue de todas as outras coisas). Não se trata de apenas estabelecer nomes ou dispor exemplos, mas de encontrar aquilo que expressa de forma universal e de modo racional o que algo é. O conjunto de propriedades que define um objeto é sua essência (do grego eidos), que descreve a forma geral do que se pretende definir. Pense só: como definir um triângulo? Será que um desenho (uma representação) do triângulo basta?

7 Podemos então dizer que os interesses mais gerais da Teoria do Conhecimento de Platão são: (i) estabelecer uma compreensão unificada e racional dos fenômenos e (ii) buscar os fundamentos de uma definição. Para Platão a busca da definição exata de algo aproxima-se da tarefa de um matemático. O caminho para encontrar a definição das coisas está na busca pela IDEIA (ou FORMA) dessas coisas. A teoria das ideias de Platão Para compreender o que Platão quer dizer sobre o conhecimento precisamos olhar para o mundo das ideias. Uma boa história para começarmos é contada num livro do próprio Platão, A República: o conhecido mito da caverna. Acesse o mito em diferentes versões: 06/filosofia-1o-ano-aula-4-platao-e-o- mundo-das-ideias/

8 A teoria das ideias de Platão RAZÃO CONHECIMENTO IDEIAS Fixas Imutáveis OBJETOS Transitórios Mutáveis ProtótipoRetrato Participação Presença Reminiscência (anamnese) Percepção sensorial (empiria)


Carregar ppt "Aula 4 Platão e o mundo das Ideias. Introdução Falaremos agora sobre um sujeito de ombros largos que, entre tantas obras, veio a inspirar gente desde."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google