A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PONTUAÇÃO Professora: Sandra Mary Foppa Graduada em Língua Portuguesa Língua Espanhola Literaturas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PONTUAÇÃO Professora: Sandra Mary Foppa Graduada em Língua Portuguesa Língua Espanhola Literaturas."— Transcrição da apresentação:

1 PONTUAÇÃO Professora: Sandra Mary Foppa Graduada em Língua Portuguesa Língua Espanhola Literaturas

2 É claro que existem normas fixas de gramática relativas à pontuação. A essas, entretanto, deve-se acrescentar a criatividade ou a intuição do redator. Observe-se, por exemplo, estes versos de um poeta apaixonado por uma moça chamada Soledade:

3  “Se obedecer à razão, digo que amo Soledade. Não a Rosa, cuja bondade ser humano não teria. Não aspiro à mão de Íria, que não é linda beldade.”  “Se obedecer à razão, digo que amo Soledade? Não. A Rosa, cuja bondade ser humano não teria. Não aspiro à mão de Íria, que não é linda beldade.”  “Se obedecer à razão, digo que amo Soledade? Não. A Rosa, cuja bondade ser humano não teria? Não. Aspiro à mão de Íria, que não é linda beldade.”  “Se obedecer à razão, digo que amo Soledade? Não! A Rosa, cuja bondade ser humano não teria? Não! Aspiro à mão de Íria? Quê!? Não é linda beldade.”

4 Uso da Vírgula “,” a) A vírgula separa termos da mesma função: Escolheram um garoto propaganda feio, atrapalhado e carente. b) A vírgula separa o predicativo dos núcleos a que se refere. Preocupado, o professor convocou uma reunião. c) A vírgula separa o adjunto adverbial deslocado do seu lugar normal. Hoje, nos Estados Unidos, mais da metade das mulheres trabalha.

5 d) Quando se coloca o objeto no início da oração para repeti-lo, usa-se vírgula. A mim, tudo me parecia absurdo. e) Quando se desloca, do início da oração, a conjunção adversativa ou conclusiva, usam-se vírgulas. Já foi decidido seu afastamento; não há, portanto, o que reclamar. f) A vírgula separa o Aposto e o Vocativo do resto da oração. Plínio, o filho do primeiro casamento, decidiu que moraria com o pai.

6 g) A vírgula substitui um verbo subentendido. Dizem que os homens decidem com o cérebro; as mulheres, com o coração. h) A vírgula separa termos ou expressões intercaladas que servem para resumir, incluir, excluir, retificar, exemplificar. Esse caso, por exemplo, pode ser resolvido rapidamente. i) A vírgula separa Orações Coordenadas (exceto as iniciadas por e) Houve algumas resistências, mas as colônias serão devolvidas.

7 j) A vírgula separa da principal as Orações Subordinadas Adjetivas Explicativas. Ronaldo, que hoje tem 34 anos, mudou muito. l) A vírgula separa Orações Subordinadas Adverbiais que antecedem a oração principal. Se não houver empenho de todos, não se encontrará uma solução. m) A vírgula separa Orações Intercaladas. A democracia, embora ainda seja imperfeita, é o melhor sistema de governo.

8 Vírgula antes do “e” a) Quando o “e” tem sentido de “mas” Não estudou, e sabia tudo. b) Se o sujeito da oração iniciada pelo “e” for diferente do da outra oração. Ela chegou, e Renato fingiu não vê-la. c) Se repetir a conjunção “e”. Falou, e repetiu, e gritou, e chorou.

9 Uso dos dois Pontos “:” a) Para introduzir uma fala, citação: A manchete estampava: “A cantora morreu!” b) Para anunciar uma enumeração: São três os suspeitos: o pai, a madrasta e o porteiro. c) Para anunciar um esclarecimento ou explicação: Ele é impaciente: não sabe ouvir. d) Para introduzir exemplo(s):... um monossílabo tônico: pé e) Para produzir discurso direto:... e o pai, desconfiado disse: - Filha, onde você passou a noite?

10 Usa-se Ponto e Vírgula “;” a) Separar orações que tenham vírgula(s) em seu interior: Ela agia correto; ele, errado. b) Separar itens de uma enumeração: O numeral pode: Indicar uma quantidade; Denotar posição numa seqüência; Determinar número de vezes. c) Para enfatizar idéias adversativas ou conclusivas: Sofre; mas não chorou.

11 As Reticências “...” são usadas para: a) Indicar suspensão de uma idéia: Eu e ele estávamos indo... Mas, me diga primeiro, como você chegou até aqui? b) Denotar interrupção ou interrupções da fala para conotar hesitação, timidez: É verdade que... que estava... estava lá, sim. c) Denotar interferência da fala de um personagem na de outro: - Mariana me disse... Deixe isso prá lá!

12 d) Realçar a expressão que segue: Ela é uma grande... cilada! e) Suprimir trechos de uma citação: “Ouviram do Ipiranga... retumbante”.

13 Travessão, aspas duplas e aspas simples I. “Eu sofria já o começo da velhice – esta vida era só o demoramento.” (Guimarães Rosa) II. “Achei especial o jeito de João Conciz vir, ansiado cauteloso. Ação em que qualquer um anda – nestas semelhantes ocasiões – só encostado nas paredes – ‘Você fica aqui, mais você, e você... Você dessa banda.... Você ali, você aí acolá...’ – arrumação ele ordenava.” ( Guimarães Rosa) III. – “Seu peito ele recordava, era branco, firme, polido – um marfim.” (Cecília Meireles)

14 Também são sinais de pontuação: Ponto Final “.” Ponto de Interrogação “?” Ponto de Exclamação “!” Parênteses “( )”


Carregar ppt "PONTUAÇÃO Professora: Sandra Mary Foppa Graduada em Língua Portuguesa Língua Espanhola Literaturas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google