A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Metodologia Científica Prof. Marcel Dupret Fatec Osasco Jan/2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Metodologia Científica Prof. Marcel Dupret Fatec Osasco Jan/2014."— Transcrição da apresentação:

1 Metodologia Científica Prof. Marcel Dupret Fatec Osasco Jan/2014

2  Definição de conhecimento  Tipos de conhecimento  Definição de ciência  Evolução da ciência  Métodos científicos

3  Reunião de informações.  Constitui o entendimento, a averiguação e a interpretação sobre a realidade.  Formado pela imaginação, interpretação, observação, ensinamento, dentre outras formas.  Em constante evolução pelas diferentes necessidades.  Vários tipos: senso comum, filosófico, religioso, científico, etc.

4  Também chamado de conhecimento comum, ordinário ou empírico.  Baseado em experiências vivenciadas ou transmitidas.  Características espontaneidade subjetividade linguagem vaga assistemático

5  Caracterizado pelo esforço da razão pura para questionar os problemas humanos e poder discernir entre o certo e o errado, unicamente recorrendo às luzes da própria razão humana.  Consiste em hipóteses.  Sistemático  Infalível  Exato

6  Apoiado em doutrinas reveladas.  Verdades infalíveis e indiscutíveis.  Sem necessidades de provas.  Sistemático.  Exato.

7  Caracteriza-se pele estudo metódico e sistemático dos fatos da realidade.  Exige demonstrações, submete-se à comprovação e aos testes de hipóteses.  Define limites de validade.  Cria princípios e leis que explicam a natureza.  Conhecimento científico é um produto resultante da investigação dos fatos.

8  Racionalidade: sistematização coerente do conhecimento (leis e teorias).  Objetividade: definições claras de enunciados, hipóteses e teorias, que passam por avaliação crítica.  Linguagem específica: sentido único, universal e consensual.  Validade: limites onde as teorias são válidas, proporciona condições de testes.

9  Método de pesquisa baseado na faculdade racional do ser humano e na comprovação experimental do fato pesquisado.  Formal (lógica e matemática)  Factual natural (física, química, biologia, etc) social (sociologia, psicologia, política, economia, etc)

10  Três grandes períodos: Ciência Antiga (VIII aC até XVI), Ciência Moderna (XVII até XIX) e Ciência Contemporânea (XX até hoje).

11  Também conhecida como ciência grega  Busca do saber e compreensão da natureza das coisas e do homem  Conhecimento científico era desenvolvido pela filosofia  Grandes expoentes: Aristóteles e Platão  Conhecimento era demonstrado com certo e necessário através de argumentos lógicos.

12  Introduzida a experimentação científica.  Exigência de métodos precisos e quantitativos para investigação (empirismo).  Grandes expoentes: Galileu e Newton  Rompimento entre crença religiosa e ciência.  Iluminismo: saber racional, observa-se a natureza, cria-se uma teoria e testa-se com experimentos.  Criação do método científico.

13  Características: Empirismo (tentativa e erro, hipóteses) Objetividade (desmistificação, sem intervenção) Experimentação (teste de hipóteses) Validade (condições) Determinismo (previsões)

14  Complexidade dos fenômenos.  Mutabilidade e instabilidade dos eventos naturais.  Probabilidade ao invés de determinismo.  Grandes expoentes: Einstein  Por maior que seja o número de provas acumuladas em favor de uma teoria, ela jamais poderá ser aceita como definitivamente confirmada.

15  Necessidade de o homem ter procedimentos e caminhos seguros para a produzir conhecimento verdadeiro e de ter critérios que garantam a possibilidade de distinguir entre o conhecimento verdadeiro e o falso.  Submeter um fato à experimentação em condições de controle e apreciá-lo coerentemente, com critérios de rigor, mensurando a constância das incidências e suas exceções.

16  Método: caminho para chegar a um fim ou pelo qual se atinge um objetivo. É um plano de ação, relacionado à estratégia  Metodologia: procedimentos e regras utilizadas por determinado método.  Método científico implica a forma adequada do proceder quanto à reflexão, à indagação, à interpretação e à explicação

17  Indução é um processo mental pelo qual, partindo de dados ou observações particulares podemos chegar a proposições gerais ou universais.  Exemplo: observei que o cachorro de meu vizinho tem quatro patas, observei que outros cachorros existentes em meu bairro também têm quatro patas, observei, ainda, que todos os cachorros que eu já vi têm quatro patas. Assim, pela lógica indutiva, posso afirmar que todos os cachorros têm quatro patas.

18  3 etapas: observamos os fatos ou fenômenos e os analisamos com o objetivo de descobrir as causas de sua manifestação. procuramos, por intermédio da comparação, aproximar os fatos ou fenômenos, com a finalidade de descobrir a relação existente entre eles. generalizamos a relação encontrada entre os fenômenos e fatos semelhantes.

19  Indução está relacionada com a regularidade.  A contestação feita à indução se refere ao fato de não se poderem observar todos os fenômenos ou coisas, para deles fazer surgir uma explicação.

20  Dedução é a forma de raciocínio que parte de uma proposição geral para verificar seu valor por meio de dados particulares.  Exemplo: Todo mamífero tem um coração. Todos os gatos são mamíferos. Logo, todos os gatos têm um coração.  No raciocínio dedutivo, se todas as premissas são verdadeiras, a conclusão deve ser verdadeira.

21  No raciocínio dedutivo, toda informação ou conteúdo factual da conclusão já estava, pelo menos implicitamente, nas premissas.  Exemplos: A média mínima para aprovação é 6,0. A média de Astrogildo foi superior a 6,0. Portanto, Astrogildo será aprovado.  Se a água atingir a temperatura de 100ºC, então ela ferve. A água não ferveu. Então, á água não atingiu a temperatura de 100ºC.

22  Problema: toda investigação tem origem em algum problema teórico/prático, que dirá o que é relevante ou não para ser observado, determinando os dados que devem ser selecionados. A seleção dos dados exige uma hipótese, conjectura e/ou suposição, que servirá de conduta ao pesquisador.  Hipóteses: também chamadas de conjecturas, são soluções propostas passíveis de teste, direto ou indireto.

23  Teste das hipóteses: planejamento e realização das operações para por à prova as predições, a partir tanto das observações, medições, experimentações quanto das demais operações instrumentais.  Conclusões: correspondem à adição ou introdução novos elementos às teorias existentes, é o contraste dos resultados da prova com as consequências deduzidas do modelo teórico.

24  Contradição inerente a cada fenômeno.  Geralmente utilizado nas ciências humanas.  Para conhecer realmente um objeto, na perspectiva dialética, é preciso estudá-lo em todos os seus aspectos, em todas as suas relações e todas as suas conexões.


Carregar ppt "Metodologia Científica Prof. Marcel Dupret Fatec Osasco Jan/2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google