A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pensamento científico: Uma Visão Geral Unidade 2 Criando trabalhos acadêmicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pensamento científico: Uma Visão Geral Unidade 2 Criando trabalhos acadêmicos."— Transcrição da apresentação:

1 Pensamento científico: Uma Visão Geral Unidade 2 Criando trabalhos acadêmicos

2 As diferenças entre senso crítico e o senso comum As pessoas que não estão habituadas as pesquisas e com métodos científicos, utilizam o “senso comum”, para emitir opiniões sobre fatos, através de informações ou experiências casuais. As pessoas que não estão habituadas as pesquisas e com métodos científicos, utilizam o “senso comum”, para emitir opiniões sobre fatos, através de informações ou experiências casuais. Porém os cientistas buscam a verdade através do “senso crítico”, na medida que procura evidenciar as causas e a lógica de suas ocorrências. Porém os cientistas buscam a verdade através do “senso crítico”, na medida que procura evidenciar as causas e a lógica de suas ocorrências.

3 MÉTODOS DE APLICAÇÃO DA PRÁTICA Método histórico remete aos pesquisadores o resgate das raízes daquilo que pretende pesquisar, por exemplo, a vida, as instituições. Método histórico remete aos pesquisadores o resgate das raízes daquilo que pretende pesquisar, por exemplo, a vida, as instituições. Método comparativo, com a finalidade de reconhecer semelhanças ou diferenças, ex: confrontar 2 histórias, e ver em cada uma delas, se o mesmo fenômeno evoluiu, no tempo e em função das mesmas condições. Método comparativo, com a finalidade de reconhecer semelhanças ou diferenças, ex: confrontar 2 histórias, e ver em cada uma delas, se o mesmo fenômeno evoluiu, no tempo e em função das mesmas condições. Método do estudo de caso, é definido como um estudo profundo, amplo, detalhado, e justificável (verdadeiro). Ex: Estudo do financeiro de uma empresa Método do estudo de caso, é definido como um estudo profundo, amplo, detalhado, e justificável (verdadeiro). Ex: Estudo do financeiro de uma empresa

4 MÉTODOS DE APLICAÇÃO DA PRÁTICA Método estatístico ou matemático, dados manipulados estatisticamente, característico de frieza e credibilidade dos números, ex: pesquisa política, que poderá sofrer alterações pois somos imprevisíveis. Método estatístico ou matemático, dados manipulados estatisticamente, característico de frieza e credibilidade dos números, ex: pesquisa política, que poderá sofrer alterações pois somos imprevisíveis. Etnografia Etnografia [...] é o estudo de pessoas e de grupos, em primeira mão, durante um período de tempo, que utiliza a observação participante ou entrevistas para desvendar o comportamento social. (GIDDENS 2004, p. 514) [...] é o estudo de pessoas e de grupos, em primeira mão, durante um período de tempo, que utiliza a observação participante ou entrevistas para desvendar o comportamento social. (GIDDENS 2004, p. 514)

5 A diversidade de trabalhos acadêmicos TIPOS : TIPOS : 1.Trabalhos de graduação: Iniciação científica, devendo ser apresentados dentro de uma sistemática e raciocínio científico, assimilando um conteúdo específico. 2.Trabalhos de final de curso ou Trabalho de conclusão de curso(TCC): Reflexão sobre determinados temas, e transpor idéias para o papel na forma de pesquisa ou relatório.

6 A diversidade de trabalhos acadêmicos TIPOS : TIPOS : 3.Monografia ( especialização ), parecida com trabalho de final de curso, apenas para obter título de especialista em curso de pós- graduação. 4.Dissertações: direcionada para pós-graduação, é uma reflexão sobre determinado assunto, sobre idéias expostas de maneira ordenadas e fundamentadas. 5.Tese: Usada para mestrado, para expor algo novo e inédito naquele campo do conhecimento.

7 A diversidade de trabalhos acadêmicos TIPOS : TIPOS : 6.Artigos periódicos e eventos científicos: Busca idéias novas ao público interessado, através de estudos realizados. Aqui lembramos do paper, muito comum aos artigos, que é adotado na UNIASSELVI. 7.Comunicação científica: Baseada em um relato público, apresentação do que o pesquisador concluiu até aquele momento da sua pesquisa, porém de uma forma objetiva.

8 Elementos constitutivos dos Trabalhos Acadêmicos PARTE EXTERNACAPA PARTE INTERNA Elementos Pr é -TextuaisCapa;Folha de Rosto;Folha de apresenta ç ão Dedicat ó ria(s) (Opcional);Agradecimentos(s) ( Opcional) Resumo em l í ngua vern á cula;Resumo em l í ngua estrangeira Lista de ilustra ç ões(opcional);Lista de tabelas (opcional) Lista de abreviaturas e siglas(opcional);Sum á rio Elementos Textuais Introdu ç ão Desenvolvimento Conclusão ou Considera ç ões Finais Elementos P ó s-Textuais Referências Apêndice(s) (opcional) Anexo(s) (opcional) Í ndice(s) (opcional) Fonte: Elaborado pelos autores

9 Elementos constitutivos dos Trabalhos Acadêmicos ELEMENTOS PRÉ - TEXTUAIS: ELEMENTOS PRÉ - TEXTUAIS: Capa;Folha de Rosto;Folha de apresentação; Dedicatória(s) (Opcional); Capa;Folha de Rosto;Folha de apresentação; Dedicatória(s) (Opcional); Agradecimentos(s) (Opcional); Resumo em língua vernácula;Resumo em língua estrangeira; Agradecimentos(s) (Opcional); Resumo em língua vernácula;Resumo em língua estrangeira; Lista de ilustrações(opcional);Lista de tabelas (opcional); Lista de abreviaturas e siglas(opcional);Sumário. Lista de ilustrações(opcional);Lista de tabelas (opcional); Lista de abreviaturas e siglas(opcional);Sumário.

10 Elementos constitutivos dos Trabalhos Acadêmicos ELEMENTOS TEXTUAIS: ELEMENTOS TEXTUAIS: Introdução: As razões da pesquisa de tal tema, idéias centrais do trabalho. Justificativa do tema e o objetivo da pesquisa. Introdução: As razões da pesquisa de tal tema, idéias centrais do trabalho. Justificativa do tema e o objetivo da pesquisa. Desenvolvimento: Revisão literária, permite ao leitor conhecer o tema, o que tem sido comentado em torno do assunto ( livros, periódicos, internet). Momento de elaboração do texto. Desenvolvimento: Revisão literária, permite ao leitor conhecer o tema, o que tem sido comentado em torno do assunto ( livros, periódicos, internet). Momento de elaboração do texto. Conclusão ou considerações finais: Resumo sintetizado da argumentação desenvolvida no corpo do trabalho. Conclusão ou considerações finais: Resumo sintetizado da argumentação desenvolvida no corpo do trabalho.

11 ELEMENTOS PÓS – TEXTUAIS Referências – bibliográficas e eletrônicas, utiliza-se ABNT, para normatizar as referências apontados durante o trabalho.(unidade 3, mais detalhes) Apêndices – documentos auxiliares, como:tabelas, entrevistas, formulários,elaborado pelo autor. Anexos – não elaborado pelo autor, tais como: tabelas, gráficos, organogramas Elementos constitutivos dos Trabalhos Acadêmicos

12 Orientações para digitação: fonte texto times new roman, 12; fonte texto times new roman, 12; 3cm na margem superior e 3cm margem da esquerda, 2cm margem inferior e 2cm margem direita; 3cm na margem superior e 3cm margem da esquerda, 2cm margem inferior e 2cm margem direita; espaçamento de linha 1,5; espaçamento de linha 1,5; títulos separados dos textos por 1,5cm entre linhas; títulos separados dos textos por 1,5cm entre linhas; folhas numeradas a partir da folha de rosto; folhas numeradas a partir da folha de rosto; citações e notas de rodapé com fonte 10. citações e notas de rodapé com fonte 10. as referências apontados durante o trabalho. Apêndices – docEumentos auxiliares, como:tabelas, entrevistas, formulários,elaborado pelo autor. Anexos – não elaborado pelo autor, tais como: tabelas, gráficos, organogramas Uniformização Gráfica de trabalhos acadêmicos

13 Para poder publicar os resultados dos seus trabalhos, terá que adequá-los ao formato paper, adotado aqui na UNIASSELVI. Para poder publicar os resultados dos seus trabalhos, terá que adequá-los ao formato paper, adotado aqui na UNIASSELVI. O PAPER Similar ao artigo científico, iremos nos familiarizar a este tipo de publicação, a seguir as orientações para configuração do paper Geralmente apresentam de seis a doze páginas...

14 ARTIGO E PAPER SÃO SIMILARES O PAPER Segundo Lakatos e Marconi(1991) em relação as características dos artigos: a – não se constituem em matéria de um livro; b – são publicadas em pesquisas e periódicos especializados; c – permitem ao leitor, por serem completos, repetir a experiência. Podendo ser artigo original ou de revisão, ambos analisam e discutem informações, o primeiro temas próprios e o segundo informações já publicadas Podendo ser artigo original ou de revisão, ambos analisam e discutem informações, o primeiro temas próprios e o segundo informações já publicadas

15 O PAPER PAPER apresenta o formato gráfico do ARTIGO, é o fato de comunicar, além de resultados de pesquisa, idéias, de maneira clara e objetiva, ou ainda refletir a análise de um determinado tema. PAPER apresenta o formato gráfico do ARTIGO, é o fato de comunicar, além de resultados de pesquisa, idéias, de maneira clara e objetiva, ou ainda refletir a análise de um determinado tema. A escolha do assunto deve fazer com que o autor se sinta realizado ao escrever sobre ele. A escolha do assunto deve fazer com que o autor se sinta realizado ao escrever sobre ele. ARTIGO E PAPER SÃO SIMILARES

16 O PAPER O paper não é (ROTH,1994,P.4): O paper não é (ROTH,1994,P.4): (a) um resumo de um artigo ou livro(ou outra fonte); (a) um resumo de um artigo ou livro(ou outra fonte); (b)idéias de outras pessoas,repetidas não criticamente; (b)idéias de outras pessoas,repetidas não criticamente; (c)uma série de citações,não importa se habitualmente postas juntas; (c)uma série de citações,não importa se habitualmente postas juntas; (d) opinião pessoal não evidenciada,não demonstrada; (d) opinião pessoal não evidenciada,não demonstrada; (e) cópia do trabalho de outra pessoa sem reconhecê-la, quer o trabalho seja ou não publicado,profissional ou amados: ISTO É PLÁGIO (e) cópia do trabalho de outra pessoa sem reconhecê-la, quer o trabalho seja ou não publicado,profissional ou amados: ISTO É PLÁGIO

17 O PAPER exemplo_paper_2010.doc

18 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER,pag.168 ELEMENTOS PRÉ – TEXTUAIS: 1- Cabeçalho: a) Título deve ser claro e preciso, a fim de identificar o conteúdo do paper. b) Subtítulo é opcional c) Nome do(s) autor(s)inserido após o título e subtítulo(quando houver) d)Instituição, curso/habilitação e disciplina: inseridos após a indicação da autoria,ex: Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI e) Data: inserida na última linha do cabeçalho,no formato dd/mm/aa

19 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS PRÉ – TEXTUAIS: 2- Resumo: Elemento essencial, em um único parágrafo, destacando os pontos mais relevantes do trabalho, no máximo 15 linhas ou 150 palavras. Elemento essencial, em um único parágrafo, destacando os pontos mais relevantes do trabalho, no máximo 15 linhas ou 150 palavras. Divide-se em fragmentos de 1 a 5 : 1- O assunto tratado; 2 – O objetivo do trabalho; 3 – método; 4- resultados e 5- conclusão.

20 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS PRÉ – TEXTUAIS: 3- Palavra chave: Palavras e expressões que representam o assunto abordado no artigo. São 3 palavras separadas entre si. Palavras e expressões que representam o assunto abordado no artigo. São 3 palavras separadas entre si.

21 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 1 - Introdução: Delimitação do assunto, objetivos, justificativa e outros elementos necessários(metodologia adotada na pesquisa). No último parágrafo deve mostrar para o leitor a estrutura do artigo,ex: Inicialmente se abordará... ou Primeiramente Desenvolvimento: Uso de livros, revistas, e identificar seus autores, obra, para incluir nas referências. Fundamentação teórica( citações), procedimentos metodológicos(métodos, população) resultados e discussão(gráficos, tabelas) Fundamentação teórica( citações), procedimentos metodológicos(métodos, população) resultados e discussão(gráficos, tabelas)

22 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 2.1 – Citações: São informações extraídas de outras fontes, ou seja, não elaboradas pelos acadêmicos e sim por autores, caso não identificarmos as nossas fontes, estaremos cometendo plágio. Fundamentação teórica precisa de citações, Fundamentação teórica precisa de citações, EX: EX: As citações “[...]se revelam úteis para sustentar o que se afirma pelo autor no decorrer do seu raciocínio”(OLIVEIRA NETTO, 2006,p. 112). As citações “[...]se revelam úteis para sustentar o que se afirma pelo autor no decorrer do seu raciocínio”(OLIVEIRA NETTO, 2006,p. 112).

23 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 2.1 – Citações podem ser LONGAS = Mais de 3 linhas, formato bloco, as letras estarão em times new roman 10, espaçamento normal entre linhas, recuo de 4cm da esquerda. LONGAS = Mais de 3 linhas, formato bloco, as letras estarão em times new roman 10, espaçamento normal entre linhas, recuo de 4cm da esquerda. CURTAS = Com até 3 linhas, recebem aspas no início e no fim, como a citada anteriormente, a letra continua no mesmo tamanho do restante do texto, times new roman, 12; espaçamento de 1,5 entre linhas. CURTAS = Com até 3 linhas, recebem aspas no início e no fim, como a citada anteriormente, a letra continua no mesmo tamanho do restante do texto, times new roman, 12; espaçamento de 1,5 entre linhas. exemplo de citação.doc exemplo de citação.docexemplo de citação.docexemplo de citação.doc

24 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 2.2- Figuras Complementam e ajudam a ilustrar o trabalho, Ex: FIGURA 12 ( em que 12 representa o número da Figura), no centro e acima da figura.Logo abaixo da figura, indica-se a fonte, devendo aparecer a expressão FONTE: Complementam e ajudam a ilustrar o trabalho, Ex: FIGURA 12 ( em que 12 representa o número da Figura), no centro e acima da figura.Logo abaixo da figura, indica-se a fonte, devendo aparecer a expressão FONTE: 2.3 – Gráficos Semelhante as figuras, os gráficos facilitam a compreensão dos dados numéricos, em função da apresentação(cores, linhas) Semelhante as figuras, os gráficos facilitam a compreensão dos dados numéricos, em função da apresentação(cores, linhas)

25 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, 2.4- Tabelas 2.4- Tabelas Da mesma forma das figuras, gráficos e quadros, as tabelas são representações numéricas de dados quantitativos, sempre obedecendo as normas ABNT. Para apresentar corretamente as tabelas ao longo do paper: Da mesma forma das figuras, gráficos e quadros, as tabelas são representações numéricas de dados quantitativos, sempre obedecendo as normas ABNT. Para apresentar corretamente as tabelas ao longo do paper: a)As tabelas devem conter número independente b)Na parte superior da tabela deve haver: TABELA 1, em que 1 é o número da ordem do texto, e se separa o título por hífen da palavra TABELA. c)No rodapé deve indicar a fonte, assim: FONTE:

26 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 2.5 Quadros 2.5 Quadros Assim como gráficos, tabelas e figuras, podemos inserir quadros.Quadros e tabelas são semelhantes, com tudo é um conjunto de palavras, dispostas em linhas e colunas, com ou sem indicações de dados numéricos. Assim como gráficos, tabelas e figuras, podemos inserir quadros.Quadros e tabelas são semelhantes, com tudo é um conjunto de palavras, dispostas em linhas e colunas, com ou sem indicações de dados numéricos. 2.6– Notas de Rodapé Indicar a fonte de onde é tirada a citação Indicar a fonte de onde é tirada a citação Inserir reflexões e acréscimos pertinentes Inserir reflexões e acréscimos pertinentes Definir conceitos e termos utilizados no texto Definir conceitos e termos utilizados no texto

27 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, ELEMENTOS TEXTUAIS: 2.7 – Títulos de seções SE Ç ÃO EXEMPLO FORMATA Ç ÃO Prim á rias1 INTRODU Ç ÃOMai ú sculas, em negrito, alinhadas à 2 MERCADO COMPETITIVOesquerda 3 NETWORKING 4 A CONSTRU Ç ÃO DA MARCA 5 CONHECENDO O MARKETING PESSOAL Secund á rias 5.1 PRODUTO Mai ú sculas, sem negrito, 5.2 PRE Ç Oalinhadas à esquerda 5.3 PROMO Ç ÃO 5.4 PONTO DE DISTRIBUI Ç ÃO Terci á rias,5.4.1 Crit é rios para avalia ç ãoApenas a primeira letra em mai ú sculas, quatern á rias, alinhadas à esquerda quin á rias …

28 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER, CONFIGURAÇÕES FINAIS Apresentações das conclusões, contribuições de seu trabalho e sugestões para estudos futuros. Apresentações das conclusões, contribuições de seu trabalho e sugestões para estudos futuros.

29 O PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER A ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PAPER ELEMENTOS PÓS - TEXTUAIS: 1 – Referências: Apresenta-se em todos os documentos consultados para o paper. Cada documento (livro, artigo de livro, sites ou artigos on-line) 2 – Apêndice e anexos: Funcionam como materiais suplementares, afim de complementar sua argumentação.


Carregar ppt "Pensamento científico: Uma Visão Geral Unidade 2 Criando trabalhos acadêmicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google