A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRIMEIRA E SEGUNDA CARTAS À COMUNIDADE CRISTÃ DE TESSALÔNICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRIMEIRA E SEGUNDA CARTAS À COMUNIDADE CRISTÃ DE TESSALÔNICA."— Transcrição da apresentação:

1

2 PRIMEIRA E SEGUNDA CARTAS À COMUNIDADE CRISTÃ DE TESSALÔNICA

3 CARTAS PAULINAS AUTÊNTICAS 1 Tessalonicenses : ano 51 da era cristã. Escrita em Corinto por Paulo, Timóteo e Silvano (1 Ts 1,1) 1 Coríntios : entre 54 e 56 e.C. Escrita em Éfeso por Paulo e Sóstenes (1 Cor 1,1). Áquila e Priscila (1 Cor 16,19) Gálatas : escrita entre 54 e 56 e.C, em Éfeso por Paulo e os irmãos (Gl 1,2).

4 Filipenses : escrita entre 54 e 46 e.C., em Éfeso, por Paulo e Timóteo (Fl 1,1). Filemon e comunidade : escrita entre 54 e 56 e.C. em Éfeso por Paulo e Timóteo (Fm1). 2 Coríntios : escrita entre 55 e 56, em Éfeso e Macedônia, por Paulo e Timóteo (2 Cor 1,1). Romanos : escrita em 56 e.C., em Corinto, por Paulo e equipe (Rm 16,21-23).

5 Primeira Tessalonicenses É o primeiro escrito do Segundo Testamento (NT), sendo umas das cartas autenticamente paulinas. Surge do relato que Timóteo faz a Paulo sobre a comunidade de Tessalônica. A carta é uma expressão de alegria e de fé, pois a comunidade se manteve firme na fé.

6 O problema principal é a preocupação dos cristãos com a morte dos integrantes da comunidade, e que estariam fora da salvação, uma vez que ainda não acontecera a vinda próxima (parusia) de Jesus.

7 Destinatário: a comunidade cristã de Tessalônica. Foi escrita em Corinto, no ano 51 da era cristã (e.C.) e tem como autores: Paulo, Timóteo e Silvano (cf. 1 Ts 1,1). A sua mais importante chave de leitura é o tripé que sustenta a pequena comunidade cristã na grande cidade chamada Tessalônica: fé ativa, amor capaz de sacrifícios e firme esperança.

8 OBJETIVO DA 1 TESSALONICENSES Estimular a perseverança da comunidade e responder algumas questões que a preocupam, como a vinda gloriosa de Cristo (a parusia), que deve ser aguardada na esperança e no compromisso com as tarefas diárias.

9 Para compreender especialmente a 1 Ts é preciso ter presente que Paulo e sua equipe missionária foram muito influenciados pelo movimento apocalíptico. Em 1 Ts 4,16-17 temos com clareza essa convicção de Paulo, isto é, que ele esperava o fim em um tempo muito curto. Acreditava que ainda estaria vivo quando Jesus iria voltar. (cf. 1 Cor 7,29; 15,51-52).

10 1 Ts é um grito de alegria e gratidão (cf. 1,7s) e se dirige de modo especial a pessoas não-judias convertidas ao evangelho (cf. 1 Ts 1,9). Quando esta carta foi escrita ainda não havia muita organização eclesial, pois não há referências à hierarquia na Carta. Apenas fala em líderes espirituais (cf. 1 Ts 5,12-13). A 1 Ts representa a expressão mais antiga da mensagem de Paulo às nações: o apelo para os pagãos rejeitarem os ídolos e servirem o Deus único; o anúncio do juízo final, dado por Deus a Jesus; a ressurreição como preparação

11 Contexto de 1 Tessalonicenses. Tessalônica era capital de Macedônia. Localizava-se próxima do mar. Era porto aonde chegavam navios do mundo todo da época. Era perpassada pelas grandes estradas do Império Romano. A sua população era bem diversificada: cada qual com sua cultura, língua, deuses, folclore, supertições, tradições, etc.

12 Havia comércio do mundo inteiro. A cidade tinha pensões, hospedarias, saunas, teatros, praças, santuários e prostituição. O campo tinha rebanhos, cultivo de oliveiras, uvas e frutas. Os latifundiários detinham as terras. No mar, muitos pescadores tiravam das águas o sustento que alimentava estivadores,comerciantes, marinheiros, soldados, funcionários públicos, etc.

13 Em Tessalônica havia uma elite dominante formada por: lideranças políticas e militares e pelas minorias que detinham e controlavam o comércio e os meios de produção. A classe média era formada por funcionários públicos, militares e outros. A maioria do povo era pobre. Não tinha vez e nem voz.

14 Estrutura da 1 Tessalonicenses.  1,1-3: Saudação e ação de graças.  1,1-40: Apresentação dos temas: (v 8): Fé ativa (2,1-3,10); (v.9): Servir a Deus no amor capaz de sacrifícios (1Ts 3,11-4,12); (v.10): firmeza na esperança (4,13- 5,11).  2,1-3,10: Fé ativa que subsiste em meio a tribulações. - 2,1-12: Exemplo do apóstolo;

15 - 2,13-3,10: Exemplo da comunidade em meio a perseguições. Completar o que falta na fé (3,2.10). 33,11-4,12: Amor capaz de sacrifícios. Completar o que falta no amor (4,1.9-10). 44,13-5,11: O tema central da carta é a firmeza na esperança, corrigindo o que falta na esperança. - 4,13-18: Ressurreição dos mortos; - 5,1-11: Fim dos tempos. É texto apocalíptico. 55,12-22: Síntese e exortações várias. 5,23-28: Oração e saudação final

16 2 CARTA AOS TESSALONICENSES Não é uma carta autêntica de Paulo. Integra as Cartas dêutero-paulinas. 2 Ts pertence à segunda geração cristã, quando Paulo já havia sido morto e seus discípulos levaram adiante o projeto missionário de Paulo.

17 Com adaptações, os discípulos de Paulo redigiram vários textos em forma de cartas e um em forma de Evangelho. Chamamos a este período de era subapostólica. A 2 Ts é o primeiro escrito da escola paulina (isto é, do grupo formado por discípulos de Paulo) durante a era subapostólica. Ela está intimamente ligada a 1 Carta aos tessalonicenses.

18 Carta breve e que responde ao problema da parusia. O autor desfaz o entendimento errado de que a vinda de Jesus era eminente. Esse problema da vinda eminente, levou alguns discípulos a abandonarem toda a preocupação pela vida temporal, deixando de trabalhar. Essa situação é duramente advertida (cf. 2 Ts 3, 10). A Carta lembra que Paulo sempre fez questão de se sustentar pelo trabalho das próprias mãos.

19 A 2 Ts é atribuída a Paulo, Silvano e Timóteo (cf. 2Ts 1,1; 3,17). Mas provavelmente os autores foram Silvano e Timóteo ou discípulos deles. Dois motivos levam a essa hipótese: a) O ensinamento de 2 Ts 2,1-12 se opõe ao de 1 Ts 4,13-5,11. b) O vocabulário, o estilo e a estrutura das duas Cartas têm muitas semelhanças

20 O Local da redação da 2 Tessalonicenses foi a Ásia Menor ou a Macedônia, a partir dos anos 80 da era cristã. O objetivo da 2 Ts: Responder às interrogações e às preocupações das comunidades que estranhavam que o Dia do Senhor não chegasse tão depressa, como se esperava quando foi escrita 1 Ts. Ajudar as comunidades a sobreviver e a se manterem firmes na fé.

21 Assunto da Segunda Tessalonicenses A carta recomenda que não se espere de braços cruzados a parusia de Jesus, mas que a fé seja ativa e a esperança não dispense a luta, o engajamento. Não tem jamais o objetivo de especular sobre o final da história. A Carta dignifica o valor do trabalho manual e rompe com o sistema escravagista romano.

22 Estrutura da 2 Ts:  1,1-2: Saudações.  1,3-12: O justo juízo vem de Deus.  2,1-3,15: Ensinamentos sobre a vinda do Senhor e conseqüências para a vida cristã: - 2,1-12: a vinda do senhor e o combate final; - 2,13-17: A comunidade não deve temer: firmeza na fé;

23 - 3,1-5: Solidariedade através da oração; - 3,6-15: quem não quer trabalhar, que não coma.  3,16-18: saudações finais.


Carregar ppt "PRIMEIRA E SEGUNDA CARTAS À COMUNIDADE CRISTÃ DE TESSALÔNICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google