A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINÁRIO INTERNACIONAL: AVALIAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO INEP, BRASÍLIA-DF, 29-30/OUT/2014 Boas práticas da implementação do Sistema ARCU-SUL no Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINÁRIO INTERNACIONAL: AVALIAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO INEP, BRASÍLIA-DF, 29-30/OUT/2014 Boas práticas da implementação do Sistema ARCU-SUL no Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 SEMINÁRIO INTERNACIONAL: AVALIAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO INEP, BRASÍLIA-DF, 29-30/OUT/2014 Boas práticas da implementação do Sistema ARCU-SUL no Brasil

2 Breve histórico

3 RANA O Brasil participou do planejamento das atividades de avaliação no âmbito do bloco regional do MERCOSUL desde 2006, inicialmente com o MEXA – Mecanismo Experimental de Acreditação, depois com o ARCU-SUL. Com a Portaria 1.734, de 2011, o Ministro de Educação designa a CONAES, o INEP e a SERES para integrarem a RANA, e determina que o INEP será o responsável pela implementação do processo de avaliação do ARCU-SUL.

4 Avaliações Entre julho/2012 e novembro/2014: 97 avaliações Arquitetura 11 Agronomia 17 Medicina Veterinária 11 Engenharias 30 Enfermagem 15 Medicina 5 Odontologia 8

5 Fluxo processual Publicação na RANA Instância superior Parecer CTAAHomologação CONAESPortaria Ministerial Relatório Encaminhamento ao INEPManifestação IESFinalização pelo comitê Designação comitê Avaliação preliminarInforme consolidadoAvaliação in loco Chamada pública Inscrição cursosSeleçãoDocumentação

6 A PARTIR DA FINALIZAÇÃO DO RELATÓRIO Verificação pela Coordenação-Geral Disponibilização à IES, preferivelmente na segunda- feira posterior à visita IES acessa somente os indicadores, portanto a parte objetiva do relatório 5 dias para análise e manifestação da IES 5 dias para considerações dos pares Finalização do relatório

7 Encaminhamentos possíveis Justificativa com análise que pondere as fortalezas e fragilidades do curso Parecer favorável à acreditação Parecer desfavorável à acreditação Sugestão de nova avaliação

8 Composição do DITAME Dados da acreditação Documentos apresentados Designação do Comitê de Pares Resumo do informe Decisão

9 Composição do DITAME Resumo do relatório de avaliação

10 Capacitação Pares nacionais são capacitados presencialmente Os estrangeiros são capacitados a distância Nacionais e estrangeiros têm formação continuada por meio da plataforma Moodle  Curso de Capacitação ARCU-SUL

11 Características da avaliação Visita com duração de 5 dias (7 ou+ dias de viagem); A comissão de avaliação (comitê de pares) é composta por um professor brasileiro e dois professores estrangeiros de distintos países do MERCOSUL e Estados Associados; O comitê de pares é acompanhado por um servidor do INEP, denominado responsável técnico; O responsável técnico faz toda intermediação entre o comitê de pares e a Instituição de Educação Superior (IES).

12 Procedimentos anteriores à visita IES recebe comunicado do INEP confirmando a avaliação Início da avaliação preliminar pelo comitê Data da visita e nomes dos avaliadores e do técnico

13 Comunicado à IES

14 Benefícios

15 Responsável Técnico Possibilidade para os servidores do INEP terem uma vivência na avaliação, indo além dos aspectos teóricos Maior compreensão do processo avaliativo, com suas vantagens e seus desafios

16 Avaliadores Nacionais Nova experiência de avaliação para os pares nacionais, habituados ao SINAES

17 Avaliadores estrangeiros Integração acadêmica gerada pelo trabalho entre 3 pares de nacionalidades distintas Difusão do modelo de avaliação em plataforma eletrônica

18 Instituições de Educação Superior Formulários de autoavaliação e de coleta de dados tornou-se documento importante para demonstrar a cultura da avaliação na comunidade acadêmica Relatório serve como plano de melhorias Mobilização da comunidade acadêmica para participar do processo gera integração

19 Estudantes Beneficiados com programa de mobilidade MARCA Intercâmbio institucional entre cursos acreditados Mobilidade docente e discente

20 INEP Processo de avaliação interna passou a ter um olhar mais abrangente a partir da experiência internacional Indicadores incorporados como acompanhamento do egresso e informe preliminar Participação dos servidores possibilitou avaliação do perfil dos pares avaliadores

21 Desenvolvimento do Sistema

22 Documentação Revisão e atualização dos instrumentos de avaliação Renovação das comissões consultivas com pares experientes no Sistema Versão em língua portuguesa Cursos de formação continuada a distância Manual de procedimentos

23 Contato institucional Suzana Funghetto - Coordenadora- Geral Rogério Dentello - Assessor


Carregar ppt "SEMINÁRIO INTERNACIONAL: AVALIAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO INEP, BRASÍLIA-DF, 29-30/OUT/2014 Boas práticas da implementação do Sistema ARCU-SUL no Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google