A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FATORES HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL Prof. Jairo José Matozinho Cubas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FATORES HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL Prof. Jairo José Matozinho Cubas."— Transcrição da apresentação:

1 FATORES HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL Prof. Jairo José Matozinho Cubas

2 Visão comum Antropocêntrica- A natureza foi criada para o uso do humano. Ela pode ser explorada em seus recursos supostamente inesgotáveis.

3 Em 1962 a bióloga Rachel Carson alerta a sociedade de forma sistematizada sobre os perigos da exploração incontida do ambiente, ela publicou o livro “Primavera Silenciosa”

4 Conferência de Estocolmo realizada em 1972 sob comando da ONU Esta conferência gerou a DECLARAÇÃO DO MEIO AMBIENTE. Decidiu-se que seriam necessárias mudanças profundas nos modelos de desenvolvimento, nos hábitos e comportamentos e isso só seria possível por meio da Educação. Seria necessário um esforço coletivo internacional para se definir as Bases da Educação Ambiental(EA)

5 Visão militarista No Brasil, o quadro político vigente (militarismo) era ditatorial e a EA foi vista como um processo de natureza revolucionária e subversiva e foi reprimida. Muitos países que desenvolviam as idéias e ideais da EA foram vistos como ameaçadores ao desenvolvimento econômico, nos paises de terceiro mundo

6 Posição do Brasil No Brasil, apesar da repressão política, sob pressão do Banco Mundial a presidência da República criou a Secretaria Especial de Meio Ambiente, órgão “para inglês ver” (literalmente).

7 Dúvidas sobre o que é Educação Ambiental. Em 1975 devido a grande confusão sobre o que seria realmente EA, ocorre em Tbisili- Georgia (ex URSS) a primeira conferência Intergovernamental sobre EA organizado pela Unesco.

8 Para o desenvolvimento da EA foi recomendado que se considerassem todos os aspectos que compõem a questão: políticos, econômicos, sociais, científicos, tecnológicos, culturais, ecológicos e éticos. A EA deveria ser encarada como um processo contínuo, dirigido a todos os grupos de idade e categorias profissionais.

9 Em 1976 (um ano após a conferência de Tbisili) o MEC publica: “Ecologia: uma proposta para o ensino de 1º e 2º grau” um retrocesso por sua abordagem reducionista com enfoque puramente Ecológico.

10 Em 1981, a despeito de estarmos em plena ditadura o então presidente João Figueiredo sanciona a Lei 6938 que dispunha sobre a Política Nacional do Meio Ambiente. Documento importante para o amadurecimento, implantação das políticas ambientais no país.

11 Em 1984, 1987 e 1988 foi oferecido pela Fundação Universidade de Brasília o curso de Especialização em Educação Ambiental, que foi fechado, mas deixou importantes pessoas atuantes na área.

12 O parecer 226/87 do conselho Federal de Educação aprova a inclusão da Educação Ambiental dentre os conteúdos a serem explorados nas propostas curriculares da escola de 1° e 2º graus.

13 Paralelamente a esses acontecimentos acorrem grandes crises, acidentes ambientais e estudos científicos, muitos deles anunciando possíveis catástrofes planetárias como: o acidente de Chernobyl, efeito estufa, diminuição da camada de ozônio, alterações climáticas, desmatamentos em grande escala, etc,

14 Cria-se o conceito de desenvolvimento sustentável.

15 Em 1988 a constituição Brasileira trazia um capítulo sobre ambiente e muitos artigos afins, em especial sobre o papel do poder público em: “promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente”(cap VI, art 255, parágrafo 1, item VI).

16 Em 1989 cria-se o IBAMA com a finalidade de formular, coordenar e executa a política Nacional do Meio Ambiente. Em 1992 ocorre no Rio de Janeiro a ECO 92 (Cúpula da Terra) com a presença de 170 paises componentes da ONU. Neste encontro foram produzidos dois documentos:

17 Agenda 21 Declaração do Rio sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento.

18 Através da portaria /05/1993 o MEC cria um grupo de trabalho de caráter permanente visando: “coordenar, apoiar, acompanhar e orientar as ações metas e estratégias para a implantação da Educação Ambiental no sistema de Ensino”.

19 Em 1999 é assinado a Política Nacional de Educação Ambiental, lei 9795 de 27/04/1999. Atenção: Ver política nacional de educação ambiental.


Carregar ppt "FATORES HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL Prof. Jairo José Matozinho Cubas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google