A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cenáculos de Oração Missionária A ORAÇÃO DE JESUS NO GETSÉMANI COM …

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cenáculos de Oração Missionária A ORAÇÃO DE JESUS NO GETSÉMANI COM …"— Transcrição da apresentação:

1 Cenáculos de Oração Missionária A ORAÇÃO DE JESUS NO GETSÉMANI COM …

2 Introdução Anim. – Na caminhada de oração que estamos a realizar, hoje vamos dedicar o nosso Cenáculo Missionário a falar e meditar sobre a oração de Jesus no Jardim das Oliveiras. Jesus dirige-se para aquele lugar depois da Última Ceia, para rezar com os Seus discípulos. Convida Pedro, Tiago e João para ficarem mais perto d’Ele. Jesus não quer ficar sozinho. Ele sente pavor e angústia naquela «hora» e precisa de companhia e de solidariedade. Neste mês missionário, pensemos em tantos povos que, nas suas angústias e sofrimentos, esperam a amizade dos cristãos mais conscientes, através da oração e da caridade.

3 Cântico

4 Saudação Anim. – Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Todos: Ámen! Anim. – A Graça e a Paz de Deus, nosso Pai, pelo Coração Aberto de Cristo, Fonte do Espírito Santo, estejam convosco. Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

5 Anúncio do Tema Na oração do Pai-nosso, Jesus ensinou-nos a pedir: ”Pai,…Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu”. Quer dizer que Deus tem um plano sobre a nossa vida, uma vontade que se deve tornar, cada vez mais, a referência da nossa vontade. O que é preciso fazer, então, antes de tudo, é conhecer a vontade de Deus. Jesus dá-nos, como exemplo, o seu SIM ao plano do Pai. No jardim das Oliveiras, na iminência do sofrimento e da paixão, Jesus reza: «Abbá! Pai! Tudo Te é possível; afasta de Mim este Cálice! Contudo não se faça o que Eu quero, mas o que Tu queres” (Mc. 14,36). Assim, Jesus mostra-nos como se deve orar e como a vontade humana encontra a sua plena realização no abandono total e confiante à vontade do Pai, especialmente nos momentos de angústia ou das grandes decisões.

6 Invocação do Espirito sobre o Cenáculo Anim. - Vinde, Espírito Santo, e enchei o coração dos vossos fiéis! Todos - Vinde, Espírito Santo, e enchei o coração dos vossos fiéis! Anim. - Abri os nossos ouvidos, iluminai a nossa inteligência e uni- nos num só coração e numa só alma. Todos - Vinde, Espírito Santo... Anim. - Dai-nos o olhar e o sentir do Coração de Cristo, Bom Pastor, por cada pessoa e pelo mundo. Todos - Vinde, Espírito Santo... Anim. - Mostrai-nos a vontade do Pai e dai-nos força para a cumprir com prontidão e generosidade. Todos - Vinde, Espírito Santo...

7 Oração Inicial Anim. – Pai, no jardim das Oliveiras, escutaste a oração do Teu Filho. Deste-lhe a conhecer a Tua vontade: carregar com todos os pecados do mundo, para salvar a humanidade da sua desobediência. Deste- lhe também a força para Te obedecer até ao fim. Humildemente Te suplicamos a graça de sabermos descobrir a Tua vontade em cada momento da vida e de estarmos prontos para a cumprir generosamente, em total abandono e confiança nas Tuas mãos de Pai. Todos: Possamos, assim, reconhecer e louvar a Tua grande misericórdia para com a humanidade, no amor de Jesus, nosso Salvador. Ámen.

8 Leitura Bíblica (Mc 14, 32-42) 32 Foram depois para um lugar chamado Getsémani e Jesus disse aos discípulos: «Sentem-se aqui enquanto eu vou orar.» 33 Levou consigo Pedro, Tiago e João. Começou a sentir-se angustiado e cheio de aflição. 34 Depois exclamou: «Sinto uma tristeza de morte. Fiquem aí e mantenham-se vigilantes.» 35 Foi um pouco mais adiante e caindo por terra, pedia muito a Deus que, se fosse possível, o livrasse da hora do sofrimento. 36 Dizia assim: «Ó Pai, tudo te é possível. Afasta de mim este cálice de amargura. No entanto, não se faça a minha vontade, mas sim a tua.» 37 Voltou depois para junto dos discípulos, mas encontrou-os a dormir. Disse então a Pedro: «Simão, então tu adormeceste? Não conseguiste ficar acordado ao menos uma hora?

9 Leitura Bíblica (Mc 14, 32-42) 38 Mantenham-se vigilantes e orem, para não serem vencidos nesta tentação. O espírito quer, mas o corpo é fraco.» 39 Afastou-se outra vez para ir orar e repetia as mesmas palavras. 40 Foi em seguida para junto dos discípulos e encontrou-os novamente a dormir porque tinham os olhos pesados de sono. Eles nem sabiam o que haviam de responder. 41 Quando Jesus voltou para junto deles pela terceira vez, disse- lhes: «Continuam a dormir e a descansar? Basta. Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos pecadores. 42 Levantem-se, vamos embora. Já aí vem aquele que me atraiçoa.» Palavra do Senhor.

10 Ressonância da Palavra: Do Salmo 16 (15) Senhor, porção da minha herança e do meu cálice, está nas vossas mãos o meu destino. O Senhor está sempre na minha presença, Com Ele a meu lado não vacilarei. Refrão: Defendei-me, Senhor: Vós sois o meu refúgio Por isso o meu coração se alegra e a minha alma exulta, E até o meu corpo descansa tranquilo. Vós não abandonareis a minha alma na mansão dos mortos, Nem deixareis o vosso fiel sofrer a corrupção. - Refrão Dar-me-eis a conhecer os caminhos da vida, Alegria plena em vossa presença, Delícias eternas à vossa direita. - Refrão

11 Leitura missionária - Comentário: (Da Catequese do Papa Bento XVI) I – No monte das Oliveiras, também na noite da ceia pascal, Jesus se prepara para a sua oração pessoal. Mas, desta vez, não quer ficar sozinho. Convida Pedro, Tiago e João para que permaneçam numa relação mais íntima com Ele. Trata-se de um pedido de solidariedade no momento em que sente aproximar-se a morte, mas é principalmente um pedido de proximidade na oração, para se sentirem em sintonia com Ele, no momento em que se preparava para cumprir, até ao fim, a vontade do Pai. É um claro convite aos discípulos de todos os tempos a segui-l’O no caminho da cruz.

12 Leitura missionária - Comentário: (Da Catequese do Papa Bento XVI) II – Apesar da proximidade dos três discípulos, Jesus dirige-Se “sozinho” ao Pai, porque a sua relação com Deus é totalmente única: só Ele é o Filho Unigénito. Prostra-se com a face por terra exprimindo obediência e confiança. Depois Jesus pede ao Pai que afaste d’Ele aquele cálice. Ele sente não só o pavor e a angústia da humanidade diante da morte, mas também o peso terrível do mal, que Ele deverá assumir sobre Si, para o superar e lhe retirar o poder de causar dano aos Seus irmãos. Também nós, na oração, temos de ser capazes de apresentar a Deus as nossas dificuldades, o sofrimento de tantas situações, o compromisso de ser cristãos, o peso do mal que nos cerca… para que Ele nos infunda esperança e luz no caminho da vida.

13 Leitura missionária - Comentário: (Da Catequese do Papa Bento XVI) III – Mas a prece «Abbá! Pai! Tudo Te é possível; afasta de Mim este cálice! Contudo, não se faça o que Eu quero, mas sim o que Tu queres» contém outros elementos importantes: mostra-nos em primeiro lugar a relação de Jesus com Deus Pai, ao chamar-Lhe “Abbá”, uma relação de ternura, de confiança e de abandono. Em segundo lugar a consciência da omnipotência do Pai: «tudo Te é possível. Afasta de Mim este cálice!». Em terceiro lugar, nesta prece de Jesus, a vontade humana adere plenamente à vontade divina quando Jesus diz: «Não se faça o que Eu quero, mas o que Tu queres». No jardim do Éden, Adão e Eva pensavam que o ‘NÂO’ a Deus fosse o máximo da liberdade, para serem eles mesmos. No jardim das Oliveiras, Jesus ensina que o ser humano, só quando sai de si mesmo e diz “SIM” à vontade de Deus, é que será verdadeiramente livre e adquire a identidade de Filho. É esta a maravilha que Jesus realiza no Getsémani: transferindo a sua vontade humana para a vontade divina mostra que o Homem verdadeiro é Ele; e nós, seguindo-O, ficamos redimidos da herança de Adão e recebemos a herança de filhos. Alguns momentos de silêncio

14 Diálogo sobre a leitura/ partilha de grupo Cada um pode partilhar qual a palavra/expressão que mais o tocou neste ambiente -- Porquê tal pavor, a ponto de suar sangue? -- Porque razão não terá Deus feito a vontade de Seu Filho, quando lhe pediu? --Sou solidário(a) para com os outros no seu sofrimento? Como? -- O que é que Jesus nos ensina no Jardim das Oliveiras?

15 Preces/Partilhar a oração missionária Cada um pegue numa expressão das leituras ou da partilha agora feita e fale disso com Deus Pai ou com Jesus, guiado pelo Espírito Santo. Sugestão de algumas dessas expressões, em oração de louvor, adoração ou súplica: -- Jesus, no momento da aflição e da dor, foste orar ao Pai no jardim das Oliveiras, ajuda-nos a sermos capazes de apresentar a Deus Pai os nossos sofrimentos e dificuldades. -- Pai Santo, nós Te agradecemos e louvamos por nos teres enviado o Teu Filho Jesus para ensinar a humanidade a obedecer-Te e a encontrar o caminho da salvação. -- Espírito Santo, dá-nos a humildade de nos confiarmos e de nos abandonarmos completamente nos braços do Pai.

16 Oração pelo mundo Anim. - Pai Santo, os apóstolos adormeceram e Jesus ficou sozinho a orar. Também nós muitas vezes não estamos atentos às necessidades dos irmãos, para sermos solidários com os mais necessitados. Todos - Senhor, dá-nos um coração grande para amar e atento aos que mais precisam. Anim. – Deus, nosso Pai, pedimos-Te a força para sairmos de nós mesmos e para cumprirmos sempre a Tua vontade. Todos -- Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão pelos que não crêem, não adoram, não esperam e não vos amam. Anim. - Pai Justo, o fogo da maldade e da violência devora a terra. Todos – Mandai o fogo do Vosso Espírito para queimar aquilo que, no mundo, é contrário ao vosso reino e fazer uma nova Terra onde habite a Justiça e o louvor.

17 Oração pelo mundo Anim. - Ó bom Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do Inferno: Todos - Levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem da vossa misericórdia. Anim. – Senhor, as pessoas no mundo andam muito atarefadas e esquecem-se de vigiar contigo em oração, e de cumprir a Tua vontade, mesmo quando se fala de Cruz. Todos -- Sagrado Coração de Jesus que tanto nos amais, fazei que vos amemos cada vez mais. Silêncio…

18 Entrega do Cenáculo Anim. - Unidos a Maria, entreguemo-nos a Jesus e confiemos- lhe os Cenáculos. Todos - Senhor Jesus, pelas mãos de Maria, Mãe e Educadora dos Apóstolos e com as missionárias e os missionários santos, nós Vos confiamos os Cenáculos de Oração Missionária. Anim. - Fazei, Senhor, dos Cenáculos de Oração Missionária comunidades fraternas, que testemunham o Evangelho da Vossa graça. Todos - Que neles e com eles, um perene Dia de Pentecostes relance na Igreja e na nossa comunidade um novo impulso de santidade e missão. Anim. - Para que a oblação de todos os povos, por Vós apresentada, ó Jesus... Todos -...seja santificada pelo Espírito e aceite com alegria pelo Pai. Porque a Vós pertence a honra, a glória e o louvor, pelos séculos sem fim. Amen!

19 III Parte – Compromissos e Atividades Leitura da Ata anterior, ofertório e avisos Revisão do compromisso anterior – Cada um narra como o realizou. Novo compromisso: Escolhe-se o que fazer até ao próximo encontro.

20 Oração Conclusiva Anim. - Senhor, Pai amoroso, escolheste-nos e reuniste-nos como pequeno cenáculo de apóstolos, para vivermos em santidade e fraternidade, orando e sacrificando-nos com Jesus pela sociedade pecadora. Todos – Concede-nos sempre a graça de orar juntos pelo mundo e de nos empenharmos como Jesus para que a tua vontade de salvação se manifeste onde há necessidade da graça e de vida. Ámen.

21 Cântico

22 Bênção e Despedida Anim. - Por intercessão da Estrela da Evangelização, abençoe- nos o Pai e o Filho e o Espirito Santo. Todos - Amen. Anim. Vamos em paz e que o Senhor, com Maria, Sua Mãe, nos acompanhe Todos - Graças a Deus.


Carregar ppt "Cenáculos de Oração Missionária A ORAÇÃO DE JESUS NO GETSÉMANI COM …"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google