A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métrica do Qualis: Exemplo da Química. Jornal da Ciência, Julho 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métrica do Qualis: Exemplo da Química. Jornal da Ciência, Julho 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Métrica do Qualis: Exemplo da Química

2

3 Jornal da Ciência, Julho 2009

4 Os Números

5 PG-Química no Brasil (2007)

6 Programas 6 e 7 (Química)

7 Distribuição dos DP

8 Distribuição de DP Bolsistas PQ

9 Titulação de Mestres e Doutores por Ano

10 Evolução dos Tempos Médios de Titulação

11 Produção por Docente e Ano

12 DP com Produção Art. Int > 2,3/ano Em média 44,3% dos DP Publicam > 2,3 artigos Int/ano (publicaram no mínimo 7 artigos Int. no triênio)

13 Distribuição das Patentes no Triênio

14 Distribuição dos Livros no Triênio

15 Distribuição Capítulo de Livros no Triênio

16 Produção Qualificada dos DP Triênio (Média dos PGs 15 artigos Qualificados)

17 Produção Qualificada dos DIC Triênio (Média dos PGs 7,3 artigos qualificados)

18 Art. Discente / Total de Artigos

19 Art. Disc. / Total Matriculados

20 Qualis Qualis é uma lista de veículos utilizados para a divulgação da produção intelectual dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), classificados quanto ao âmbito de circulação (Local, Nacional, Internacional) e à qualidade (A, B, C), por área de avaliação.

21 O CTC reiterou em 2005 o papel fundamental do QUALIS para a fundamentação do processo de avaliação da pós-graduação nacional e destacou ser imprescindível, para o cumprimento das finalidades a que ele se propõe, da observância, por todas as áreas, do caráter classificatório do instrumento. O QUALIS de cada área deve expressar a classificação dos veículos utilizados nas categorias previstas, NÃO devendo tal classificação se concentrar em uma ou duas categoria. Entretanto ….

22

23

24

25 Decisão do CTC em Setembro de 2008: Sete estratos A1, A2, B1 a B5 além de C e impróprio. 1.o percentual de artigos correspondentes aos periódicos classificados no estrato A1 deve ser menor do que ao dos classificados em A2; 2. a soma de artigos nos periódicos classificados no estrato A1 e A2 não poderá ultrapassar 20%; 3. deve haver uma distribuição regular dos pesos, (maioria das áreas, uma diferença de 15 pontos porcentuais lineares de um estrato para outro); 4. Pelo menos 5 dos estratos devem ser ocupados. Estas orientações devem ser respeitadas também na apreciação do P2, P3 e dos novos veículos informados em Por esta razão, as áreas que não atenderam aos itens acima deverão reclassificar os seus periódicos de modo a contemplar as deliberações do CTC, no âmbito da classificação dos veículos do ano-base 2007.

26 Qualis Química Periódicos Internacionais Somente os periódicos com FI igual ou superior a 0,2 no JCR/ISI de Internacional A (IA) periódicos com FI igual ou superior a 2,0; Internacional B (IB) os com índice de FI a 2,0 mas igual ou superior a 1,0; Internacional C (IC), aqueles com FI menor que 1, mas igual ou superior a 0,2. Os periódicos brasileiros J. Braz. Chem. Soc. como IA, Quím. Nova e An. Acad. Bras. Ciências como IB. O periódico Química Nova na Escola foi classificado como IC. Dentre os periódicos IA, aqueles com alto impacto relativo a sua sub-área foram utilizados para fins de análise da inserção internacional dos programas 6 e Periódicos Nacionais Periódicos nacionais foram considerados quando indexados em alguma base nacional ou internacional que não o JCR/ISI. Periódicos da área de Química e áreas afins (selecionados pela Comissão) indexados no Scielo foram considerados como nacional A (NA). Periódicos editados no exterior, mas ainda não encontrados no JCR, ou com índice de impacto menor que 0,2, foram avaliados pela Comissão, com a participação dos coordenadores de pós-graduação. 3. Livros Livros científicos na área de Química foram classificados como LCA quando de ampla circulação ou LCR quando de circulação restrita. Capítulos de livros na área de Química foram classificados em CLCA ou CLCR se de ampla circulação ou de circulação restrita, respectivamente. Livros e capítulos de livros que passaram por processos de revisão pelos pares foram classificados diretamente pela Comissão. 4. Patentes As patentes foram consideradas em dois estágios: depósito internacional (DPI) ou no INPI (DPN) e concessão também classificadas como nacional (CPN) ou internacional (CPI).

27 Distribuição da Produção por Periódico Qualificado 8128 artigos 5111 com a participação de discentes (63%)

28 Artigos Publicados ( ) em Periódicos de Alto Impacto na Química Mais de 21% dos artigos IN da área em foram em Periódicos com FI > 2,9 !!!!!!!!!!!

29 Distribuição dos Periódicos em Função do FI > 2,9

30 CRITÉRIOS PARA QUALIFICAÇÃO DA PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA NA ÁREA DE QUÍMICA – Periódicos Web-Qualis Serão considerados periódicos somente os veículos com índice de impacto (I.I.) igual ou superior a 0,1 no JCR/ISI mais atual. De acordo com estes índices, serão classificados como: A1 periódicos com I.I. igual ou superior a 4,0; A2 periódicos com I.I. inferior a 4,0 mas igual ou superior a 3,0; B1 periódicos com I.I. inferior a 3,0 mas igual ou superior a 2,0; B2 periódicos com I.I. inferior a 2,0 mas igual ou superior a 1,5; B3 periódicos com I.I. inferior a 1,5 mas igual ou superior a 1,0; B4 periódicos com I.I. inferior a 1,0 mas igual ou superior a 0,5; B5 periódicos com I.I. inferior a 0,5 mas igual ou superior a 0,1;

31 Lista dos periódicos classificados no Qualis-Química independente do F.I. Observação: Se o limite inferior de I.I. do estrato era X foram considerados pertencentes a esse estratos os periódicos no intervalo X > I.I. > X-0,05. Assim A1 limite inferior 3,95 (Current Organic Chemistry 3,961 e Journal of Organic Chemistry 3,959) e A2 limite inferior 2,95 (Dental Materials 2,99 e Spectrochimica Acta. Part B, Atomic Spectroscopy 2,957). Os periódicos: Journal of the Brazilian Chemical Society, Química Nova, Anais da Academia Brasileira de Ciências e Química Nova na Escola serão classificados com B1, B2, B2 e B3, respectivamente, independente de seus índices de impacto, devido à importância estratégica dos mesmos para a área de Química. Periódicos internacionais novos ou resultantes de fusão de dois ou mais títulos ou ainda de mudança de denominação, mas ainda não encontrados no JCR serão avaliados pela Comissão e receberão inicialmente a conceituação máxima de B1, de acordo com a origem inicial da revista com ajuda da Comunidade e dependendo das informações disponíveis sobre corpo editorial, editora e outros quesitos semelhantes. Conforme decisão do CTC o numero de artigos nos estratos A1+A2 deve ser no máximo 26%, A1

32 Peso Relativo A1 x 100 A2 x 75 B1 x 55 B2 x 30 B3 x 20 B4 x 10 B5 x 5 C x 0

33

34

35 Tabela 3. Lista dos 20 periódicos onde os PGs de Química mais publicaram em (Fonte CAPES).

36

37 Produção Qualificada dos DP em 2009 (Média dos PGs 11 artigos Qualificados)


Carregar ppt "Métrica do Qualis: Exemplo da Química. Jornal da Ciência, Julho 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google