A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TES O que é? É uma informação que é utilizada em toda sistemática e controle utilizados na escrituração e cálculo de impostos, taxas e contribuições estão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TES O que é? É uma informação que é utilizada em toda sistemática e controle utilizados na escrituração e cálculo de impostos, taxas e contribuições estão."— Transcrição da apresentação:

1 TES O que é? É uma informação que é utilizada em toda sistemática e controle utilizados na escrituração e cálculo de impostos, taxas e contribuições estão diretamente vinculados a este processo. Sua configuração (significa dizer conjunto de dados com determinados valores) acarretará na geração de informações fiscais em diversos módulos como, por exemplo: FATURAMENTO, COMPRAS, ESTOQUE E CUSTOS, etc.. Por essa razão, sua configuração exige muita atenção e cuidado.

2 O que é? por meio de um TES é possível: - calcular os tributos pertinentes ao documento registrado (entrada ou saída), bem como, definir sua escrituração nos Livros Fiscais de ISS, ICMS e IPI (integração com o ambiente SIGAFIS - Livros Fiscais); - controlar a entrada e saída de produtos/valores no estoque (integração com os ambientes: SIGAEST - Estoque e Custos, SIGAFAT - Faturamento e SIGACOM - Compras); TES

3 O que é? por meio de uma TES é possível: - incluir automaticamente títulos na carteira a receber (vendas/saída) e na carteira a pagar (compras/entradas) (integração com os ambientes SIGAFAT – Faturamento e SIGACOM - Compras); - registrar automaticamente os ativos imobilizados, a partir dos documentos de entrada referentes à compra de ativo fixo (integração com ambiente Ativo Fixo); TES

4 O que é? por meio de um TES é possível: - registrar a amarração "Cliente x Produto/Equipamentos" quando saída de um documento fiscal (integração com o ambiente SIGATEC - Field Service); - agregar despesas ao custo do projeto ou as receitas recebidas no projeto (integração com o ambiente SIGAPMS - Gestão de Projetos); - calcular os tributos relacionados aos documentos de transporte e, quando necessário, calcular os impostos pertinentes ao frete do autônomo (integração com o ambiente SIGATMS - Gestão de Transportes). TES

5 O que é? Basicamente sua configuração é: - é formado por um código definido pelo usuário (segundo determinada especificação) - um CFOP - Código Fiscal de Operações e Prestação (pré-definido tabela 13 do sistema) - e as diversas “configurações” que podem ocorrer para cada CFOP, com incidência ou não de tributos. (diversos TES podem utilizar o mesmo CFOP) TES

6 O que é? Configuração: - Pasta 1 – Adm / Fin / Custo - Pasta 2 – Impostos - Pasta 3 – Outros - As informações registradas em cada pasta concorrem para um TES, desta forma basta que uma desta informação possa ter mais de um valor para que seja criado um novo TES.

7 TES O que é? Configuração – Pasta 1 – Admin/Fin / Custo: - Código do Tipo: Identifica o TES. Por definição código menor ou igual a 500 significa ser de Entrada, acima de 500 significa ser de Saída. - Tipo de TES: Se é de Entrada ou Saída (de acordo com Código do Tipo) - Cred. ICMS: Serve para cálculo de custo. Se igual a “Sim” significa que será considerado crédito de ICMS na hora do cálculo do custo. - Cred. IPI: é o mesmo raciocínio que adotado acima. Se igual a “Sim” significa que será considerado crédito de IPI na hora de cálculo do custo.

8 TES O que é? Configuração – Pasta 1 – Admin/Fin / Custo: - Gera Dupl: Se igual a “Sim” vai gerar obrigação/direito no Contas a Pagar ou no Contas a Receber - Atu. Estoque: Se igual a “Sim” o estoque será atualizado. - Poder Terc: Se igual a “Remessa” significa dizer que vai controlar todo produto que é enviado a terceiros. Se igual a “Devolução” significa dizer que vai controlar todo produto que é recebido de terceiros. - Atu.Pr.Compr: Se igual a “Sim” significa que o preço de compra será atualizado com o valor da ultima compra.

9 TES O que é? Configuração – Pasta 1 – Admin/Fin / Custo: - Atual. Ativo: Se igual a “Sim” indica se o Ativo Imobilizado deve ser atualizado quando da entrada da Nota Fiscal. - Crd.ICMS ST: Indica que tratamento será dado ao ICMS Substituição Tributária. São opções deste campo – Credita, Retido ST, Debita, Subst. Trib. A opção Retido ST é a opção padrão. - TES Devol: Indica que Tes deve ser utilizada para o caso de devolução ou retorno de materiais. - Qtd. Zerada: Quando se tratar de um documento que atualize estoque esta informação é para indicar se a quantidade pode ou não ser informada.

10 TES O que é? Configuração – Pasta 1 – Admin/Fin / Custo: - Custo Dev: Ao tratar de uma devolução (entrada) se ela deve ser valori- zada. - Bloqueado: Vai informar se o Tes esta bloqueado para uso. - Finalidade: É como o Tes é descrito para melhor classificação do docu- mento de entrada/saida. Ex: Compra Material Consumo dentro estado com IPI - PIS Z.Franca: Indica se a base para o cálculo do PIS terá desconto da Zona Franca.

11 TES O que é? Configuração – Pasta 1 – Admin/Fin / Custo: - Desme.IT.ATF: Trata de como deve registrar a quantidade de ativo. Se igual a “Sim” o sistema ira registrar tantos itens quanto for a quantidade na Nota Fiscal. Se igual a “Não” sera criado um único item no ativo com quantidade igual a da Nota Fiscal. - Transf. Filial: Informa se esta Tes é utilizada na transferência entre filiais. Auxilia na validação da nota fiscal de entrada e no proces- so de custo.

12 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Calcula ICMS: Se igual a “Sim” vai calcular ICMS, se “Não” não vai calcular - Calcula IPI: Se igual a “Sim” para incidir o IPI, se “N” não incidira. Se igual a “R” deve ser usado para comerciante não atacadista. - Cod. Fiscal: O código fiscal é o conhecido CFOP. Ele deve ser associado ao Tes levando em conta o código. Tes de entrada implica em CFOP com inicio em 1, 2 e 3. Se for de saída o inicio é 5, 6 e 7. - Txt Padrão: É o texto a ser utilizado na impressão de nota fiscal de saída.

13 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - %Red.doICMS: Percentual da base ICMS para redução do cálculo ICMS - %Red.doIPI: Percentual da base IPI para redução do cálculo do IPI - L.Fisc.ICMS: Para livro ICMS. “T” para tributado, “I” para isento “O” para outros, “Z” para ICMS zerado. “N” não entra no livro. - L.Fisc.IPI: O mesmo que para ICMS.

14 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Destaca IPI: Vai destacar IPI na Nota Fiscal use “Sim” - IPI na base: Incidência de IPI na base de ICMS. “Sim” para incidir - Calc.Dif.ICM: Diferença de complemento de ICMS para compra de Material de Consumo. - CalcIPI FRE: Valor do Frete Incide sobre cálculo do IPI

15 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Calculo ISS: Incide ISS sobre a movimentação. - L.Fiscal ISS: Para livro fiscal. “T” – tributado, “I” – isento, “O” – outras, “N” não lança nos livros - Nr. Livro: A que Livro Fiscal este Tes concorre - Mat. Consumo: Identifica se o Tes se refere a um Material de Consumo. “S”-sim, “N”-não, “O”- outros

16 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Formula: Tabela que contem mensagem a ser impressa em “Observa- ções” do livro Registro de Entradas e Saidas. - Agrega Valor: Como tratar o valor do item com relação ao valor total do documento. As opções escolhidas tem comportamento diferente ao agregar o valor da mercadoria ao valor total do documento. - Agrega Solid: Usado para cálculo de ICMS Solidário. - L.Fisc. CIAP: Informa ao sistema o controle sobre Credito sobre ICMS do Ativo Permanente (Fixo). “Sim” – para controlar.

17 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Desp.Ac.IPI: As despesas acessórias irão compor base de cálculo de de IPI - Form Livro: Não utilizada, só para impostos variáveis. - IPI Bruto: A base de IPI considera o valor bruto ou valor liquido do documento - BS ICMS ST: Considera valor bruto ou liquido para base de cálculo de ICMS Substituição Tributária.

18 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - %Red.ICMS ST: Se houver base reduzida informa o percentual para cálculo do ICMS Substituto. - %Red. do ISS: Caso exista base reduzida informa o percentual da base reduzida. - Desp.AC.ICMS: Despesas acessórias compõe base de ICMS - Sit.Trib.ICM: Qual é o tipo de tributação (tabela) de ICMS

19 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - PIS/COFINS: Define se o item da nota gera PIS e Cofins, ou se só PIS, ou se só Cofins ou nenhum dos dois. - Cred. PIS/COF: PIS e Cofins calculados no sistema devem ser creditados ou debitados nas movimentações de entrada e saída. - %Base PIS: Percentual de redução da base do PIS. O valor informado é aplicado ao valor informado no cadastro de Produto. - %Base COF: Percentual de redução da base do Cofins. O valor informado é aplicado ao valor informado no cadastro de Produto.

20 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - IPI s/N.Trib: Se haverá IPI sobre não tributados. - ICM Diferido: Se o ICMS neste Tes deve ser tratado como diferido. 1 – ICMS calculado e diferido, 2 – Não há calculo, 3 – ICMS é calculado e reduzido, 4 – Calculado, redu- zido do ICMS a recolher e somado ao total do título - Trf. Deb/Cred: Para tratamento de nota de transferência de ICMS. - Icms Observ: Valor do ICMS será lançado na coluna Observaçoes dos relatorios Regime de Processamento de Dados modelos P1, P1a,P2 e P2a

21 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Solid Obs: Valor do ICMS Solidario será lançado na coluna Observações dos relatórios Regime de Processamento de Dados modelos P1, P1a,P2 e P2a - Perc.ICM Dif: Percentual de ICMS Diferido (valor a ser recolhido na ope- ração posterior) - Pgto Imposto: Informe natureza imposto ISS – dentro e fora municipio, suspenso - Aplic. Credit: Um item com este Tes será creditado do custo do produto ou creditado e incluido na apuração do PIS/Cofins

22 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Cont.Seg.Soc.: Se nesta movimentação incide Funrural. - IPI na BC: IPI compõe base de cálculo IR, PIS e Cofins. - Cred. Pr. ST: Percentual de Credito Presumido de Substituição Tributária. Ver decreto /2005 (MG) - Agr. COFINS: Trata do valor do item no valor total do documento. 1 – agrega valor, 2 – não agrega, C - valor da merca- doria não tem valor Cofins, os dois valores são agregados

23 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Cod.Trib. IPI: Informe Código de Tributação de IPI (tabela) - COFINS Bruto: O valor de Cofins é calculado pelo valor bruto ou liquido - %B.C. Cofins: Percentual da base utilizada para credito do Cofins - ICMS s/ST: Informe “Sim” para que o valor do ICMS seja incluído na base de cálculo do ICMS/ST

24 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - LF ICMS-ST: “N” caso o tratamento dado ao ICMS/ST seja o comumente usado. “I”- isenta, “O”- outras, “T”-tributadas - Mkp ICM Comp: “Sim” para que margem de lucro do produto seja considera- da para calculo do ICMS complementar. Neste caso o ICMS solidário não será calculado - Agr PIS: Trata do valor do item com relação ao valor total do documento. “1” – agrega valor ao item total, “2” – não agrega valor ao item total, “p”- valor da mercadoria não tem PIS, assim tanto o valor da mercadoria e do PIS agregam o valor total. - Frete Aut.: Valor do frete autônomo deve incidir sobre “1” – ICMS da opera- ção própria, “2” – ICMS/ST, “3” – calcular ICMS/ST separadamente

25 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Desp.Ac. ICM: Tratamento de despesas acessórias na redução da base de cálculo do ICMS. “1”-aplica redução ICMS, “2”- não aplica redução, “3”- não incide na base do ICMS. - % Cr Prs Ele: Percentual Crédito Presumido nas operações de saída com ICMS destacado. Produtos industrializados com componen- tes adquiridos no exterior e destinado a fabricação de pro dutos de informática - COFINS Z.F.: “Sim” para considere o desconto da Zona Franca na base de cálculo do Cofins - PIS Bruto: “Sim” para que o calculo do PIS seja feito pelo valor bruto, caso contrário será feito pelo valor liquido.

26 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - %B Cred. PIS: Percentual da base para crédito do PIS - Crd. Transp: Percentual Crédito Presumido referente ao serviço de transporte a ser aplicado sobre o valor do ICMS devido na prestação. - ST. Atac/Var: O default (recomendado) é “Não” para que o cálculo do ICMS/ST seja feito pela margem informada no campo B1_PICMENT. Se “Sim” o calculo é feito de forma diferenciada para empresas Atacadistas e Varejistas do estado do Ceará. - Aplica Marg: Como default aplique “Não”.

27 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - % Est Cr/Deb: Percentual de estorno de crédito/débito na aquisição ou venda do produto. Exige seja feito um cálculo de proporcionalidade. - Bas. Funfural: Se “1”- produto rural vai utilizar o valor da mercadoria na composição da base (recomendado/default). Se “2”- a composição da base será feita pelo valor da mer- cadoria e despesas acessórias. - Gera IPI Obs: “Não” para quando a gravação das informações do IPI na observação devam ser desconsideradas. - Marg. Solid : Informa como proceder com relação a aplicação da margem de lucro do ICMS retido, podendo sobrepor as configurações normais nas situações quando a margem será aplicada.

28 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Duplicata ST: Valor default como “Não” - Agr Vlr Mun: Deve ser informada somente quando a unidade da federação exigir. Trata do calculo valor adicionado por município, sendo utilizado para cálculos de in- dices de participação. - CI. Fundersul: Diz respeito a operações relacionadas a Fundersul, Fundo de desenvolvimento do sistema rodoviário do Mato Grosso do Sul - PS/CF Import: Se informado “Sim” será feito o cálculo do PIS/COFINS Importação conforme estabelecido em IN SRF

29 TES O que é? Configuração – Pasta 2 – Impostos: - Paut. ICMS PP: O default utilizado é “Sim” utilizando o conceito de ICMS de pauta onde se o preço for menor que o valor da pauta a base do ICMS será o valor da pauta. Se maior que o valor da pauta o valor da base do ICMS será o preço

30 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - Tp Reg: Indica tipo de regime de apuração de PIS/Cofins referente ao tipo de entrada e saída. “1” – não cumulativo, “2” – cumulativo e “3”- ambos - Antecip ICMS: Indica se operação será tratada como Antecipação Tributária de ICMS. “1-Sim” – indica como antecipação. - Benefic DUB: Espécie do benefício utilizado no DUB – ICMS - Mov. Fisica:.

31 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - Cod Detalhe: Código detalhamento dos valores de saída isentas ou não tributadas de mercadorias e serviços (GIA-MT) - Red Carg. Trib: Se igual a “Sim” – aplica redução carga tributária. - Oper. Sucata: Se a operação realizada é referente a sucata. - Desc Condici: Se a operação relativa a este Tes tem desconto condicional informar “Sim”.

32 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - Num/Ano DUB: Identificação do ato legal e ano de publicação usado no DUB- ICMS. - Cod CFPS: Código Fiscal de prestação de serviço. - % Red. Antec.: Percentual de redução da antecipação do ICMS. - % Cr Pre Sim: Percentual a ser aplicado no cálculo do crédito presumido do Simples Nacional. Ver decreto 1036 de 28/01/08

33 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - PIS/COF ST: Informe se deve ser efetuado o cálculo do PIS/PASEP e da Cofins Substituição Tributária nas NF com este tipo de saída e entrada. - Isen FECP: “Sim” para operação isenta de FECP. - Apl. Red. Prop:. - Rem. Fat. Ant: Se “Sim” a operação é uma remessa de faturamento anteci- pado.

34 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - % Crd Out GO: Percentual de Crédito Autorgado concedido no cálculo do ICMS próprio de operações realizadas em Minas Gerais - Sit. Trib. Cof:. - PS/CF ST BC: PIS e Cofins de ST deve compor base de cálculo do ICMS de Substituição Tributária. - Irrf/Icm Ret: Valor de ICMS retido compõe base de cálculo do IRFF Retido. Só se aplica a empresa pública.

35 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - Sit. Trib. PIS:. - Crd Pres PE:. - ICMS 271: Só utilizado pelo estado de São Paulo. - Trf transito: Informa se este Tes é utilizado na transferência de saldos para armazem de trânsito. Ver parametro MV_Locatran

36 TES O que é? Configuração – Pasta 3 – Outros: - Csll/Icm Ret: O valor do ICMS Retido vai compor base de cálculo da CSll retida. Utilizado somente por empresas públicas. - % Cr. Acu ICMS: Utilizado pelo Estado da Bahia.


Carregar ppt "TES O que é? É uma informação que é utilizada em toda sistemática e controle utilizados na escrituração e cálculo de impostos, taxas e contribuições estão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google