A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REGIONALIZAÇÃO DA ÁFRICA GEOGRAFIA - DÉBORA 9º ano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REGIONALIZAÇÃO DA ÁFRICA GEOGRAFIA - DÉBORA 9º ano."— Transcrição da apresentação:

1 REGIONALIZAÇÃO DA ÁFRICA GEOGRAFIA - DÉBORA 9º ano

2 O CONTINENTE AFRICANO

3

4 AS DUAS ÁFRICAS ÁFRICA DO NORTE/BRANCA Forte influência cultural árabe. Predomínio da população branca. Predomínio da religião islâmica. É considerada parte do mundo árabe. Maior desenvolvimento humano, devido à exploração de riquezas, principalmente petróleo. ÁFRICA SUBSAARIANA/NEGRA Possui a maior parte da população negra. Elementos culturais e religiosos próprios do continente. População predominantemente de extrema pobreza.

5 A REGIÃO DO MAGREB A palavra MAGREB de origem árabe, significa “onde o sol se põe”, ou seja, o ocidente. Trata-se da região mais ocidental de predomínio da religião islâmica, até onde o mundo islâmico domina no ocidente.

6 A REGIÃO DO SAHEL O SAHEL, (do árabe sahil, que significa “costa” ou “fronteira”, também conhecido como “franja do deserto”) é a região situada entre o deserto do Saara e as terras mais férteis ao sul, que forma um corredor quase ininterrupto do Oc. Atlântico até o Mar Vermelho. Trata-se de uma região que sofre intenso processo de desertificação devido ao mau uso das terras de baixa fertilidade e retirada da cobertura vegetal natural.

7 A REGIÃO DO CHIFRE DA ÁFRICA Região localizada no nordeste do continente, também conhecida como península somali, é marcada pelas condições climáticas de extrema seca e consequentemente baixíssima qualidade de vida da população. Outra característica significativa são os constantes conflitos internos dificultando ainda mais a vida da população. Na Somália, em especial, ocorrem ações piratas para financiar a guerrilha.

8 10 Ideias errôneas que temos sobre a África Postado por Missões Quilombo Missões Quilombo em 3 de janeiro 2012 às 13:00 Por Stephanie D’OrnelasStephanie D’Ornelas Via HypeScience

9 Uma jornalista da Nam í bia, Christine Vrey, estava revoltada com a ignorância das pessoas com quem j á conversou a respeito de seu continente natal, a Á frica. Segundo ela, o mundo ocidental sabe muito menos do que deveria sobre o continente africano, pecando por ignorância e preconceitos. Pensando nisso, Christine elaborou uma lista com dez ideias enganosas sobre o continente. Confira:

10 10 – A Á FRICA É UM PA Í S Pode parecer inacredit á vel, mas muitas pessoas, segundo ela, ainda pensam que a Á frica inteira é um pa í s s ó. Na verdade, o continente africano tem 61 pa í ses ou territ ó rios dependentes, e popula ç ão superior a um bilhão de habitantes (o que faz deles o segundo continente mais populoso, atr á s apenas da Á sia).

11 9 – A Á FRICA INTEIRA É UM DESERTO Dependendo das referências (alguns filmes, por exemplo), um leigo pode imaginar que a Á frica inteira seja um deserto escassamente povoado por bedu í nos e camelos. Mas apenas as por ç ões norte e sudoeste do continente (desertos do Saara e da Nam í bia, respectivamente) são assim; a Á frica apresenta um rico ecossistema com florestas, savanas e at é montanhas onde h á neve no cume.

12 8 – TODOS OS AFRICANOS VIVEM EM CABANAS A fama de continente atrasado permite, segundo Vrey, que muitas pessoas achem que a popula ç ão inteira habite cabanas com paredes de terra e teto de palha. A Á frica, no entanto, tem modern í ssimos centros urbanos nos quais vive, na realidade, a maior parte da popula ç ão. As pessoas que habitam tais cabanas geralmente vêm de grupos tribais que conservam suas vilas no mesmo estado h á muitas d é cadas.

13 7 – OS AFRICANOS TÊM COMIDAS ESTRANHAS Uma cidade africana, de acordo com a jornalista, se assemelha a qualquer outra localidade ocidental no quesito alimenta ç ão: pode-se encontrar qualquer lanchonete de fast food, por exemplo. Christine explica que os h á bitos alimentares dos africanos não diferem muito do nosso, exceto pelo que se come em algumas refei ç ões, como o “ braai ” (o equivalente ao nosso churrasco).

14 6 – H Á ANIMAIS SELVAGENS POR TODA PARTE Em uma cidade africana, você ver á o mesmo n ú mero de leões ou zebras que encontraria nas ruas de qualquer metr ó pole mundial: zero. Não h á absolutamente nenhuma condi ç ão favor á vel para eles nos centros urbanos, é ó bvio que vivem apenas em seus habitat naturais. Se você quiser ir à Á frica com o intuito de observar animais selvagens, ter á que fazer uma viagem espec í fica para esse fim.

15 5 – A Á FRICA É UMA EXCLU Í DA DIGITAL A jornalista Christine conta que ainda conversa com pessoas, pela internet, que ficam surpresas pelo simples fato de que ela, uma africana, tem acesso a computadores e internet! Um dos interlocutores da jornalista chegou a perguntar se ela usava um computador movido a vapor. Ela explica que a tecnologia não perde muito tempo em fazer seus produtos mais modernos chegarem at é a Á frica, e que eles estão cada vez menos atrasados em rela ç ão ao resto do mundo.

16 4 – EXISTE O “ IDIOMA AFRICANO ” Da mesma forma que ainda h á gente que considera a Á frica um ú nico pa í s, tamb é m existem pessoas que imaginam todos os habitantes do continente falando a mesma l í ngua. Christine explica que apenas na Nam í bia, de onde ela veio, h á mais de 20 idiomas usuais, incluindo mais de um “ importado ” e alguns nativos. Nenhum pa í s do continente tem menos de cinco dialetos correntes.

17 3 – A Á FRICA TEM POUCOS HOT É IS Não é uma missão imposs í vel encontrar hospedaria em uma visita ao continente africano. As maiores cidades do continente dispõem de dezenas de hot é is dispon í veis para turistas. S ó nas oito maiores cidades da Á frica do Sul, segundo Vrey, existem 372 hoteis

18 2 – OS AFRICANOS NÃO SABEM O QUE É UM BANHEIRO H á quem pense, de acordo com a jornalista, que todos os africanos sejam obrigados a fazer suas necessidades atr á s do arbusto ou em latrinas a c é u aberto. Isso vale, segundo ela, apenas para as á reas des é rticas e vilarejos afastados. No geral, uma casa na Á frica dispõe de um vaso sanit á rio muito semelhante ao seu.

19 1 – TODOS OS AFRICANOS SÃO NEGROS

20 Da mesma forma que houve miscigena ç ão de ra ç as na Am é rica, devido à s intensas migra ç ões de europeus, a Á frica tamb é m recebeu essas misturas. Na Nam í bia, por exemplo, h á fam í lias africanas brancas descendentes de franceses, holandeses e portugueses. Mas não h á apenas isso: o continente tamb é m abriga grandes comunidades de indianos, chineses e malaios, de modo que não se pode falar em “ ra ç a africana ”. Christine Vrey tamb é m explica que não existe uma “ ra ç a negra ”. Muitas pessoas, de acordo com a jornalista, acham que todos os negros são da mesma ra ç a ou grupo é tnico. Ela conta que j á ouviu pessoas descreverem a pr ó pria descendência como sendo, por exemplo, ¼ britânicos, ¼ hispânicos, ¼ russos e ¼ “ negros ”. Isso é um engano: h á v á rias caracter í sticas f í sicas dissonantes entre os povos de pele escura. As diferen ç as come ç am pela pr ó pria tonalidade: alguns povos têm a pele mais “ avermelhada ” ou mais marrom do que outros, e alguns são menos escuros, sem levar em conta a miscigena ç ão. Não é poss í vel falar, portanto, em “ negros ” simplesmente.


Carregar ppt "REGIONALIZAÇÃO DA ÁFRICA GEOGRAFIA - DÉBORA 9º ano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google