A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina-HUPES Patologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina-HUPES Patologia."— Transcrição da apresentação:

1 Patologia Endócrina Anatomo-Clínica I Patologia Endócrina Anatomo-Clínica I Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina-HUPES Patologia Cirúrgica I

2 IDENTIFICAÇÃO RRS RRS Idade: 19 anos Idade: 19 anos Sexo feminino Sexo feminino Parda Parda Solteira Solteira Estudante Estudante Natural e procedente de Cachoeira-BA Natural e procedente de Cachoeira-BA Prontuário: Prontuário: Admissão no HUPES: 19/06/07 Admissão no HUPES: 19/06/07

3 ANAMNESE QUEIXAS PRINCIPAIS QUEIXAS PRINCIPAIS Aumento de pêlos Aumento de pêlos Acne Acne Ganho de peso Ganho de peso Surgimento de estrias Surgimento de estrias

4 ANAMNESE HDA HDA Paciente com quadro iniciado um mês antes do internamento, apresentando acne, hirsutismo, estrias violáceas em abdome, fadiga, poliúria, polidipsia, nictúria (4x), aumento dos níveis pressóricos e ganho ponderal ± 10 Kg no período Paciente com quadro iniciado um mês antes do internamento, apresentando acne, hirsutismo, estrias violáceas em abdome, fadiga, poliúria, polidipsia, nictúria (4x), aumento dos níveis pressóricos e ganho ponderal ± 10 Kg no período Vinha em acompanhamento endocrinológico em outro serviço por hipotireoidismo primário, em uso de levotiroxina 75 μ g/dia Vinha em acompanhamento endocrinológico em outro serviço por hipotireoidismo primário, em uso de levotiroxina 75 μ g/dia

5 ANAMNESE INTERROGATÓRIO SISTÊMICO INTERROGATÓRIO SISTÊMICO Insônia à noite - sonolência diurna Insônia à noite - sonolência diurna Cefaléia periorbital D pulsátil / moderada intensidade / melhora com analgésicos - turvação visual OD - prurido/eritema palpebral D Cefaléia periorbital D pulsátil / moderada intensidade / melhora com analgésicos - turvação visual OD - prurido/eritema palpebral D Boca seca – gengivorragia à escovação – aftas Boca seca – gengivorragia à escovação – aftas Edema cervical difuso Edema cervical difuso Prolongamento período menstrual (4 p/ 7 d) – atraso menstrual Prolongamento período menstrual (4 p/ 7 d) – atraso menstrual

6 ANAMNESE ANTECEDENTES FISIOLÓGICOS ANTECEDENTES FISIOLÓGICOS Menarca aos 14a – ciclos menstruais regulares – G0P0A0 Menarca aos 14a – ciclos menstruais regulares – G0P0A0 ANTECEDENTES PATOLÓGICOS ANTECEDENTES PATOLÓGICOS Varicela e caxumba na infância Varicela e caxumba na infância ANTECEDENTES FAMILIARES ANTECEDENTES FAMILIARES Pais vivos – pai e avós paternos hipertensos – tia com tireoidopatia (?) Pais vivos – pai e avós paternos hipertensos – tia com tireoidopatia (?)

7 ANAMNESE HÁBITOS DE VIDA HÁBITOS DE VIDA Nega etilismo e tabagismo – não pratica atividade física – alimentação variada / evitando frango de granja e carne de porco desde o início do quadro Nega etilismo e tabagismo – não pratica atividade física – alimentação variada / evitando frango de granja e carne de porco desde o início do quadro MEDICAÇÕES EM USO MEDICAÇÕES EM USO Levotiroxina 75  g/dia Levotiroxina 75  g/dia

8 EXAME FÍSICO EGR, fáscies cushingóide, idade aparente maior que a referida, hidratada, normocorada, afebril, acianótica, anictérica, deambulante, orientada e cooperativa EGR, fáscies cushingóide, idade aparente maior que a referida, hidratada, normocorada, afebril, acianótica, anictérica, deambulante, orientada e cooperativa PA: 150x90mmHg P:64bpm PA: 150x90mmHg P:64bpm Peso: 84Kg H:1,59m IMC:33,2 Kg/m2 Peso: 84Kg H:1,59m IMC:33,2 Kg/m2 Circunferência abdominal: 106cm Circunferência abdominal: 106cm Hirsutismo em face, tórax e membros – Hirsutismo em face, tórax e membros – Ferriman-Gallwey: 22 Ferriman-Gallwey: 22

9 EXAME FÍSICO PELE: acne grau III (mais intensa em face, dorso e tórax anterior, também em MMSS) – manchas hipercrômicas descamativas em MMSS e dorso de ± 1 cm – dermatite seborréica – adelgaçamento da pele – equimoses em MMSS – extenso hematoma em flanco direito PELE: acne grau III (mais intensa em face, dorso e tórax anterior, também em MMSS) – manchas hipercrômicas descamativas em MMSS e dorso de ± 1 cm – dermatite seborréica – adelgaçamento da pele – equimoses em MMSS – extenso hematoma em flanco direito CABEÇA/PESCOÇO: eritema/edema palpebral à D – gibosidade cervical – acúmulo de gordura supraclavicular – tireóide de consistência firme, móvel à deglutição, difícil palpação CABEÇA/PESCOÇO: eritema/edema palpebral à D – gibosidade cervical – acúmulo de gordura supraclavicular – tireóide de consistência firme, móvel à deglutição, difícil palpação

10 EXAME FÍSICO AC: RCR, 2T, BNF sem sopros AC: RCR, 2T, BNF sem sopros AP: MVU sem RA AP: MVU sem RA ABDOME: flácido, panículo adiposo espesso, estrias violáceas > 1cm, sem massas ou VMG palpáveis, Traube livre, RHA presentes ABDOME: flácido, panículo adiposo espesso, estrias violáceas > 1cm, sem massas ou VMG palpáveis, Traube livre, RHA presentes EXTREMIDADES: edema em tornozelos bilateralmente (1+/4+) EXTREMIDADES: edema em tornozelos bilateralmente (1+/4+) NEUROLÓGICO: força muscular proximal preservada – equilíbrio e marcha sem alterações NEUROLÓGICO: força muscular proximal preservada – equilíbrio e marcha sem alterações

11 EXAME FÍSICO

12

13

14

15 AVALIAÇÃO LABORATORIAL 29/05/2007 Testost livre 357,0 pg/ml VR: < 23pg/ml Testost total 1028,0 ng/dl VR: < 55 ng/dl SDHEA > 1000 μ g/ml VR: μ g/ml FSH < 0,1 mIU/ml LH 0,12 mIU/ml Estradiol 48,9 pg/ml Cortisol às 8h 3,8 μ g/dl VR: 5-25 μ g/dl

16 AVALIAÇÃO LABORATORIAL 15/07/2007 Cortisol às 8h 44,86 μ g/dl VR: 5,5-30 μ g/dl ACTH < 5,0 pg/ml VR: até 46 pg/ml Renina 0,4 μ g/ml/h VR: 0,51-2,64 μ g/ml/h 17-OHP 8,88 ng/ml 0,87-3,12 ng/ml SDHEA 1360,0 μ g/dl 37,0-280,0 μ g/dl

17 AVALIAÇÃO LABORATORIAL 22/06/0702/07/0715/07/07VR Ht4750,242,635-45% Hb1617,314,812-15,5g/L Leucócitos /μL Seg77%(9702)79,5%(11527)77,6%(13269) /μL Linf14,7%(1852)13,1%(1899)15,9%(2718) / μL Eos0,1%(12)0,1%(14)0,2%(34) 40-50/μL Bas0,1%0,2%- Mon8,1%7,1%6,2% Plaquetas / μL

18 AVALIAÇÃO LABORATORIAL 22/06/0702/06/0715/07/07VR TAP114%98%100% TTPA18s19s Sódio meq/L Potássio3,73,93,63,5-5,0meq/L Ca total 9,29,28,28,5-10,5mg/L Magnésio2,22,22,01,8-3,0mg/dL Fósforo2,94,61,62,5-4,5mg/dL Glicemia mg/dL Albumina2,63,4-4,7g/dL CK U/L

19 AVALIAÇÃO LABORATORIAL 22/06/0702/06/0715/07/07VR Uréia mg/dL Creatinina0,81,40,80,6-1,2mg/dL CT169<200mg/dL HDL44>40mg/dL LDL109<130mg/dL Triglicérides80<150mg/dL AST190-35U/L ALT617-56U/L FA U/L

20 AVALIAÇÃO RADIOLÓGICA US tireóide (04/06/07) Imagem anecóica em LD e istmo 0,6x0,4cm sugerindo cisto US abdome total (04/06/07) Imagem hipoecóica com centro discretamente ecogênico em topografia de adrenal D 7,6x5,8cm US pélvico (04/06/07) Útero e ovário D sem alterações; ovário E não visualizado TC abdome total (22/06/07) Em topografia de adrenal D, em íntimo contato com VCI, formação hipodensa, contornos lobulados com realce irregular pelo meio de contraste 7,0x5,7x6,4cm TC crânio (22/06/07) Sinais de involução cortical em desacordo com a idade da paciente

21 HIPÓTESES DIAGNÓSTICAS


Carregar ppt "Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Patologia Endócrina. 2014.1 Anatomo-Clínica I Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina-HUPES Patologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google