A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Rafael Seidel Estado Mundial: Responsabilidade Íntima do Intermissivista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Rafael Seidel Estado Mundial: Responsabilidade Íntima do Intermissivista."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Rafael Seidel Estado Mundial: Responsabilidade Íntima do Intermissivista

2 I) Conceitos gerais: Estado e Historia; II) Evidências, prenúncios de um Estado Mundial hoje; III) Curso Intermissivo, maxiproéxis e Estado Mundial

3  Tema muitas vezes considerado como utópico, distante da realidade imediata do pesquisador;  Necessidade de manter a discussão sobre o Estado Mundial em pauta;

4  Multidimensionalidade;  Holossomática;  Bioernegética;  Pluriexistencialidade;

5 O Estado é uma sociedade natural, no sentido de que decorre naturalmente do fato de os homens viverem necessariamente em sociedade e aspirarem realizar o bem geral que lhes é próprio, isto é, o BEM COMUM. Por isso e para isso a sociedade se organiza em Estado (Lopes, André Luiz. 2010)

6  Aristóteles (IV a. C) em sua obra denominada “a Política” já escrevia sobre o Estado, começando pela organização política de Atenas e Esparta, os órgãos de governo dessas cidades, chegando a uma classificação de todas as formas de governos então existentes, podendo ser considerado o fundador da ciência do Estado. (Lopes, 2010).

7  Território;  Povo;  Soberania;

8  Cidades- Estados (polis)  Estados Absolutistas (ab legibus solutos)*  Estados Liberais (Rev. Fr.) * livre das leis

9  O Estado Mundial é a política de cooperação, intercâmbio e integração universalista entre as Nações, conquista possível devido aos avanços tecnológicos, sendo inevitável o consenso ou a homogeneização gradual das leis e regras regendo este regime, respeitando os direitos individuais ou culturais de determinada população. (Vieira, Waldo.)

10  Integração Universalista;  Cooperação, consenso.  Homogeneização gradual das Leis;  Respeito aos direitos individuais e culturais;  Avanços Tecnológicos

11  “é a convergência de todas as Nações em um sistema consensual de governo universal pacífico, democrático, humanizador, resultante da evolução da sociedade humana”  (Pereira, Jayme)

12  Prenúncios de um Estado Mundial

13  Quais fatos já evidenciam a possibilidade futura de um Estado de Mundial?

14  Tratado de Vestfalia: Tratado marco no sistema moderno de Relações Internacionais;  1648, Münster;  Conjunto de tratados que encerrou a Guerra dos 30 anos;  Transição entre o sistema feudalista e o sistema moderno de Estado;

15  Por essa razão, a Paz de Vestfália costuma ser o marco inicial nos currículos dos estudos de Relações Internacionais.

16  Fundada em 1945, substituiu a Liga das Nações;  Atualmente conta com 193 Estados membros;  Dentre seus objetivos institucionais encontram- se a paz mundial, a defesa dos direitos humanos e a intercooperação entre as nações.

17

18

19  Bloco econômico mais avançado existente na atualidade;  Supranacionalidade; (Laboratório para um Estado Mundial)  Associação voluntária de 28 Estados Soberanos;  23 Idiomas Oficiais;

20  “A União Europeia é importante na condição de ponte ou protótipo para implantação, em futuro próximo, do Estado Mundial, condição invevitável dentro do progresso natural das Socins deste planeta e da atual Organização das Nações Unidas” (vieira, 2003, p.233)

21

22  Direito Internacional;  Criação de corpo de regras internacionais, transnacionais e até supranacionais que ultrapassam o controle dos Estados  Pluralidade de Tribunais e organismos internacionais;

23

24  Supercomunicação, internet;  Nanotecnologia;  Astronáutica;

25  1977 – 2014;  Objeto mais distante que o homem conseguiu colocar no espaço;  Desde o verão passado, o equipamento explora território virgem, onde é possível sentir os efeitos do espaço interestelar  Já percorreu cerca de 19 bilhões de kilômetros;

26

27

28  Melhoria para melhor de ambientes extrafísicos degradados;  Iniciada no continente Europeu na segunda metade do século XX e em contínua expansão para outros continentes;

29  Parafato com influência direta em fatos como a criação da União Europeia, ONU e outros.  Serenão reurbanizador.  As reurbanizações extrafísicas preparam o planeta para o surgimento futuro do Estado Mundial.

30  Por que o Estado Mundial não é uma realidade hoje?

31 Você considera possível trabalhar de forma prática aqui e agora a favor de um Estado Mundial?

32  Lucidez: Matéria prima para um Estado Mundial;  Necessidade de expansão da lucidez “per capita”das populações terrestres; .Frente de atuação ao intermissivista lúcido às realidades multidimensionais.

33  O Estado Mundial antes de ser um estado político é um estado de lucidez, de maturidade, de discernimento

34  A Conscienciologia enquanto neociência da Consciência possibilita a ampliação dos níveis de lucidez e maturidade integrada da consciência interessada e autesforçada.

35  “Quando munida de autoconsciência multidimensional, a conscin passa a ser cidadã construtora do Estado Mundial Cosmoético” (Pereira, Jayme.)

36 Necessidade de ampliação e expansão dos próprios níveis de consciencialidade, lucidez e maturidade integrada.

37  Qual o papel do intermissivista lúcido na construção de um Estado Mundial?

38 Necessidade de transformar o “Planeta Hospital em Planeta Escola”

39  “O intermissivista enquanto agente expansor da consciencialidade de conscins e consciexes, através da tares, contribui diretamente para formação gradual de uma atmosfera holopensênica planetária propícia ao desenvolvimento e consolidação de um Estado Mundial”

40 Q uais os traços a serem desenvolvidos ou superados para que eu possa me considerar desde já um cidadão apto a vivenciar um Estado Mundial?

41  “É megadesafio da consciência em sua trajetória multimilenar de ressomas romper os casulos do restringimento cultural, impositores de condicionamentos, rótulos, segregações e particularismos para adquirir o senso universalista”  (Pereira, Jayme)

42  Que solução você vem apresentando ao desafio intrapessoal da cidadania temporária versus o senso permanente de Para- humanidade?  ( Waldo Vieira, Conscienciograma )

43  A maxiproéxis (maxi + pro + exis) é a programação existencial máxima, por atacado, maior, avançada, doadora, dedicada conscientemente ao bem da coletividade, objetivando a consecução da tarefa do esclarecimento (tares), na vivência do universalismo, da maxifraternidade e da Paradireitologia, com bases evolutivas policármicas.

44  Quais os gargalos grupais prioritários a serem superados para que as Cognópolis possam ser verdadeiras células do Estado Mundial?

45 Muito Obrigado! Thank You Muchas Gracias


Carregar ppt "Prof. Rafael Seidel Estado Mundial: Responsabilidade Íntima do Intermissivista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google