A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo 13 Camila Amorim Caio Corrêa Renato Oliveira Isaac Chammah Guilherme Costa Vinícius Zabisky TI– Prof. Marta Maia 23 de Abril de 2010 Second Life.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo 13 Camila Amorim Caio Corrêa Renato Oliveira Isaac Chammah Guilherme Costa Vinícius Zabisky TI– Prof. Marta Maia 23 de Abril de 2010 Second Life."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo 13 Camila Amorim Caio Corrêa Renato Oliveira Isaac Chammah Guilherme Costa Vinícius Zabisky TI– Prof. Marta Maia 23 de Abril de 2010 Second Life

2 Introdução O Second Life é um ambiente virtual e tridimensional e que simula em alguns aspectos a vida real e social do ser humano. Remete ao conceito de ter uma “vida paralela”, uma segunda vida, onde o usuário é livre para ser e fazer o que bem entender Não há misões, fases ou objetivos pré definidos Possui uma economia e moeda própria Empresas passaram a ter um espaço virtual, onde era possível divulgar a empresa e interagir de outra forma com os usuários. Crescimento de 65% da sua economia, chegando ao patamar de mais de R$

3 Histórico O Second Life foi criado em 1999, mas só foi lançado em 2003, pois a tecnologia disponível em 99 não era adequada o suficiente. A empresa proprietária é a americana Linden Labs, sendo a IG e a Kaizen Games as empresas responsáveis por trazer o Second Life para o Brasil em O Second Life teve seu grande boom entre 2006 e 2007, quando a plataforma era um “hype”. Atualmente, não há mais do que usuários logados simultaneamente no serviço. O serviço não vingou no Brasil e teve as suas atividades nacionais encerradas em Nem 1% dos usuários cadastrados se conectava mensalmente.

4 Funcionamento O ambiente virtual do SL permite que o usuário crie uma personagem virtual e viva a sua vida de acordo com o seu interesse. Second Life pode tanto ser encarado como um jogo, como um simulador, um comercio virtual ou uma rede social. Competição econômica: É possível ganhar e perder dinheiro e bens dentro do sistema Competição social: Com o SL é possível fazer parte das mais variadas redes e grupos sociais, que, podem ser tanto de natureza pública (aberto a todos) como privado (somente convidados). O sistema possui um modelo próprio de moeda chamado Linden Dollar (grafado com L$) em referência ao nome de sua empresa criadora.

5 Funcionamento O sistema é basicamente composto por 2 partes principais: os clientes (já que desde 2003 o conteúdo é desenvolvido basicamente pelos users) e os servidores. A parte do cliente pode ser obtida gratuitamente por qualquer pessoa que esteja interessada no simulador, através do download no site oficial e ser executada em um computador que esteja de acordo com os requisitos mínimos O visual geral do sistema é um composto de objetos modelados em terceira dimensão com diferentes texturas. Com ferramentas de edição apropriadas, qualquer pessoa pode criar diferentes tipos de objetos.

6 Vantagens e Benefícios SL pode ser utilizado pelas empresas para a divulgação de produtos e serviços de forma não convencional e com um custo reduzido. Por possuir uma economia própria, é possível ganhar dinheiro “real” através do Second Life. Em 2006, a chinesa Ailin Graef foi a primeira pessoa do second life a ganhar US$ Algumas bandas usaram a ferramenta para divulgar músicas ou discos, como é o caso da banda Charlie Brown Jr. É possível utilizar o Second Life como uma forma de reunião internacional de empresas podendo ser uma forma de se “pensar fora da caixa” e incentivando criatividade.

7 Desvantagens e Dificuldades Por necessitar de uma conexão rápida e computadores potentes para uma boa experiência, muitas pessoas são “marginalizadas” pelo Second Life. Comparado com outras mídias virtuais, o Second Life possui um impacto ambiental muito maior. Estimativas calculam que um avatar gasta em média 1752 kWh por ano, enquanto a média do brasileiro é 1884 kWh por ano. Como as leis virtuais no Brasil ainda não estão bem definidas, a serviço é passível de fraudes entre os usuários. Como não há atualmente um servidor nacional e as informações são enviadas para o servidor internacional, os usuários brasileiros ficam dependentes da política de uso de outro país.

8 Exemplos SL e Empresas O Second Life, que conta com mais de 1400 empresas presentes na sua plataforma, está lançando em 2010, em conjunto com a IBM, uma versão especial para elas. Se trata do Second Life Enterprise. Por U$55.000, uma empresa pode comprar uma versão própria e personalizada do Second Life. Esse pacote conta com alguns itens pré instalados, como sedes das empresas, centros de convenções e auditórios, por exemplo.

9 Exemplos SL e Economia Embora muitos estejam descrédulos com o Second Life, ele obteve um crescimento de 65% em Embora o hype tenha passado após 2007, e o número de usuários do serviço tenha caído, a economia nunca esteve tão bem.

10 Exemplos SL e Erotismo A Linden Labs, com medidas de reinventar a plataforma, resolveu investir mais no setor de erotismo. A maneira encontrada pela empresa foi disponibilizar maior material relacionado ao assunto, com a intenção de atrair usuários interessados especificamente nesse segmento.

11 Exemplos SL e Ensino A universidade de Edinburgh, Reino Unido fará uma cerimônia pelo Second Life. A ideia é que estudantes que estão fazendo algum intercâmbio ou curso exterior possam participar da cerimônia. Após a cerimônia, os formandos poderão interagir em um bar virtual.


Carregar ppt "Grupo 13 Camila Amorim Caio Corrêa Renato Oliveira Isaac Chammah Guilherme Costa Vinícius Zabisky TI– Prof. Marta Maia 23 de Abril de 2010 Second Life."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google