A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carmen Madureira. Teorias Fixistas CRIACIONISMO CATASTROFISMO GERAÇÃO ESPONTÂNEA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carmen Madureira. Teorias Fixistas CRIACIONISMO CATASTROFISMO GERAÇÃO ESPONTÂNEA."— Transcrição da apresentação:

1 Carmen Madureira

2 Teorias Fixistas CRIACIONISMO CATASTROFISMO GERAÇÃO ESPONTÂNEA

3 Carmen Madureira Teorias Fixistas Existem três correntes fixistas que têm em comum o facto de não aceitarem alterações nos seres vivos, mantendo-se imutáveis ao longo do tempo. TEORIADEFINIÇÃO Geração espontânea (Aristóteles até séc.XIX) As espécies surgem a partir de matéria inerte, não viva, mediante determinadas condições e sob a acção de um princípio activo presente na matéria e que por si só é capaz de gerar vida. CriacionismoOs seres vivos são originados por um acto de criação especial de um ser sobrenatural, o Criador, tendo surgido todos de uma só vez. CatastrofismoAdmite que na história da Terra teria havido uma sucessão de catástrofes geológicas que teriam destruído as espécies existentes, surgindo posteriormente novas espécies criadas pelo Criador ou vindas de outras regiões.

4 Carmen Madureira Teorias Fixistas Fixismo corresponde à primeira tentativa de explicação da biodiversidade. As espécies são fixas e imutáveis, criadas independentemente umas das outras * Surge numa época em que vigorava a teoria geocêntrica; *O mapa-mundo não tinha os contornos de hoje; * Acreditava-se no poder de(s) Deus(es) e dos filósofos.

5 Carmen Madureira Teorias Fixistas Século XVI – século de mudança para a Humanidade: Época dos descobrimentos; Enriquecimento da Europa com a enorme diversidade biológica proveniente principalmente das regiões tropicais; Início do tráfico de escravos; Apoio à teoria Heliocêntrica; Alterações ao desenho do mapa-mundo; Estudo dos fósseis.

6 Carmen Madureira Teorias Fixistas A classificação dos seres vivos e o estudo dos fósseis, efectuados por indivíduos fixistas, foram o principal motor para o aparecimento das ideias evolucionistas. Lineu, criacionista convicto, classificou os seres vivos de uma forma hierarquizada, tendo para o efeito que os comparar e analisar. A Lineu faltou a visão para perceber que as semelhanças e as diferenças entre os seres vivos não são devidas a um plano do Criador, mas sim a alterações dos seres vivos a partir de um ancestral comum

7 Carmen Madureira Teorias Fixistas Cuvier enunciou a teoria catastrófica segundo a qual o ser vivo presente no fóssil não existia pois tinha sido eliminado por uma catástrofe. Apresentava como argumento o facto de não existirem formas fósseis intermédias *entre as espécies vivas e as fossilizadas. *Este argumento deixou de fazer sentido quando foram descobertas formas fósseis intermédias O estudo dos fósseis permitiu diferentes explicações sobre a biodiversidade

8 Carmen Madureira Período de transição

9 Carmen Madureira Período de transição Maupertuis formulou a primeira hipótese da adaptação dos seres vivos ao meio, admitindo a existência de selecção e de um ancestral a partir do qual derivavam todas as forma vivas. As modificações úteis seriam conservadas e os indivíduos inaptos estavam condenados a morrer. Os elementos dotados de inteligência organizavam-se de acordo com os desígnios do Criador. Não conseguiu desenvolver uma concepção coerente da Natureza. O mundo científico da época não estava pronto para as ideias de Maupertuis

10 Carmen Madureira Buffon é o precursor do transformismo. Explica as alterações dos seres vivos como devidas à acção da adaptação à alimentação e ao clima. A Natureza é activa e capaz de transformar as estruturas vivas entre os seres da mesma espécie – Transformismo. Defende que surgem seres vivos diferentes por geração espontânea, persistindo uns e degenerando outros para espécies próximas – Transformismo por degeneração Período de transição

11 Carmen Madureira James Hutton estabelece o princípio do gradualismo. Na Natureza existem agentes que a modificam e essa actuação sempre aconteceu – agora e no passado. A Terra gradualmente, dia após dia, foi-se alterando e acumulando essas diferenças, pelo que foi necessário muito tempo para se obter uma modificação visível. Foi o primeiro a pensar que a Terra tem milhões de anos. Período de transição

12 Carmen Madureira Lyell aperfeiçoa as ideias de Hutton. Explica que a existência das lacunas estratigráficas é devida à erosão. Confirma a Lei do Uniformitarismo ou Princípio das Causa Actuais que pressupõe: 1 – as leis naturais são constantes no tempo e no espaço; 2 - as causas que provocaram alterações no passado, são as mesmas que provocam os mesmos efeitos no presente; 3 – as mudanças geológicas são lentas e graduais Período de transição

13 Carmen Madureira Período de transição O Mundo estava finalmente preparado para a MUDANÇA.

14 Carmen Madureira BIBLIOGRAFIA jpg wmE/s320/Buffon.jpg Período de transição


Carregar ppt "Carmen Madureira. Teorias Fixistas CRIACIONISMO CATASTROFISMO GERAÇÃO ESPONTÂNEA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google