A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENERGIA Sinopse Contexto (0) Combustíveis Fósseis (1, 2, 3) Energias das Ondas (4) Solar (5, 6) Hidrogénio (7, 8, 9) Edifícios – Eficiência Energética.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENERGIA Sinopse Contexto (0) Combustíveis Fósseis (1, 2, 3) Energias das Ondas (4) Solar (5, 6) Hidrogénio (7, 8, 9) Edifícios – Eficiência Energética."— Transcrição da apresentação:

1 ENERGIA Sinopse Contexto (0) Combustíveis Fósseis (1, 2, 3) Energias das Ondas (4) Solar (5, 6) Hidrogénio (7, 8, 9) Edifícios – Eficiência Energética / QAI (10, 11, 12) Gestão de Energia (13, 14, 15, 16, 17) MIT (18) Tejo Pavilhão Atlântico

2 ENERGIA Planeamento/Gestão - Compatibilidade Oferta/Procura País - Região - Cidade Edifícios Iluminação Calor Frio Media Força Motriz Transportes Força Motriz … Indústria … Electricidade Combustíveis Gás Natural Calor / Frio Solar Lenha Hidrogénio Tudo! 1 Tecnologias de Conversão e Transporte Tecnologias de Transporte e Conversão Convencional Renovável Nuclear Carvão Petróleo Gás Natural Ondas Solar Vento Biomassa Hidro Geotérmica Energia primária Energia Final Energia Útil

3 Combustão com O 2 /Gás Recirculado Tecnologia para permitir sequestro de CO 2 Variação de parcelas de calor por: Radiação Convecção Caudal de vapor na caldeira Objectivos: Analisar a adaptação de uma caldeira usando carvão pulverizado para recirculação de produtos e injecção de O 2. Definição da razão de recirculação que permite o uso das caldeiras existentes aplicando a tecnologia. Resultados com Impacto Social: Definiu-se a possibilidade de adaptar a tecnologia existente em caldeiras de centrais de produção de energia eléctrica em Portugal para funcionarem com a separação de CO 2. O preço a pagar pelo sequestro do CO 2 é uma redução da eficiência dos 39% actuais para cerca de 30%. Parceiros Seleccionados: EDP.

4 TECNOLOGIAS ENERGÉTICAS Energia das Ondas Objectivos: Caracterização do recurso energético nacional e europeu. Desenvolvimento da tecnologia de sistemas, tanto para instalação na costa como offshore. Projecto, construção e monitorização de protótipos. Resultados com Impacto Social: Aproveitamento dum recurso nacional para produção de energia eléctrica, com potencial comparável ao do eólico. Portugal em posição de destaque mundial na tecnologia. Apoio a empresas nacionais no desenvolvimento de tecnologia, com oportunidades para criação de emprego e exportação. Parceiros Nacionais: EDP, EDA, EFACEC, MARTIFER Energia, Kymaner, INETI, Consulmar, IPTM.

5 ENERGIA SOLAR Novos Sistemas Energéticos Objectivos: Desenvolver novos sistemas energéticos. Estudar novos sistemas de aquecimento, arrefecimento e micro-geração de electricidade. Modelação dos sistemas e estudo experimental. Resultados com Impacto Social: Aplicação ao aquecimento de águas/ambiente. Aplicação ao arrefecimento solar (por absorção e ejecção) em edifícios residenciais e comerciais. Aplicação à micro-geração eléctrica. Parceiros Seleccionados: PSA (SP); Univ. of Nottingham (UK); Univ. di Padova (IT); Thermacore Europe Ltd. (UK); Venturi Jet Pumps (UK),... colectores Dep. chiller edifício Arrefecimento ambiente a partir de energia solar Obtenção de energia mecânica a partir de energia solar Sistema de ejecção para arrefecimento ambiente com alimentação solar

6 EDEN Desenvolvimento de Novas Energias Uso de Hidrogénio com Energias Renováveis Objectivos: Integrar uma instalação de electrólise para produção de hidrogénio e uma pilha de combustível com geradores eólicos. Desenvolver tecnologias para hidrogénio: armazenamento em hidretos metálicos e conversão a partir de álcool. Analisar os métodos e impactos da introdução do hidrogénio como vector energético em Portugal. Resultados com Impacto Social: Aumento da possibilidade de participação das energias renováveis (intermitentes) na produção de energia eléctrica. Familiarização com tecnologias de utilização de hidrogénio e sua disseminação. Parceiros Seleccionados: SRE, EDP, AREAM, EEM, Efacec, H2H2 O2O2

7 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Edifícios Objectivos: Promover o conforto térmico e a eficiência energética em edifícios Criar a regulamentação térmica necessária e apoiar a sua aplicação Desenvolver tecnologias e instrumentos de informação e formação de boas práticas energéticas para a construção Resultados com Impacto Social: Foi criada uma fileira de regulamentação térmica dos edifícios (RCCTE-1990 e 2006 (revisão) ; RSECE-1998 e 2006 (rev.) ) Foi constituída uma sólida capacidade científica e técnica na energia nos edifícios (FEUP, INETI, UM, IST,…) Assegurada uma ampla acção de formação (formal e informal) e informação de técnicos para o sector Parceiros Seleccionados: FEUP, (DCIVIL, DEMEGI), INETI (DER), CSOPT, LNEC, Empresas out in histograma temperaturas

8 GESTÃO DE ENERGIA Escala Urbana Objectivos: Optimização das cidades como sistemas energético- ambientais (cidades sustentáveis) Gestão da procura e optimização física e económica dos sistemas urbanos (edifícios, transportes, infra-estruturas) Valorização da fase projectual (urbanização, edifícios) no desempenho energético-ambiental do espaço construído Resultados com Impacto Social: Identificação e ensaio de estratégias e instrumentos de planeamento e gestão urbana (Expo98, Sustainable Cities, Parque Alqueva) Concepção e projecto de low carbon cities Experimentação de tecnologias e práticas de sucesso na utilização eficiente da energia Parceiros Seleccionados: FEUP (DEMEGI), FGT, EC(DGTREN), Parque Expo98, SAIP (1993 – 98) Copenhage (1998 – 2000) Tejo Pavilhão Atlântico Rede frio / calor

9 (2007 – 2009) Sustainable Energy Systems Urbano Regional Conversão, Transporte Parceiros Seleccionados: FEUP, ISEG, IST, FCTUL, INESC Micro redes eléctricas Micro-geração INESC


Carregar ppt "ENERGIA Sinopse Contexto (0) Combustíveis Fósseis (1, 2, 3) Energias das Ondas (4) Solar (5, 6) Hidrogénio (7, 8, 9) Edifícios – Eficiência Energética."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google