A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Entre o Gris e a Irisação Limites da teoria e da práxis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Entre o Gris e a Irisação Limites da teoria e da práxis."— Transcrição da apresentação:

1 Entre o Gris e a Irisação Limites da teoria e da práxis

2 Escola de Frankfurt Como a psicologia social, na crítica à formação cultural, pode conter o progresso da dominação? Horkheimer e Adorno (1994)- A dialética do Esclarecimento busca por meio da razão e às vezes da sensibilidade, apropriar-se do objeto, e desencantá-lo. Conceito de esclarecimento p.82 nota de rodapé.

3 Escola de Frankfurt O progresso encerra em si “o, progresso irrefreável da dominação” e, nisto, sua igualmente “irrefreável regressão”, um progresso que arrasta e recebe o impacto da volta “inexorável” da natureza. “A naturalização dos homens hoje em dia não é dissociável do progresso social” e a necessidade de dominação sobre a natureza.

4 Escola de Frankfurt Princípio da Cultura: movimento ao estado de reconciliação com o outro ( a natureza), o diferente, na realização de um outro também diferenciado. Para os autores- na produção de conhecimento, a verdade não existe de modo absoluto e descontextualizado, mas sim contendo um “núcleo temporal” definido pelo processo histórico.

5 Escola de Frankfurt Pensar o passado com promessas não cumpridas e esperanças não realizadas, cria outras possibilidades. A arte então reconhecida como “saber”. Autores frankfurtianos- provenientes da análise materialista dialética. A tensão entre os elementos separados pode conduzir o conhecimento para além da ideologia.

6 Escola de Frankfurt Para os Frankfurtianos o método é de fundamental importância. Como materialista é o objeto que determina o método. OBJETO SUJEITO a primazia é do objeto, todo sujeito também é objeto, ao ser tomado como objeto é capaz de reflexão

7 Teoria e Práxis Teoria- indicativo de liberdade; Teoria- para enxergar por cima do muro; Teoria- deve manter contato com a realidade. Ex: a obra Personalidade Autoritária (Adorno 1965). Eixo central é a investigação de como os sujeitos reagem frente ao estímulo apresentado, analisa a relação entre personalidade e ideologia.

8 Personalidade Ao mesmo tempo que a personalidade é formada socialmente, ela forma e mantém a própria sociedade, então as críticas dirigidas à personalidade, são críticas dirigidas à sociedade. EX: sobre a música popular (Adorno, Simpson 1994)

9 Personalidade Manter a tensão ocasionada pela cisão (teoria e prática) é um princípio e um procedimento que visam assegurar ao pensamento a não- adesão ao que de repressivo está presente no processo de esclarecimento. Ver p. 87 1º parágrafo.

10 Psicologia Social O objeto a ser estudado que deve designar as disciplinas para seu estudo. O próprio objeto expressa essa cisão, necessitando de focos diferentes para eliminar os fragmentos que indicam a totalidade. Adorno De la relación entre sociología y psicología reconhece a psicanálise de Freud e reconhece seus limites e anacronismos.

11 Psicologia Social “Psicologia Social analiticamente orientada”. Ambas estariam capacitadas para investigar por que a civilização avança rumo à barbárie em vez de entrar no estado verdadeiramente humano. O motivo da barbárie se encontra no fracasso da cultura. Ver p. 88 último parágrafo.

12 Adorno e a subjetividade Adorno indica a necessidade de se voltar para as condições subjetivas. Fortalecer o sujeito passa a ser considerada uma forma de intervenção possível a fim de tentar conter a violência. Considerar a presença dos aspectos objetivos na manifestação da violência não justifica deixar de lado os aspectos subjetivos.

13 Adorno e a subjetividade Não abordar os aspectos psicológicos presentes na barbárie acaba reforçando o próprio movimento que se pretende combater. A dominação psicológica deve ser entendida em sua dimensão política. Ler p. 90 2º parágrafo.

14 Adorno e a subjetividade A dominação ocorre no nível da consciência: quando são acionados mecanismos psicológicos para não ver o que se encontra tão visível, o que é suscitado é a fragilidade do ego. A Liberdade- aposta no talento. p. 94. A questão da arte p. 95 como possibilidade de transformação.


Carregar ppt "Entre o Gris e a Irisação Limites da teoria e da práxis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google