A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ECOLOGIA Conceitos básicos. ECOLOGIA (do grego oikos, casa, e logos, estudo), originalmente empregado pelo biólogo alemão Ernst Haeckel, em 1869) estuda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ECOLOGIA Conceitos básicos. ECOLOGIA (do grego oikos, casa, e logos, estudo), originalmente empregado pelo biólogo alemão Ernst Haeckel, em 1869) estuda."— Transcrição da apresentação:

1 ECOLOGIA Conceitos básicos

2 ECOLOGIA (do grego oikos, casa, e logos, estudo), originalmente empregado pelo biólogo alemão Ernst Haeckel, em 1869) estuda as relações dos seres vivos entre si e deles com o ambiente onde vivem. Atualidade: crescimento da população humana, poluição e exploração inadequada do meio, espécies e ambientes ameaçados...

3 I NDIVÍDUO Qualquer exemplar de uma espécie, seja animal, vegetal, fungo, alga ou microrganismo.

4 E SPÉCIE Conjunto de indivíduos muito semelhantes e que podem se intercruzar originando descendentes férteis. Única em forma, função e comportamento; com programação genética própria: resposta do organismo às pressões ambientais ao longo de sua evolução.

5 P OPULAÇÃO É um conjunto de indivíduos da mesma espécie, que habita uma mesma área, durante um determinado período de tempo.

6 C OMUNIDADE (B IOCENOSE OU B IOTA ) É o conjunto de populações (seres vivos de várias espécies) que habitam uma mesma região. Os seres vivos que formam uma comunidade constituem os componentes ou fatores bióticos (vivos) de um ecossistema.

7 B IÓTOPO Porção não viva do ambiente, caracterizada pelas condições físicas, químicas, climáticas, geológicas, etc. da região onde vive a comunidade. Os componentes ambientais de natureza não viva constituem os componentes ou fatores abióticos do ecossistema.

8 Para viver, a biocenose depende de fatores físicos e químicos do meio ambiente. No exemplo duma floresta, o biótopo é a área que contém um tipo de solo (com quantidades típicas de minerais e água) e é afetada por um determinado clima(umidade, temperatura, grau de luminosidade e outros fatores). Os fatores abióticos do biótopo afetam diretamente a biocenose, e também são por ela influenciados. O desenvolvimento de uma floresta, por exemplo, modifica a umidade do ar e a temperatura de uma região.biocenosemeio ambienteflorestasolomineraiságuaclimaumidadetemperaturaluminosidadefatores abióticos

9

10 Biótopo/Fato r abiótico Deserto Zona temperada PólosTrópicosMontanhasGrutasFlorestasMetrópolesMetrópoles¹ Luz variável inexistentevariávelabundante Oxigênio abundante fracomédio Gelo inexistentevariávelabundanteinexistentevariávelmédiovariável Ventos fracomédio abundanteinexistentefracomédio Umidade inexistenteabundantemédioabundantemédioabundantefracovariável Outros fatores areia estações do ano friocaloraltitudetrevas gás carbônico poluição ¹.¹.

11 E COSSISTEMA É o conjunto de seres vivos (fatores bióticos) mais o biótopo (fatores abióticos), que se relacionam e funcionam com um todo. Conjunto dinâmico e variável, onde os seres vivos e os fatores ambientais estão sempre interagindo e se alterando. Não tem tamanho definido.

12 B IOSFERA É o conjunto de todos os ecossistemas existentes no planeta. É a porção da Terra onde existe vida.

13 A biosfera da Terra seria a soma de todas as áreas que contêm vida no planeta.

14 H ABITAT Compreende o lugar ou espaço físico onde vive uma determinada espécie. É a localização mais precisa de uma espécie em seu ambiente. Determina a sobrevivência e reprodução do grupo. Local de abrigo, alimentação e reprodução.

15 N ICHO E COLÓGICO Representa o papel desempenhado por uma espécie dentro de seu habitat. Devemos analisar também: tipo de alimentação, hábitos comportamentais, período de reprodução...

16 O NÇA - PINTADA Comprimento: Até 2,10 m Peso: Cerca de 110 kg N° de filhotes: De 1 a 4 Longevidade: 20 anos Hábito alimentar: Carnívoro; noturno e crepuscular Alimentação: Queixadas, tamanduás, antas, capivaras, pequenos macacos, entre outros. Não ruge.

17 D ISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA ONÇA

18 C APIVARA Comprimento: 1,30 m Peso: 60 a 80 Kg N° de filhotes: 4 a 6 filhotes/ano Longevidade:10 a 12 anos Hábito alimentar: vegetariano; manhã e crepuscular. Alimentação: Capim e ervas

19 D ISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA CAPIVARA

20 S UÇUARANA Comprimento: 2,40 m Peso: até 100 Kg N° de filhotes: 2 a 3 Longevidade: 15 anos Hábito alimentar: Carnívoro e crepuscular Alimentação: é um predador competente, caçando desde grandes presas a roedores. Em regiões de clima quente tendem a caçar presas de porte médio. Uma vez morto o animal, a suçuarana cobre a carcaça e volta para se alimentar dela de tempos em tempos. A suçuarana não come animais que não tenha matado!

21 D ISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA SUÇUARANA

22 Quando duas ou mais espécies ocupam nichos ecológicos semelhantes, competem entre si. Quanto maior a semelhança entre os nichos ecológicos, mais intensa é a competição.

23

24 B IOMA São áreas mais ou menos uniformes com relação ao clima, geomorfologia, solo, vegetação e fauna. Exemplos: floresta temperada, floresta pluvial, savana... No Brasil temos as florestas tropicais, o cerrado, a caatinga, os pampas,...

25 E CÓTONO Faixa de transição entre dois grandes ecossistemas ou biomas. A variedade de espécies é grande, pois são encontradas espécies dos dois ecossistemas em intersecção.

26

27


Carregar ppt "ECOLOGIA Conceitos básicos. ECOLOGIA (do grego oikos, casa, e logos, estudo), originalmente empregado pelo biólogo alemão Ernst Haeckel, em 1869) estuda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google