A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desafios da atualidade O cristão e a pobreza ESTUDO BÍBLICO 15 APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desafios da atualidade O cristão e a pobreza ESTUDO BÍBLICO 15 APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA."— Transcrição da apresentação:

1 Desafios da atualidade O cristão e a pobreza ESTUDO BÍBLICO 15 APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA

2 A PALAVRA DE DEUS “Assim, não deverá haver pobre algum no meio de vocês, pois na terra que o Senhor, o seu Deus, está dando a vocês como herança para que dela tomem posse, ele os abençoará ricamente.” Deuteronômio 15:4

3 REFLEXÃO Vivemos no terceiro milênio depois de Cristo num mundo em que prevalecem as desigualdades, a injustiça, a fome, as doenças, a violência e as guerras; em que os recursos naturais estão comprometidos, a extinção de espécies assusta os cientistas; a contaminação do ar, dos solos e das águas, o analfabetismo mantém-se, a mortalidade infantil é gritante.

4 2015 COMEÇOU MAS OS PROBLEMAS SÃO OS MESMOS Educação Saúde Segurança Inflação Taxa de juros Desemprego Pobreza Impostos Crises ambientais Outros Atenção

5 PORQUE EXISTE TANTA POBREZA NO MUNDO ? Desde que o pecado entrou no mundo, o homem tornou-se inclinado a explorar o seu semelhante.  Promovendo assim a INJUSTIÇA.

6 Você tem lutado contra as injustiças? A sua igreja tem sido instrumento de Deus para promover a vida dos excluídos? Você acha que na evangelização devemos focar os pobres? No âmbito da sua comunidade, o que a igreja tem feito para reduzir os efeitos da pobreza? E você na condição de cristão?

7 REFLEXÃO A FOME :É um dos problemas mais cruéis ao longo da história da humanidade: A POBREZA LEVA À FOME

8 POPULAÇÃO MUNDIAL ANO 5400 AC – INÍCIO ANO 1 AC MILHÕES ANO 1000 DC MILHÔES ANO 2000 DC - 6 BILHÕES ANO 2015 DC – 7,2 BILHOES População mundial pode chegar a 12 bilhões de pessoas em 2100 População mundial pode chegar a 12 bilhões de pessoas em 2100

9 DADOS MUNDIAIS DA FOME MORTES POR FOME - DIA 16/ MORTES POR FOME – PESSOAS DESNUTRIDAS 7,2 BILHOES

10

11 MAPA DA FOME

12 “ Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão.” Salmo 37:25 Se uma pessoa não estiver disposta a trabalhar poderá passar fome. Se a sociedade não oferecer condições de trabalho, qualificação profissional (educação), e apoio em momentos de catástrofes, alguns cidadãos ficarão excluídos. A VERDADE DA PALAVRA DE DEUS

13 Há 3 tipos básicos de pobreza: a.A voluntária. b.Ligada à preguiça c.Decorrente da injustiça. 1. A pobreza é fruto da injustiça No Brasil, não faltam recursos; somos um país rico, porém, com péssima distribuição de renda: >>> Muito nas mãos de poucos.

14 “De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios? — diz o SENHOR. Estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de animais cevados e não me agrado do sangue de novilhos, nem de cordeiros, nem de bodes. (...) Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer o mal. Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas”. (Is 1:11;16-17) O cenário descrito por Isaías é de pobreza e miséria, como decorrência da injustiça:

15 O capítulo 61 de Isaías, apesar de descrever outra época, apresenta os mesmos SINTOMAS DA POBREZA resultante da INJUSTIÇA.  Isaías profetizou numa época de relativa prosperidade, principalmente no Reino do Norte, mas constatou a existência de muita injustiça Uma forte opressão era exercida contra os menos favorecidos.

16 Nos últimos anos, a desigualdade entre ricos e pobres, no Brasil, tem diminuído, mas mesmo assim: FAVELA - BAIRRO NOBRE “ Brasil ainda tem 20 milhões de pessoas em pobreza extrema” Atualizado às 10:28h - terça, 10 /02/2015Fonte Agência Senado “ Brasil ainda tem 20 milhões de pessoas em pobreza extrema” Atualizado às 10:28h - terça, 10 /02/2015Fonte Agência Senado

17 A Bíblia constata a realidade da pobreza, mas não a endossa:  Desde as leis no Pentatêuco (Ex 22:25- 27; Lv 25; Dt 15:1-11) O PROPÓSITO DE DEUS ERA CLARO: “PARA QUE ENTRE TI NÃO HAJA POBRE”. (DT 15:4) A pobreza deve ser questionada

18 MINISTÉRIO DE JESUS Jesus aplicou tudo isso a seu ministério, não em termos políticos ou econômicos, mas, em sentido físico e espiritual. Sem dúvida, havia trazido as boas-novas da salvação aos pecadores falidos, e cura aos aflitos e rejeitados. Havia livrado muitos da cegueira, da escravidão de demônios e de enfermidades.

19 Com base nessas passagens, podemos perceber que o ideal de Deus é:  Que haja equilíbrio social.  Assim, devemos questionar os sistemas de opressão que geram desigualdades e miséria. BASE DO EVANGELHO DE JESUS

20  A opressão do homem pelo seu semelhante é incompatível com os princípios da fé cristã! Diante disso, não podemos ser coniventes com os sistemas de injustiça presentes na sociedade:

21 A Igreja não tem condições de resolver todas as questões sociais do mundo.  Nem é sua missão prioritária.  Mas pode dar uma significativa contribuição para que a vontade de Deus seja feita na terra, como é feita no céu. A pobreza requer ação cristã A vinda do reino de Deus está vinculada à missão da Igreja.

22 A Igreja deve ter a preocupação de preparar os crentes para que eles sejam sal da terra.  A ética cristã é um fator de transformação do mundo e de promoção da vida  Cada cristão pode fazer diferença onde está. A Igreja deve ter a preocupação de preparar os crentes para que eles sejam sal da terra.  A ética cristã é um fator de transformação do mundo e de promoção da vida  Cada cristão pode fazer diferença onde está. A igreja pode apoiar ou desenvolver ações voltadas para a assistência a pessoas necessitadas, visando a promoção de sua dignidade.

23 A fé cristã autêntica se expressa por boas obras e tem como fator de motivação o amor  O discípulo de Jesus preocupa-se com a miséria à sua volta e se apresenta como instrumento de Deus para a transformação social.

24 O AMOR A DEUS é a base para que amemos e nos importemos com o nosso próximo. "Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?" (1Jo 3:17). Não é possível um verdadeiro filho de Deus ver alguém passando necessidade e fechar o seu coração.

25 REFLEXÃO FINAL A Igreja deve se elevar acima do sistema e não envergonhar o evangelho. A igreja deve ser viva, crescer e assumir seu papel missionário. A igreja não deve esquecer que sua santidade.

26 CONCLUSÃO DO ESTUDO Oramos para que Deus levante a sua Igreja como modelo de assistência, caridade, amor, virtude, compaixão, misericórdia, proximidade, perdão, reconciliação, verdade, justiça, generosidade, bondade, compreensão, redenção e restauração. SOMENTE ASSIM ACABAREMOS COM A POBREZA NO MUNDO.

27 IRMÃO SEJA CRISTÃO, AME SEU PRÓXIMO, FAÇA COMO DEUS ORDENOU, AJUDE. OBRIGADO VÍDEO


Carregar ppt "Desafios da atualidade O cristão e a pobreza ESTUDO BÍBLICO 15 APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA APRESENTAÇÃO : EDILSON JOSÁ BARBOSA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google