A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O conceito de saúde sob a perspectiva da Naturologia Ciências da Saúde – Naturologia Carolina de Paiva G. Campos – cadêmica da 9ª fase do curso de Naturologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O conceito de saúde sob a perspectiva da Naturologia Ciências da Saúde – Naturologia Carolina de Paiva G. Campos – cadêmica da 9ª fase do curso de Naturologia."— Transcrição da apresentação:

1 O conceito de saúde sob a perspectiva da Naturologia Ciências da Saúde – Naturologia Carolina de Paiva G. Campos – cadêmica da 9ª fase do curso de Naturologia Aplicada Vinculada ao PUIC. Curso de Naturologia Aplicada. Capus Regional Norte – Pedra Branca Introdução A conceituação da categoria saúde é uma questão abordada há muito tempo e de diversas maneiras, pois é fruto de experiências vividas e se adequa às necessidades de cada época. A conceituação da categoria saúde é uma questão abordada há muito tempo e de diversas maneiras, pois é fruto de experiências vividas e se adequa às necessidades de cada época. Em tempos em que se imprime a visão do indivíduo segmentado em partes do corpo cada vez menores, a conseqüente redução da saúde a um funcionamento mecânico e o papel do médico como o manipulador de uma técnica que conserta o defeito de uma máquina, nasce a Naturologia, uma ramificação recente da área da saúde que leva em consideração aspectos físicos, psíquicos, emocionais, energéticos e culturais, além de suas complexas interações para entender o ser humano. Ela compreende o indivíduo como um ser integrado, resgatando a utilização das práticas naturais e de conhecimentos antigos pertencentes, principalmente, às Medicinas Tradicionais Chinesa, Ayurveda e Xamânica. Em tempos em que se imprime a visão do indivíduo segmentado em partes do corpo cada vez menores, a conseqüente redução da saúde a um funcionamento mecânico e o papel do médico como o manipulador de uma técnica que conserta o defeito de uma máquina, nasce a Naturologia, uma ramificação recente da área da saúde que leva em consideração aspectos físicos, psíquicos, emocionais, energéticos e culturais, além de suas complexas interações para entender o ser humano. Ela compreende o indivíduo como um ser integrado, resgatando a utilização das práticas naturais e de conhecimentos antigos pertencentes, principalmente, às Medicinas Tradicionais Chinesa, Ayurveda e Xamânica. A noção de saúde é necessária para direcionar um método de tratamento, estabelecer uma meta de trabalho, além de proporcionar o entendimento do perfil do profissional e a dimensão do seu papel na comunidade. A Naturologia, sendo uma profissão recente e em desenvolvimento, precisa desta diretriz para seu fortalecimento e reconhecimento frente à sociedade. Além disso, é essencial o estabelecimento de uma linguagem homogênea e objetiva entre os profissionais e acadêmicos da área, o que não subestima, de modo algum, sua complexidade real ou busca o conforto da verdade comprovada cientificamente (que apenas transmite a imagem segura de certeza e inquestionabilidade), mas visa promover a discussão e a reflexão sobre o que a Naturologia propõe, integra, objetiva e necessita. A noção de saúde é necessária para direcionar um método de tratamento, estabelecer uma meta de trabalho, além de proporcionar o entendimento do perfil do profissional e a dimensão do seu papel na comunidade. A Naturologia, sendo uma profissão recente e em desenvolvimento, precisa desta diretriz para seu fortalecimento e reconhecimento frente à sociedade. Além disso, é essencial o estabelecimento de uma linguagem homogênea e objetiva entre os profissionais e acadêmicos da área, o que não subestima, de modo algum, sua complexidade real ou busca o conforto da verdade comprovada cientificamente (que apenas transmite a imagem segura de certeza e inquestionabilidade), mas visa promover a discussão e a reflexão sobre o que a Naturologia propõe, integra, objetiva e necessita.Objetivos Objetivo Geral Pesquisar a noção de saúde de que participa a comunidade discente do curso de Naturologia Aplicada. Pesquisar a noção de saúde de que participa a comunidade discente do curso de Naturologia Aplicada. Objetivos Específicos Objetivos Específicos - sistematizar as noções de saúde das medicinas tradicionais orientais e demais correntes que embasam a Naturologia; - sistematizar as noções de saúde das medicinas tradicionais orientais e demais correntes que embasam a Naturologia; - elaborar um questionário para coleta de os dados necessários para a pesquisa em questão. - elaborar um questionário para coleta de os dados necessários para a pesquisa em questão. - estabelecer a realção do resultado da pesquisa bibliográfica com os dados alcançados na pesquisa de campo. - estabelecer a realção do resultado da pesquisa bibliográfica com os dados alcançados na pesquisa de campo.Metodologia Este trabalho dividiu-se em duas frentes: a pesquisa bibliográfica e o levantamento empírico. Na primeira, realizou-se uma revisão de literatura relacionada às diferentes correntes que repercutem no entendimento sobre a noção de saúde utilizada em Naturologia. Nessa revisão foram utilizados os dados encontrados na literatura para a construção do referencial teórico deste estudo, abordando cada uma das correntes do curso. Este trabalho dividiu-se em duas frentes: a pesquisa bibliográfica e o levantamento empírico. Na primeira, realizou-se uma revisão de literatura relacionada às diferentes correntes que repercutem no entendimento sobre a noção de saúde utilizada em Naturologia. Nessa revisão foram utilizados os dados encontrados na literatura para a construção do referencial teórico deste estudo, abordando cada uma das correntes do curso. Na segunda etapa metodológica foi elaborado um questionário (ANEXO I) constituído por uma questão fechada contendo alternativas livres. Tal instrumento de coleta de dados foi entregue a duzentos acadêmicos do curso de Naturologia Aplicada da Unisul e aplicados durante as atividades acadêmicas (antes ou logo após as aulas). Os alunos foram convidados a responder os questionários anonimamente. Na segunda etapa metodológica foi elaborado um questionário (ANEXO I) constituído por uma questão fechada contendo alternativas livres. Tal instrumento de coleta de dados foi entregue a duzentos acadêmicos do curso de Naturologia Aplicada da Unisul e aplicados durante as atividades acadêmicas (antes ou logo após as aulas). Os alunos foram convidados a responder os questionários anonimamente. A escolha das alternativas foi motivada pelos dados coletados na pesquisa bibliográfica, buscando capturar a percepção dos acadêmicos do curso de Naturologia Aplicada acerca do tema aqui problematizado, a saber, a noçlão de saúde. A escolha das alternativas foi motivada pelos dados coletados na pesquisa bibliográfica, buscando capturar a percepção dos acadêmicos do curso de Naturologia Aplicada acerca do tema aqui problematizado, a saber, a noçlão de saúde.Resultados O planejamento de coleta de dados previa a entrega dos questionários no início de cada turno de aula, solicitando que fossem devolvidos ao final deste. Não foi possível entregar o questionário a toda população devido à irregularidade na freqüência dos acadêmicos no momento da aplicação da pesquisa. Retornaram 151 questionários, caracterizando 75,5% da população alvo. O planejamento de coleta de dados previa a entrega dos questionários no início de cada turno de aula, solicitando que fossem devolvidos ao final deste. Não foi possível entregar o questionário a toda população devido à irregularidade na freqüência dos acadêmicos no momento da aplicação da pesquisa. Retornaram 151 questionários, caracterizando 75,5% da população alvo. Da população que respondeu o questionário, 56 escolheram como melhor noção de saúde, a definição de saúde oferecida pela OMS (representando 36% do total), 35 indicaram a noção de saúde da Medicina Ayurveda (23% das respostas) e 14 pessoas escolheram a noção de saúde que foi Da população que respondeu o questionário, 56 escolheram como melhor noção de saúde, a definição de saúde oferecida pela OMS (representando 36% do total), 35 indicaram a noção de saúde da Medicina Ayurveda (23% das respostas) e 14 pessoas escolheram a noção de saúde que foi | resultado da pesquisa bibliográfica, denominada “PUIC” no gráfico (indicando 9%), o que totaliza 68% de todas as respostas obtidas. As outras noções oferecidas foram pouco escolhidas, os 32% restantes ficaram distribuídos entre as noções dos sistemas: Antroposófico (9%), Junguiano (7%), Bach (5%), Reichiano (5%), Chinesa (4%) e Xamânica (2%), respectivamente. A partir da pesquisa bibliográfica, pôde-se perceber que os princípios em que estas medicinas se baseiam são similares. Dentre eles, cita-se a atividade dos profissionais destas, que primam pela relação de interação com o outro e buscam desenvolver o conceito de co-responsabilidade do homem no processo da saúde individual e coletiva. O indivíduo deve participar do processo terapêutico, desenvolvendo o auto-conhecimento. A partir da pesquisa bibliográfica, pôde-se perceber que os princípios em que estas medicinas se baseiam são similares. Dentre eles, cita-se a atividade dos profissionais destas, que primam pela relação de interação com o outro e buscam desenvolver o conceito de co-responsabilidade do homem no processo da saúde individual e coletiva. O indivíduo deve participar do processo terapêutico, desenvolvendo o auto-conhecimento. Outro dado relevante é que todas mencionam o fluxo livre de energia, o equilíbrio dinâmico como circunstâncias essências para manter a saúde. E, acima de tudo, tomam como referência o indivíduo, em sua individualidade, particularidades e relacionamento com o meio em que vive. Outro dado relevante é que todas mencionam o fluxo livre de energia, o equilíbrio dinâmico como circunstâncias essências para manter a saúde. E, acima de tudo, tomam como referência o indivíduo, em sua individualidade, particularidades e relacionamento com o meio em que vive.Conclusão O objetivo deste escrito foi levantar dados que pudessem esclarecer a noção de saúde vigente no curso de Naturologia Aplicada. Contudo, o resultado da pesquisa bibliográfica, não condiz com a noção de saúde que os acadêmicos do curso possuem – o conceito de saúde da OMS. O objetivo deste escrito foi levantar dados que pudessem esclarecer a noção de saúde vigente no curso de Naturologia Aplicada. Contudo, o resultado da pesquisa bibliográfica, não condiz com a noção de saúde que os acadêmicos do curso possuem – o conceito de saúde da OMS. O contraste entre as duas noções ressalta a importância de levar acadêmicos e profissionais da área à reflexão acerca da Naturologia, seus fundamentos e sua identidade. É necessário que se efetuem mais pesquisas na área, que demonstra ser uma importante fonte de estudos e pesquisas. O contraste entre as duas noções ressalta a importância de levar acadêmicos e profissionais da área à reflexão acerca da Naturologia, seus fundamentos e sua identidade. É necessário que se efetuem mais pesquisas na área, que demonstra ser uma importante fonte de estudos e pesquisas. É necessário caracterizá-la melhor, conhecê-la melhor, identificar seu padrões de involução e evolução, para que os métodos de formação permitam seu desenvolvimento crítico e autônomo, sem defender uma concepção científica como “verdadeira” ou “definitiva”, uma vez que isto incidiria numa posição que o curso de Naturologia não almeja. É necessário caracterizá-la melhor, conhecê-la melhor, identificar seu padrões de involução e evolução, para que os métodos de formação permitam seu desenvolvimento crítico e autônomo, sem defender uma concepção científica como “verdadeira” ou “definitiva”, uma vez que isto incidiria numa posição que o curso de Naturologia não almeja.Referências ACHTERBERG, J. A imaginação na cura : xamanismo e medicina moderna. São Paulo: Summus, AZEVEDO, E. Alimentos orgânicos: ampliando os conceitos de saúde humana, ambiental e social. Florianópolis: Insular, BACH, E. Os remédios florais do Dr. Bach. São Paulo: Pensamento, 2006 BARNARD, J. Um guia para os remédios Florais do Dr. Bach. São Paulo: Pensamento, 1995) BRATMAN, S. Guia Prático da Medicina Alternativa. Rio de Janeiro: Campus, 1998 CAMPIGLIA, H. Psique e Medicina Tradicional Chinesa. São Paulo: Rocca CANGUILHEM, G. O normal e o patológico. Rio de Janeiro: Forense Universitária, CAPRA, F. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, CHOPRA, D. Saúde Perfeita: um roteiro para integrar o corpo e a mente com o poder da cura quântica. São Paulo: Best Seller, GERBER, R. Medicina vibracional. São Paulo, Cultrix, GERBER, R. Um Guia Prático de Medicina Vibracional. São Paulo: Cultrix, GORDON, J. Manifesto da Nova Medicina. Rio de Janeiro: Campus, GOVINDA, L.A. Fundamentos do misticismo tibetano. De acordo com os ensinamentos do Grande Mantra. São Paulo: Pensamento, GRINBERG, L. P. Jung: o homem criativo. São Paulo: FTD, GROF, S., GROF, C. Emergência espiritual: crise e transformação espiritual. São Paulo: Cultrix, HALL, C. S.; NORDBY, V. J. Introdução à psicologia junguiana. São Paulo: Cultrix, HELLMANN, F.; MARTINS, G. T. Sentidos da educação, arte e saúde na relação de interagência. In: HELLMANN, F.; WEDEKIN, L. M.;DELLAGIUSTINA, M. Naturologia Aplicada: Reflexões sobre saúde integral. Tubarão: Unisul, 2008, p HCKS, A. HICKS, J. MOLE, P. Acupuntura Constitucional dos cinco elementos. São Paulo: Roca, JA, J. E. Ch’na tao – Conceitos básicos – Medicina Tradicional Chinesa. São Paulo, Ícone, JUNG, C. G.; HENDERSON, J. L.; FRANZ, M.L.V. O homem e seus símbolos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, KAST, V. A dinâmica dos símbolos: fundamentos da psicoterapia junguiana. São Paulo: Loyola, KRIPPNER, S. Os primeiros curadores da humanidade: abrodagem psicológica e psiqueiátrica sobre os xamãs e o xamanismo. Revista de Psiquiatria Clínica. São Paulo, vol. 34, supl. 1, 17-24, Disponível em: Acesso em: 26 de fevereiro de LAD, V. Ayurveda: a ciência da autocura. São Paulo: Ground, LANZ. R. Noções básicas de antroposofia. São Paulo: Antroposófica, MACIOCIA, G. Os fundamentos da medicina chinesa: um texto abrangente para acupunturistas e fisioterapeutas. São Paulo: Roca, MAIKE, S. R. L. (trad.) Fundamentos essenciais da acupuntura chinesa. São Paulo: Ícone, 1995 MONARI, C. Participando da vida com os florais de Bach: uma visão mitológica e prática. São Paulo: Roca, MORAES, W. A. As bases epistemológicas da medicina ampliada pela antroposofia: uma proposta para o século XXI. ABMA, MOREIRA, M. S. Psiconeuroimunologia. Rio de Janeiro: MEDSI, NOGUEIRA, R. P. P. O sintoma e a dissociação psicossomática. São Paulo: Casa do Psicólogo, RAMOS, D. G. A psique do corpo: uma dimensão simbólica da doença. São Paulo: Summus, REIS, A. O. A; MAGALHÃES. L. M. A; GONÇALVES, W. L. R. Teorias da personalidade em Freud, Reich e Jung. São Paulo: EPU, ROSEN, G. Uma história da saúde pública. São Paulo: Ed. UNESP, ROSS, J. Combinações dos pontos de acupuntura: a chave para o êxito clínico. São Paulo: Roca, SEGRE, M; FERRAZ, F.C. O conceito de saúde. Revista de Saúde Pública. São Paulo, vol. 31, n. 5, outubro, Disponível em: Acesso em 14 de dezembro de SHANG, Xianmin. Medicina tradicional chinesa prática e farmacologia: experiências clínicas. São Paulo: Roca, SHARAMON, S.; BAGINSKI, B. Chakras: Mandalas de vitalidade e poder. São Paulo: Pensamento, SILVEIRA, N. Jung: vida e obra. Rio de Janeiro: Paz e Terra, TIAN, C. Tratado de medicina chinesa. São Paulo: Roca, VECTORE, C. Psicologia e acupuntura: pequenas aproximações. Psicologia: ciência e profissão. Brasília, vol. 25, n. 2, junho, Disponível em: Acesso em: 27 de fevereiro de VENANCIO, D. BACH, E. A terapia floral: escritos selecionados de Edward Bach, sua filosofia, pesquisas, remédios, vidra e obra. São Paulo: Ground, VERMA, V. Ayurveda: a medicina indiana que promove a saúde integral. Rio de Janeiro: Nova Era, WEEKS, N. As descobertas médicas do Dr. Edward Bach. Campinas: Instituto Dr. Edward Bach, Apoio Financeiro: Unisul


Carregar ppt "O conceito de saúde sob a perspectiva da Naturologia Ciências da Saúde – Naturologia Carolina de Paiva G. Campos – cadêmica da 9ª fase do curso de Naturologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google