A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

JOSÉ LUIS MICHINEL ELIANE SANTOS SOUZA Disciplina: Análise de textos na produção de resultados qualitativos (EDCC49-Tópico Especial)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "JOSÉ LUIS MICHINEL ELIANE SANTOS SOUZA Disciplina: Análise de textos na produção de resultados qualitativos (EDCC49-Tópico Especial)"— Transcrição da apresentação:

1 JOSÉ LUIS MICHINEL ELIANE SANTOS SOUZA Disciplina: Análise de textos na produção de resultados qualitativos (EDCC49-Tópico Especial)

2 SEMINÁRIO I POR PATRÍCIA SCHIPER Minayo, M. C. de S. Conceitos básicos sobre metodologia e sobre abordagens qualitativas. In:______O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11ª ed. São Paulo: Hucitec, p

3 Quem é Minayo? o Itabira - Mg em 1942; Socióloga, Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutora em Saúde Pública pela Fundação Osvaldo Cruz; Editora Científica da Revista ABRASCO Ciência e Saúde Coletiva; Consultora dos Ministérios da Saúde, da Justiça e da Educação; da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e da OPAS/OMS; Áreas de atuação: Saúde Coletiva, Metodologia da Pesquisa Qualitativa em Saúde, Ciências Sociais em Saúde, Violência e Saúde, Políticas de Saúde e Avaliação de Programas Sociais e de Saúde. Maria Cecília de Souza Minayo

4 O Livro... 1ª Edição – 1992: 9ª Edição – 2006; (revisada) 11ª Edição – 2008; 408 páginas; 13 Capítulos e conclusão; 5 Partes.

5 CAPÍTULO 2 - METODOLOGIA DE PESQUISA SOCIAL E EM SAÚDE. CAPÍTULO 3 – CONTRADIÇÕES E CONSENSOS NA COMBINAÇÃO DE MÉTODOS QUANTITATIVOS E QUALITATIVOS. Parte 1 - Conceitos básicos sobre metodologia e sobre abordagens qualitativas.

6 Parte 1 - Conceitos básicos sobre metodologia e sobre abordagens qualitativas A ciência é a forma hegemônica de construção do conhecimento. Razões: 1. Externa - reside no poder de dar respostas técnicas e tecnológicas aos problemas humanos; 2. Interna - reside no fato dos cientistas terem criado uma linguagem universal. o Terceiro Mundo (Poper, 1993).

7 Capítulo 2 – Metodologia de Pesquisa Social e em Saúde Especificidade das Ciências Sociais (CS) A cientificidade não pode ser reduzida a uma só forma de conhecer. Características das CS (Demo, 1981): 1. O objeto das CS é histórico; 2. As sociedades e os indivíduos têm consciência histórica; 3. As CS trabalham no nível da identidade entre sujeito e objeto da investigação; 4. As CS são intrínseca e extrinsecamente ideológicas; 5. O objeto das CS é essencialmente qualitativo.

8 Capítulo 2 – Metodologia de Pesquisa Social e em Saúde Conceito de Metodologia a. A discussão epistemológica sobre o caminho do pensamento que o objeto requer; b. Apresentação adequada e justificada dos métodos, das técnicas e dos instrumentos operativos utilizados para responder às indagações da investigação; c. Criatividade do pesquisador.

9 Capítulo 2 – Metodologia de Pesquisa Social e em Saúde Conceito de Pesquisa Social Pesquisa é a atividade básica das Ciências na sua indagação e construção da realidade. Pesquisa Social corresponde a vários tipos de investigação que tratam do ser humano em sociedade, de suas relações e instituições, de sua história e de sua produção simbólica. Pesquisa Social em Saúde corresponde a todas as investigações que tratam do fenômeno saúde/doença, de suas representações pelos vários atores que atuam no campo: as instituições políticas e de serviços e os profissionais e usuários.

10 Capítulo 2 – Metodologia de Pesquisa Social e em Saúde Conceito de Pesquisa Social Classificação de Bulmer (1978): 1. Pesquisa básica; 2. Pesquisa estratégica; 3. Pesquisa orientada para problemas específicos 4. Pesquisa-ação; 5. Pesquisa de inteligência.

11 Capítulo 3 – Contradições e consensos na combinação de métodos quantitativos e qualitativos. Discussão crítica sobre métodos quantitativos e qualitativos O conhecimento científico se produz pela busca de articulação entre teoria e realidade empírica. O método torna plausível a abordagem da realidade a partir das perguntas feitas pelo investigador e é escolhido na dependência dos objetivos que se pretende alcançar. o Quantitativo X Qualitativo O que é o método qualitativo?

12 Capítulo 3 – Contradições e consensos na combinação de métodos quantitativos e qualitativos. Possibilidade de combinação: métodos quantitativos e qualitativos Abordagens mais complexas. o Definição de saúde – processo social no qual as sociedades faze escolhas conscientes ou inconscientes para assegurar as condições nas quais as pessoas podem ser saudáveis. A saúde é um bem compartilhado (Gadamer, 1999). O setor saúde trabalha com problemas coletivos e determinações biológico-social-ambientais.

13 Capítulo 3 – Contradições e consensos na combinação de métodos quantitativos e qualitativos. Possibilidade de combinação: métodos quantitativos e qualitativos A combinação de métodos tem se mostrado um desafio. o Modelos de explicação das doenças: organicista, social e ecossistêmico. Críticas aos métodos qualitativos: A. Baixa potencialidade de aplicação prática dos conhecimentos gerados; B. Empirismo ingênuo.

14 Capítulo 3 – Contradições e consensos na combinação de métodos quantitativos e qualitativos. Possibilidade de combinação: métodos quantitativos e qualitativos Contribuições da combinação dos métodos: A. Compreensão em profundidade; B. Explicação em extensão. A triangulação de métodos não é fácil nem simples.

15 Capítulo 3 – Contradições e consensos na combinação de métodos quantitativos e qualitativos. Possibilidade de combinação: métodos quantitativos e qualitativos Síntese: 1. Os métodos não são incompatíveis e podem ser integrados num mesmo projeto; 2. Uma investigação quantitativa pode apresentar questões que são melhor respondidas por estudos qualitativos e vise versa; 3. Investigações qualitativas coadunam com estudos de situações particulares, grupos específicos e universos simbólicos; 4. Todo conhecimento social (investigado por qualquer método) é sempre um recorte, uma redução, uma aproximação; 5. Os métodos quantitativo e qualitativo em conjunto promovem uma construção mais completa e elaborada da realidade e o desenvolvimento de teorias e novas técnicas cooperativas.

16 MINAYO TERMINA SEU TEXTO COM UMA CITAÇÃO DO EPIDEMIOLOGISTA ALMEIDA FILHO (2000) [...] fatores de risco sociais nada mais são que a expressão do modo de vida de grupos populacionais. [...].


Carregar ppt "JOSÉ LUIS MICHINEL ELIANE SANTOS SOUZA Disciplina: Análise de textos na produção de resultados qualitativos (EDCC49-Tópico Especial)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google