A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Substituição Tributária Progressiva - ICMS FEDERASUL Setembro de 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Substituição Tributária Progressiva - ICMS FEDERASUL Setembro de 2012."— Transcrição da apresentação:

1 1 Substituição Tributária Progressiva - ICMS FEDERASUL Setembro de 2012

2 MERCADORIAANO DO ACORDO Cimento 1985 Pneumáticos, câmaras de ar e protetores de borracha 1985 Discos fonográficos, fitas virgens ou gravadas e outros suportes para reprodução ou gravação de som ou imagem 1985 Filmes fotográficos e cinematográficos e "slides" 1985 Lâminas de barbear, aparelhos de barbear e isqueiros de bolso a gás, não recarregáveis 1985 Lâmpadas elétricas e eletrônicas e "starters" 1985 Pilhas e baterias de pilha, elétricas, e acumuladores elétricos 1985 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

3 MERCADORIAANO DO ACORDO Bebidas 1991 Sorvetes 1991 Combustíveis e lubrificantes, derivados ou não de petróleo, e outros produtos 1992 Veículos automotores novos (04 rodas) 1992 Telhas, cumeeiras e caixas d'água 1993 Veículos novos motorizados da posição 8711 da NBM/SH-NCM (duas rodas) 1993 Cigarros e outros produtos derivados do fumo 1994 Produtos farmacêuticos 1994 Tintas, vernizes e outras mercadorias da indústria química 1994 Veículos automotores novos, nas operações efetuadas por meio de faturamento direto da montadora ou do importador ao consumidor 2000 Energia elétrica não destinada à comercialização ou à industrialização 2000 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

4 MERCADORIAANO DO ACORDO Aparelhos celulares e cartões inteligentes ("smart cards" e "sim card") 2007 Rações tipo "pet" para animais domésticos 2008 Autopeças 2008 Colchoaria 2008 Cosméticos, perfumaria, artigos de higiene pessoal e de toucador 2008 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

5 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

6 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

7 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS – SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INTERNA MERCADORIASDATA Carne verde de gado vacum, ovino e bufalino e produtos comestíveis resultantes da matança desse gado submetidos à salga, secagem ou desidratação 01/03/1989 Piscinas de fibra de vidro 01/11/2006 Arroz beneficiado 01/04/2008 Carnes e demais produtos comestíveis frescos, resfriados e congelados, resultantes do abate de aves e de suínos 01/09/2012

8 HISTÓRICO DA INCLUSÃO DE MERCADORIAS NA ST NO RS

9 Comparativo entre a Arrecadação do Comércio com ST e a Arrecadação do Comércio Sem ST

10 Comparativo entre a ST interna e a ST interestadual

11 IndustrialAtacadista SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PROGRESSIVA Atribui-se ao substituto (no ex.,industrial) a condição de sujeito passivo por substituição tributária responsabilizando-o pelo recolhimento do imposto relativo às operações subseqüentes, até a praticada pelo varejista. VarejistaConsumidor Substituto Substituídos ST relativa a operações subseqüentes – também conhecida como substituição para frente ou progressiva, refere-se a operações futuras. Há uma cobrança antecipada do imposto considerando uma base de cálculo presumida

12 12 Art. 150, § 7.º (EC nº 03 de 17/03/1993) A lei poderá atribuir a sujeito passivo de obrigação tributária a condição de responsável pelo pagamento de imposto ou contribuição, cujo fato gerador deva ocorrer posteriormente, assegurada a imediata e preferencial restituição da quantia paga, caso não se realize o fato gerador presumido RESPONSABILIDADE TRIBUTÁRIA PELA CF

13 13 A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA: Antecipa a arrecadação relativa a fatos geradores presumidos (futuros) dos contribuintes que estão na cadeia de circulação da mercadoria; Concentra a arrecadação no substituto tributário (industrial, importador, etc) relativo às operações subseqüentes; Reduz o nº de contribuintes a serem fiscalizados; Diminui a concorrência desleal, principalmente no varejo e atacado, entre contribuintes que recolhem e os que não recolhem corretamente o ICMS;

14 14 CÁLCULO DO ICMS ST (art. 15 e 37 do Livro III) O Débito de Responsabilidade será calculado pela aplicação da alíquota interna sobre a Base de Cálculo prevista nas Seções específicas (Tít. III, Cap. II, Seções I a XLVII), deduzindo-se o débito fiscal próprio.

15 15 CÁLCULO DO ICMS ST (art. 15 e 37 do Livro III) ICMS ST = (BC ST) * ALÍQUOTA – (ICMS PRÓPRIO)

16 16 BASE DE CÁLCULO (art. 8º da LC 87/96) § 6 o Em substituição ao disposto no inciso II do caput (MVA), a base de cálculo em relação às operações ou prestações subseqüentes poderá ser o preço a consumidor final usualmente praticado no mercado considerado (PMPF), relativamente ao serviço, à mercadoria ou sua similar, em condições de livre concorrência, adotando-se para sua apuração as regras estabelecidas no § 4 o deste artigo (§ 2º do art. 34 da Lei 8820/89)

17 17 BASE DE CÁLCULO (art. 34 da Lei 8.820/89) § 2º Nas operações e prestações previstas nos incisos do "caput", a base de cálculo para o débito de responsabilidade relativo às operações ou prestações subseqüentes poderá ser o preço a consumidor final usualmente praticado no mercado considerado, relativamente ao serviço, à mercadoria ou sua similar, em condições de livre concorrência, adotando-se para a sua apuração as regras estabelecidas no art. 35.

18 18 CRITÉRIO DA BC ST POR GRUPO DE PRODUTOS

19 Obrigado!


Carregar ppt "1 Substituição Tributária Progressiva - ICMS FEDERASUL Setembro de 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google