A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CICLO CELULAR MEIOSE Tatiana Bianchi Monitora de Genética Humana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CICLO CELULAR MEIOSE Tatiana Bianchi Monitora de Genética Humana."— Transcrição da apresentação:

1 CICLO CELULAR MEIOSE Tatiana Bianchi Monitora de Genética Humana

2 MEIOSE Importante para a preservação do número cromossômico diplóide nas células. Gametas = nº haplóide de cromossomos.

3 MEIOSE Ocorre apenas nas células germinativas. Única duplicação genômica, seguida de 2 ciclos de divisão: meiose I e II.

4 MEIOSE

5 Meiose I Divisão reducional.

6 Prófase I Condensação dos cromossomos.

7 Prófase I - Leptóteno grau de compactação da cromatina. Nucléolo vai desaparecendo. Cromossomos formados por 2 cromátides-irmãs (2 moléculas de DNA idênticas).

8

9 Prófase I - Zigóteno Pareamento preciso dos homólogos (cromossomos materno e paterno do par) - SINAPSE. Formação de 23 BIVALENTES (cada bivalente = 2 cromossomos homólogos com 2 cromátides cada = tétrade = 4 cromátides).

10

11

12 Os cromossomos X e Y não são homólogos, mas possuem regiões homólogas entre si, onde pareiam- se.

13 Nesta fase - zigóteno - há a formação de estruturas fundamentais para a continuidade da meiose - COMPLEXO SINAPTONÊMICO e NÓDULOS DE RECOMBINAÇÃO, importantes para a próxima fase da Prófase I.

14 Prófase I - Paquíteno Cromátides em posição para permitir o CROSSING-OVER - troca de segmentos homólogos entre cromátides não-irmãs de 1 par de cromossomos homólogos.

15 Para que o crossing-over ocorra é essencial que os homólogos se mantenham unidos, não em toda sua extensão, pelo COMPLEXO SINAPTONÊMICO (CS) - estrutura protéica trilaminar.

16

17 Nódulos de recombinação formam- se em associação ao elemento central do CS. Locais mais propícios para troca de material entre cromátides não- irmãs.

18

19 Com o crossing-over temos a formação dos QUIASMAS - locais de troca física de material genético.

20

21 Prófase I - Diplóteno e Diacinese Diplóteno: repulsão dos cromossomos homólogos (quiasmas deslizam para as extremidades). Centrômeros intactos. Ligados pelos quiasmas. Diacinese: separação dos homólogos compactação da cromatina

22

23 Metáfase I Cromossomos pareados no plano equatorial - 23 bivalentes.

24

25 Anáfase I Separação quiasmática - os 2 membros de cada bivalente se separam. Distribuição independente - combinações aleatórias. Etapa mais propensa a erros.

26

27

28 Telófase I Dois conjuntos haplóides de cromossomos nos pólos, com 2C de DNA cada. Reorganização do nucléolo. Descondensação da cromatina. Envoltório nuclear.

29

30 Citocinese 2 células-filhas - 23 cromossomos - 2 cromátides cada - 2C de DNA. Objetivo da Meiose Objetivo da Meiose I: obtenção do número de cromossomos haplóide. Conteúdo de DNA ainda está duplicado.

31

32 Intérfase Breve, sem fase S.

33 Meiose II Semelhante à mitose. Número de cromossomos haplóide = 23.

34 Meiose II Citocinese: 4 células com número de cromossomos e conteúdo de DNA haplóide.

35

36

37

38

39

40 Fontes de Variabilidade Genética 1. Segregação ao acaso dos cromossomos maternos/paternos 2 23 combinações (Cada gameta recebe apenas 1 de cada par de homólogos)

41

42 2. Segregação ao acaso dos alelos 3. Crossing-over (Cada cromátide contém tipicamente segmentos provenientes dos 2 membros do par de cromossomos parentais)

43 Espermatogênese Nos homens, a formação dos gametas (espermatozóides) inicia na puberdade e é contínua durante toda vida. Duração do processo = 64 dias. Estimativa = espermatozóides ao longo da vida.

44 Espermatogênese

45 Ovocitogênese A formação dos gametas (ovócitos), começa antes do nascimento - 3º mês de desenvolvimento pré- natal. Os ovócitos primários entram em meiose I.

46 Estes ovócitos ficam parados na prófase I da meiose I (dictióteno) e permanecem assim até a puberdade. Ao nascimento: mais de 2 milhões de ovócitos no ovário. Apenas 400 se tornarão maduros.

47 Ovulação: apenas 1 ovócito de cada vez completa a meiose I. Começa a meiose II, e é finalmente completada na época da fertilização.

48 Ovocitogênese

49 Links /celula/meiose20.htm htm/meiose.htm hal.weihenstephan.de/genglos/asp/ genriq.asp?nr=640


Carregar ppt "CICLO CELULAR MEIOSE Tatiana Bianchi Monitora de Genética Humana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google