A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo 15 - África Prof. Raphael Barbosa Ramos. Cap. 01 Aspectos físicos e humanos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo 15 - África Prof. Raphael Barbosa Ramos. Cap. 01 Aspectos físicos e humanos."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo 15 - África Prof. Raphael Barbosa Ramos

2 Cap. 01 Aspectos físicos e humanos

3 Apesar dos fartos recursos naturais, da criatividade de seus povos e do notável crescimento econômico registrado em anos recentes, a África apresenta as piores condições socioeconômicas do planeta. Das 30 últimas posições do ranking do IDH, 29 são ocupadas por africanos. Abriga o maior contingente de pessoas contaminadas com a AIDS no planeta (África Subsaariana). Apresenta as piores taxas de expectativa de vida do planeta (em média 42 anos).

4 Cedeu ao longo da história, grande contingente de escravos para as colônias europeias na América. Foi vítima da política imperialista implantada pelos europeus durante o século XIX. Sofre com intensos conflitos internos tribais que causam inúmera morte por ano no continente. O continente possui dívidas externas praticamente impagáveis que seguram o desenvolvimento dos países.

5

6 Relevo e hidrografia A maior parte do relevo africano é formada por planaltos elevados, sem variações significativas de modelagem. Formações muito antigas, sofreram grandes transformações ao longo das eras geológicas. Em algumas porções é visível a influência de processos tectônicos recentes, ligados a atividades vulcânicas, dando origem a altas montanhas como o Monte Kilimanjaro.

7 Podemos dividir o relevo africano em 3 porções: Planalto Setentrional (Norte) - localiza- se o deserto do Saara. Planalto Centro-Meridional – Apresenta altitudes maiores que o planalto setentrional. Planalto Oriental – Região de origem vulcânica com altitudes elevadas. Um aspecto marcante é a presença do Rifty- Valley, falha geológica que forma um vale de norte a sul.

8

9 Quanto a hidrografia, a região apresenta poucos cursos dágua que apresentam relativo volume de água, porém existem rios muito importantes para o desenvolvimento das mais antigas civilizações, como a Egípcia. Os principais rios do continente, são: Rio Nilo, Congo e o Níger. Destaca-se também os lagos Tanganica, o Vitória e o Niassa.

10

11 Clima e vegetação O continente possui grande diversidade de formações vegetais. Convivem no mesmo continente, paisagens desérticas, como o Saara e o Kalahari, e a Floresta do Congo, extremamente úmida. A África apresenta climas variados: de altitude, temperado, semiárido, subtropical e equatorial desértico. A vegetação africana é influenciada pelos seus diversos climas, pela distribuição do relevo e pelas correntes marítimas. Os principais tipos são: Florestas tropicais e equatoriais úmidas, savanas, estepes, campos ou pradarias, vegetação mediterrânea, manguezais e taiga africana.

12

13 Deserto do Saara É o maior deserto quente do planeta, estendendo-se do Mar Vermelho até o Oceano Atlântico (Leste a Oeste) e do Mar Mediterrâneo até o Sahel (Norte a Sul). A maior parte do deserto é composto por solos rochosos com pouca areia (70%). Embora numerosos, os rios que atravessam o deserto são sazonais, com exceção dos rios Nilo e o Níger, que propiciam fertilidade das áreas adjacentes. São férteis também os oásis, abastecidos por aqüíferos subterrâneos.

14 A Temperatura mais alta já registrada no deserto do Saara foi de 58ºC (Líbia). O deserto é ocupado por uma população de aproximadamente 4 milhões de pessoas, sendo em sua maioria nômades. O deserto expande-se em direção ao Sahel em média 48 km por ano.

15

16 População, línguas e religiões A África é hoje o continente que apresenta a maior taxa de crescimento populacional. O país mais populoso do continente é a Nigéria com 147 milhões de habitantes (8ª maior população do planeta). As principais causas da explosão demográfica do continente são a pobreza, baixo grau de desenvolvimento econômico, social e cultural. A urbanização também avança rapidamente na África e o número de cidade milionárias aumentou consideravelmente.

17 O continente africano é um verdadeiro mosaico de etnias e culturas. Há países que são formados por centenas de grupos étnicos como a Nigéria e o Congo. Estima-se que sejam falados 1,5 mil idiomas e dialetos locais no continente. O cristianismo e o islamismo são os principais idiomas do continente. Combinadas com as disputas étnicas, econômicas, políticas e religiosas são fatores que agravam os conflitos no continente.

18

19 Aspectos gerais da economia A economia africana cresceu muito de forma expressiva nos últimos anos. Tal fato deveu-se essencialmente ao desempenho dos 13 países exportadores de petróleo. O fato de depender tão fortemente da exploração de Petróleo constitui o ponto fraco do atual surto de crescimento econômico africano.

20 Das 53 nações africanas, apenas a África do Sul participa do grupo dos países emergentes do globo, com crescimento consistente, produção agrícola e industrial diversificada.

21 O impacto da escravidão e do colonialismo As enormes dificuldades enfrentadas hoje pela África são em grande parte, consequência dos traumas vividos pelo continente durante o período escravagista e colonial. Quatro componentes causaram esse tipo de flutuação populacional: Captura e o tráfico de escravos, conflitos e guerras tribais, doenças como AIDS e Ebola e o decréscimo da Taxa de Natalidade.

22 Durante o século XIX, as potências imperiais europeias conquistaram quase a totalidade da África. Por meio de um acordo (Conferência de Berlim (1884 e 1885), os europeus partilharam o continente, criando fronteiras artificiais, que dividiram etnias e povos e reuniram antigos inimigos. Os povos europeus buscavam na África: Fontes de matéria-prima e novos mercados lucrativos.

23

24 Os europeus apropriaram-se de imensos recursos minerais, vegetais e animais; despojaram os africanos de suas riquezas, culturas e direitos ancestrais. O continente foi integrado a economia mundial como mero fornecedor de matéria-prima. A disputa por colônias africanas foi uma das causas das duas guerras mundiais. Os países africanos alcançam sua independência após a 2ª Guerra mundial, quando tornava-se oneroso a administração das colônias por parte dos europeus.

25

26 Um enorme potencial A África apresenta enorme potencial: Grande população, grande extensão territorial, concentra riquezas minerais (Diamantes e Ouro, além do Petróleo). Capitais brasileiros e chineses, principalmente, estão sendo cada vez mais empregados para o desenvolvimento do continente.

27

28 Regionalização da África Pode ser dividida em 2 porções: África do Norte e África Subsaariana.

29 África do Norte Ao norte do Deserto do Saara, constituído pelos países de maioria árabe e islâmica: Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Saara Ocidental e Tunísia. A população se concentra em sua maioria no litoral do Mar Mediterrâneo. População de maioria Branca. Na região, há países com certo grau de industrialização, como Marrocos e Egito.

30 África Subsaariana É toda a vasta região compreendida ao sul do Deserto do Saara. É marcada pela exploração colonial no passado recente. A principal herança dos colonizadores foi a divisão política arbitrária feita no Congresso de Berlim (1885) que colocou dentro das mesmas fronteiras etnias rivais ou separou grupos étnicos em territórios diferentes, sendo a principal causa dos sangrentos conflitos étnicos no continente. Sua população é predominantemente negra. É identificada pelos baixos índices de pobreza, desigualdades sociais e baixos indicadores sociais.

31

32 Atividade 01 Responder questões da Apostila p. 18 a 21.

33 Cap. 04 – África do Sul

34 Formação histórica Em 1652, Jan Van Riebeeck, representante da Companhia da Índias Orientais, desembarcou no cabo da Boa Esperança, no extremo sul da África. Os colonos holandeses (Bôeres) entraram em conflito com os nativos e se estabeleceram nesta região. Em 1806, os ingleses ocuparam essa área e expulsaram os holandeses. A descoberta de Diamante e Ouro estimulou a imigração e intensificou a opressão aos povos nativos.

35 Fortes disputas entre holandeses e ingleses provocaram a chamada Guerra dos Bôeres ( ). Os Africânderes (Bôeres) foram derrotados, mas, por meio de um acordo formou-se a União Sul-Africana, governada em conjunto por ingleses e africânderes. Os africânderes desenvolveram uma sociedade extremamente racista, que pregava a superioridade dos brancos sobre os negros.

36

37 No século XX, medidas discriminatórias foram tomadas, tais como: restrição de acesso à terra para os negros (Apartheid). Em 1948, o Partido Nacional, dominado pelos Africânderes conquista eleitoralmente o poder.

38 Apartheid Palavra de origem holandesa que no Afrikânder, que significa Separação. Tratou-se de um regime de segregação racial em que os espaços ocupados e frequentados pelas comunidades brancas eram separados da população não-branca. As ideias de superioridade racial do branco europeu sobre os povos africanos foram impostas para justificar as estratégias de dominação, a expropriação de suas terras e riquezas e a própria escravização.

39

40 Na África do Sul, o Apartheid, existente na prática desde 1910, foi oficializado por lei em 1948 e vigorou até O racismo era ostensivo, privando os negros de terem propriedades agrícolas, participar da vida política e viverem confinados em zonas residências especiais separadas das zonas dos brancos. Após muitos anos de luta da população negra pela igualdade de direitos, com massacres e prisões de líderes, a situação começou a se tornar insustentável.

41

42 Em 1994, foi realizada a primeira eleição multirracial para presidente, o vitorioso foi Nelson Mandela, que tinha ficado preso por 27 anos, por ser líder de movimento antiapartheid.

43 População É composta por 79% de negros; 9,6% de brancos; 8,9% de Mestiços e 2,5% de descendentes de indianos e outros grupos de asiáticos. A população do país é composta por habitantes (est. 2006). O país possui cerca de 11 idiomas oficiais. A expectativa de vida é dramaticamente baixa, devido a epidemia de AIDS no país.

44

45 Economia É rica em recursos naturais e com uma produção industrial e agrícola diversificada. Integra o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e South África). É a economia mais forte do continente. Destacam-se os setores secundário e terciário. O país sofre com problemas ambientais em virtude das atividades industriais.

46

47 Atividade 02 Responder questões da Apostila p. 54 a 58.

48 Referências Bibliográficas Apostila Sistema UNO (Módulo 15) Livro didático Projeto Araribá (9º ano) Imagens: Google Imagens/ Sistema Multimídia UNO. Vídeos: Filme Invictus e Diamante de Sangue. (Disponível em Montagem: Professor Raphael Barbosa Ramos


Carregar ppt "Módulo 15 - África Prof. Raphael Barbosa Ramos. Cap. 01 Aspectos físicos e humanos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google