A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REFERÊNCIAS HISTÓRICAS PROCESSO MECANISMOS DA PSICOMETRIA FUNÇÃO DO PSICÔMETRA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) ANÁLISE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REFERÊNCIAS HISTÓRICAS PROCESSO MECANISMOS DA PSICOMETRIA FUNÇÃO DO PSICÔMETRA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) ANÁLISE."— Transcrição da apresentação:

1

2 REFERÊNCIAS HISTÓRICAS PROCESSO MECANISMOS DA PSICOMETRIA FUNÇÃO DO PSICÔMETRA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) ANÁLISE DE CASOS AFINIDADE ELETIVA DÉJÀ VU PARAMNÉSIA – CARACTERÍSTICA A “EXPLICAÇÃO” CIENTÍFICA ANÁLISE ESPÍRITA REFERÊNCIAS HISTÓRICAS PROCESSO MECANISMOS DA PSICOMETRIA FUNÇÃO DO PSICÔMETRA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) ANÁLISE DE CASOS AFINIDADE ELETIVA DÉJÀ VU PARAMNÉSIA – CARACTERÍSTICA A “EXPLICAÇÃO” CIENTÍFICA ANÁLISE ESPÍRITA PSICOMETRIA

3 Uma vez que estão no quadro dos da Natureza, os fenômenos espíritas se hão produzido em todos os tempos; mas, precisamente, porque não podiam ser estudados pelos meios materiais de que dispõe a ciência vulgar, permaneceram muito mais tempo do que outros no domínio do sobrenatural, donde o Espiritismo agora os tira. Genesi XIII -8 Uma vez que estão no quadro dos da Natureza, os fenômenos espíritas se hão produzido em todos os tempos; mas, precisamente, porque não podiam ser estudados pelos meios materiais de que dispõe a ciência vulgar, permaneceram muito mais tempo do que outros no domínio do sobrenatural, donde o Espiritismo agora os tira. Genesi XIII -8  Faculdade de ler impressões e recordações ao contato de objetos comuns  Faculdade de perceber o lado oculto do ambiente e de ler impressões e lembranças, ao contato de objetos e documentos no domínio da sensação e da distância PSICOMETRIA: O QUE É?

4 PSICOMETRIA  Faculdade que permite captar a história e o estado atual, tanto dos seres vivos como dos objetos inanimados e, também, por vezes, os ambientes e outros elementos externos ligados à sua existência  Na classificação Kardequiana (Livro dos Médiuns) estaria categorizada como Clarividência Zimmerman PSYKÉPSYKÉMETRONMETRON

5 PSICOMETRIA Referências Históricas  Leonidas Polk,The Fighting Bishop /  Bispo atuante no Tennessee, North Carolina e Georgia  Alistou-se como Confederado na Guerra de Secessão  Revela imensa sensibilidade ao tocar certos objetos  Leonidas Polk,The Fighting Bishop /  Bispo atuante no Tennessee, North Carolina e Georgia  Alistou-se como Confederado na Guerra de Secessão  Revela imensa sensibilidade ao tocar certos objetos  Joseph R Buchanan /  Professor do Instituto Médico Eclético de Covington, KY  Interessa-se pelas habilidades de Leonidas Polk  Cria o termo PSICOMETRIA em 1842  Publicação do livro “Manual de Psicometria” em 1889  Joseph R Buchanan /  Professor do Instituto Médico Eclético de Covington, KY  Interessa-se pelas habilidades de Leonidas Polk  Cria o termo PSICOMETRIA em 1842  Publicação do livro “Manual de Psicometria” em 1889  William Denton Professor de Geologia /  Publicaçao do livro The Soul of Things em 1863  Relato de 110 experimentos sobre o fenômeno da psicometria  William Denton Professor de Geologia /  Publicaçao do livro The Soul of Things em 1863  Relato de 110 experimentos sobre o fenômeno da psicometria

6 PSICOMETRIA Ernesto Bozzano /  Fenômeno de sintonização  Existência de uma sintonia entre o sujeito perceptivo e a aura do objeto Ernesto Bozzano /  Fenômeno de sintonização  Existência de uma sintonia entre o sujeito perceptivo e a aura do objeto Hermínio Miranda /  Exemplos extraídos do livro “The Soul of Things” de William Denton Hermínio Miranda /  Exemplos extraídos do livro “The Soul of Things” de William Denton

7 O pensamento espalha nossas próprias emanações em toda parte a que se projeta. Deixamos vestígios espirituais, onde arremessamos os raios de nossa mente. Como alicerce vivo de todas as realizacoes nos planos fisicos e extra fisico encontramos o pensamento por agente especial PSICOMETRIA

8 SOBRE O PROCESSO Outra parte é recolhida da subconsciência do seu possuidor mediante relação telepática que o objeto psicometrado estabelece com o médium. Outra parte é recolhida da subconsciência do seu possuidor mediante relação telepática que o objeto psicometrado estabelece com o médium. Não tem importância que o possuidor esteja encarnado ou desencarnado. Uma parte dos fatos e impressões é retirada da própria aura do objeto; O objeto, móvel ou imóvel, impregnado da influência pessoal do seu dono, conserva-a durante longo tempo e possibilita o recolhimento das impressões Uma parte dos fatos e impressões é retirada da própria aura do objeto; O objeto, móvel ou imóvel, impregnado da influência pessoal do seu dono, conserva-a durante longo tempo e possibilita o recolhimento das impressões

9 PSICOMETRIA  Como em qualquer atividade coletiva entre os homens, é forçoso convir que médium algum pode agir a sós, no plano complexo da psicometria. Igualmente, aí, o sensitivo está como peça interdependente no mecanismo de ação. REFLEXÕES SOBRE O PROCESSO

10 PSICOMETRIA  Destacaremos, assim, que, em certos indivíduos, a onda mental a expandir-se, quando em regime de «circuito fechado», na atenção profunda, carreia consigo agentes de percepção avançada, com capacidade de transportar os sentidos vulgares para além do corpo físico, no estado natural de vigília. MECANISMOS DA PSICOMETRIA  O fluido nervoso ou força psíquica, a desarticular-se dos centros vitais, incorpora-se aos raios de energia mental exteriorizados, neles configurando o campo de percepção que se deseje plasmar, segundo a dileção da vontade, conferindo ao Espírito novos poderes sensoriais.

11 PSICOMETRIA Clareando o assunto quanto possível, vamos encontrar no médium de psicometria a individualidade que consegue desarticular, de maneira automática, a força nervosa de certos núcleos, como, por exemplo, os da visão e da audição, transferindo-lhes a potencialidade para as próprias oscilações mentais Clareando o assunto quanto possível, vamos encontrar no médium de psicometria a individualidade que consegue desarticular, de maneira automática, a força nervosa de certos núcleos, como, por exemplo, os da visão e da audição, transferindo-lhes a potencialidade para as próprias oscilações mentais FUNÇÃO DO PSICÔMETRA

12 PSICOMETRIA Efetuada a transposição, temos a idéia de que o medianeiro possui olhos e ouvidos a distância do envoltório denso, acrescendo, muitas vezes, a circunstância de que tal sensitivo, por autodecisão, não apenas desassocia os agentes psíquicos dos núcleos aludidos, mas também opera o desdobramento do corpo espiritual, em processo rápido, acompanhando o mapa que se lhe traça às ações no espaço e no tempo, com o que obtém, sem maiores embaraços, o montante de impressões e informações para os fins que se tenha em vista. Efetuada a transposição, temos a idéia de que o medianeiro possui olhos e ouvidos a distância do envoltório denso, acrescendo, muitas vezes, a circunstância de que tal sensitivo, por autodecisão, não apenas desassocia os agentes psíquicos dos núcleos aludidos, mas também opera o desdobramento do corpo espiritual, em processo rápido, acompanhando o mapa que se lhe traça às ações no espaço e no tempo, com o que obtém, sem maiores embaraços, o montante de impressões e informações para os fins que se tenha em vista. FUNÇÃO DO PSICÔMETRA

13 PSICOMETRIA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA VALOR HISTÓRICO INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS RASTREAMENTO DE CRIMES PESSOAS DESAPARECIDAS PRÁTICAS COMERCIAIS

14 PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) Memória Universal Princípio da teosofia e algumas filosofias orientais e esotéricas que consideram a existência de uma biblioteca de registros de eventos cósmicos. Estes registros poderiam ser acessados através de orações e invocações.

15 PSICOMETRIA Toda criatura humana tem o seu Carma, palavra com que designamos a lei de Causa e Efeito, em face do qual, ao reingressarmos «nas correntes da vida física», para novas experiências, trazemos impresso no perispírito - molde do corpo somático - um quadro de inelutáveis provações. A nossa mente espiritual conhece tais provações e permite que o psicômetra estabeleça relação com essas vicissitudes, prevê-las, anunciá-las e, inclusive, fixar a época em que se verificarão.( Bozzano)

16 PSICOMETRIA ANÁLISE DE CASOS O Caso do Espelho no Museu Chico Xavier e as cartas diárias segundo o biógrafo Arnaldo Rocha Chico Xavier e as cartas diárias segundo o biógrafo Arnaldo Rocha O Vestido de Regina. Diversidades dos Carismas H.C.Miranda O Vestido de Regina. Diversidades dos Carismas H.C.Miranda

17 AFINIDADE ELETIVA PSICOMETRIA O médiun entrará em relação com os fatos ligados àquele (possuidor) cujo fluido se evidenciar mais ativo em relação com o sensitivo E se o objeto psicometrado teve, no curso dos anos, diversos possuidores? Com a vida de qual deles o médium entrará em relação ?

18 PSICOMETRIA O conhecimento da psicometria faz-nos pensar, consequentemente, nos seguintes imperativos : Não nos apegarmos, em demasia, aos bens materiais; Não nos apegarmos, em demasia, aos bens materiais; Combatermos o egoísmo que assinala a nossa vida, com a conseqüente diminuição das exigências impostas a familiares, amigos e conhecidos As marcas da individualidade de cada um vibram onde se vive e por elas provocam o bem ou o mal naqueles que entram em contato

19 Déjà-vu – Ja visto -Trata-se de uma sensação íntima, uma emoção aparentemente inexplicável que surge de uma forma completamente inesperada.

20  A manifestação ocorre sem a utilização dos órgãos do sentido  Reconhecimento e interpretação sem aparticipação dos órgãos do sentido  A manifestação ocorre sem a utilização dos órgãos do sentido  Reconhecimento e interpretação sem aparticipação dos órgãos do sentido PARAMNÉSIA - CARACTERÍSTICAS

21 A “EXPLICAÇÃO” CIENTÍFICA EVENTO NORMAL IMEDIATA LONGO PRAZO CURTO PRAZO OS 3 TIPOS DE MEMÓRIA DÉJÀ VU O déjà vu acontece quando há uma “falha” no cérebro; os fatos que estão acontecendo são armazenados diretamente na memória de longo ou médio prazo, sem passar pela memória imediata. Isso nos dá a sensação que o fato já ocorreu.

22 A “EXPLICAÇÃO” CIENTÍFICA  Epilepsia do lobo temporal Para Fabrice Bartolomei, Neurologista francês, a paramnesia é resultado de uma fugaz disfunção da zona do córtex entorrinal, situado por baixo do hipocampo e que se sabia já implicada em situações de “déjà vu”, comuns em doentes padecendo de epilepsia temporal.

23 A “EXPLICAÇÃO” CIENTÍFICA  Déjà vu relacionado a momentos de estresse Experiências, conduzidas por investigadores do Leeds Memory Group na Inglaterra, permitiram recriar, em laboratório e através da hipnose, as sensações de "déjà vu". Outros dados explicam que situações de stress ou fadiga possam favorecer, nesse contexto disfuncional, o aparecimento do fenômeno.

24 ANÁLISE ESPÍRITA  Emoções gravadas no tálamo perispiritual  Desdobramento durante o sono  Médium em transe rápido captando forma-pensamento de entidades desencarnadas  Emoções gravadas no tálamo perispiritual  Desdobramento durante o sono  Médium em transe rápido captando forma-pensamento de entidades desencarnadas

25 ANÁLISE ESPÍRITA Para os conceitos espíritas, tudo o que vemos e nos emociona, agradável ou desagradavelmente, nesta e nas encarnações pretéritas, fica, indelevelmente, gravado em alguma parte da região talâmica do cérebro perispiritual, e, em algumas ocasiões, a paramnesia emerge na consciência desperta. Pode também ser uma manifestação mediúnica, se o médium entra, em dado momento, em um transe ligeiro, sutil, e capta a projeção de uma forma-pensamento emitida por um espírito desencarnado; essa é outra possibilidade

26 ANÁLISE ESPÍRITA Passam a desfilar, em sua mente, quadros, locais e situações conflitantes ou afetivas de um passado longínquo,vivido em comum por aquele que agora vê (revê) pela aparente primeira vez. Há alguns que ao reverem certas pessoas, embora em termos desta vida estariam tendo o primeiro contato, recebem um impacto energético tão forte que determina uma ressonância magnética em seus arquivos espirituais, aflorando-lhes reminiscências pretéritas com grande nitidez.

27 São muito impressionantes os fenômenos de déjà-vu que se verificam por ocasiões de viagens ao exterior, quando o turista de forma repentina e emocionante passa a identificar, em detalhes, um local como fosse de seu conhecimento prévio, naturalmente, sem nunca ter estado no referido local e especialmente quando nunca ouviu falar da existência do mesmo O fenômeno de déjà-vu ocorre também relacionado com locais além de pessoas. O fenômeno de déjà-vu ocorre também relacionado com locais além de pessoas.

28 BOA NOITE

29

30 Bibliografia Miranda, Herminio C.- Diversidade dos Carismas Bozzanno, Ernesto – Enigmas da Psicometria Kardec, Allan – A Genese Luis, Andre – Nos Dominios da Mediunidade Xavier, Chico – Mecanismos da Mediunidade Martins Peralva:Estudando a Mediunidad Zimmerman, Zalmino – Perispirito Revista Cristã de Espiritismo, edição 35 Miranda, Herminio C.- Diversidade dos Carismas Bozzanno, Ernesto – Enigmas da Psicometria Kardec, Allan – A Genese Luis, Andre – Nos Dominios da Mediunidade Xavier, Chico – Mecanismos da Mediunidade Martins Peralva:Estudando a Mediunidad Zimmerman, Zalmino – Perispirito Revista Cristã de Espiritismo, edição 35


Carregar ppt "REFERÊNCIAS HISTÓRICAS PROCESSO MECANISMOS DA PSICOMETRIA FUNÇÃO DO PSICÔMETRA UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA PSICOMETRIA REGISTROS AKÁSHICOS (AKASHA = ÉTER) ANÁLISE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google