A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSUMO RESPONSÁVEL e COMÉRCIO ÉTICO E SOLIDÁRIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSUMO RESPONSÁVEL e COMÉRCIO ÉTICO E SOLIDÁRIO."— Transcrição da apresentação:

1 CONSUMO RESPONSÁVEL e COMÉRCIO ÉTICO E SOLIDÁRIO

2 O Ato de Consumir: o Consumo é um ato de ESCOLHA; nossas ESCOLHAS têm reflexos ambientais e sociais; nossas ESCOLHAS conformam o ambiente e a sociedade onde vivemos.

3 O Ato de Consumir O CONSUMIDOR RESPONSÁVEL é um ator político que utiliza suas escolhas para intervir POSITIVAMENTE na realidade social e ambiental que o cerca.

4 Conceito de CONSUMIDOR RESPONSÁVEL É a capacidade de cada pessoa ou instituição pública ou privada, escolher serviços e produtos que contribuam, de forma ética e de fato, para a melhoria de vida de cada um, da sociedade e do ambiente do qual fazemos parte. (Maluh Barciotte, 2002)

5 Momento Atual Consumo Responsável é um tema novo no Brasil. Tem muito referencial teórico, mas poucas possibilidades práticas diante da falta de acesso a mercados éticos e solidários, e da falta de massa crítica e conscientizada para o tema.

6 Momento Atual No mundo: há grande movimento de conscientização de empresários e cidadãos da necessidade de se levar em conta o ciclo de vida de cada produto.

7 Momento Atual E a forma de comercialização destes, visando maior aproximação entre produtor e consumidor.

8 Comércio Ético As empresas estão colocando no mercado produtos com selos que atestam o Certificado de Origem para informar os consumidores da procedência dos produtos. Ex.: Selo Orgânico, Selo de Produto Reciclável e/ou Biodegradável, Selo FSC, ISO , etc.

9 Identificação Rede Ecovida

10 Comércio Ético Diminuição do número de intermediários entre produtor- consumidor. Transparência no processo produtivo e na composição dos preços. Promoção de informações fidedignas, ilesas e confiáveis, que permitam escolhas responsáveis.

11 Comércio Solidário Estabelecimento de parcerias e promoção de produtos advindo de projetos sociais, que envolvem produtores de baixa renda dando-lhes oportunidade de crescimento sócio- econômico.

12 Comércio Solidário Ex.: produtos agropecuários e agroindustriais oriundos dos pequenos e micro- proprietários rurais; produtos de cooperativas de artesãos; produtos advindos de projetos de inclusão social.

13 Empresas Responsáveis Implantam sistemas de produção limpos, aproveitando os resíduos, economizando energia elétrica, reciclando e diminuindo o uso de água, etc. Investem em projetos comunitários criando e incentivando projetos sócio- ambientais. Estabelecem relacionamento de parceria com fornecedores e clientes.

14 Empresas Responsáveis O lançamento de um produto realmente ecológico não é tarefa fácil. É necessário: trabalhar todas as fases de criação do produto, energia utilizada, matéria-prima, mão-de-obra, embalagens e o ciclo de vida até a hora do descarte.

15 Atos de um Consumidor Responsável Estar atento aos processos produtivos das empresas valorizando e optando pelas que têm processos produtivos limpos e projetos sócio-ambientais. Procurar saber a origem do produto dando atenção às informações dos rótulos.

16 Atos de um Consumidor Responsável SEPARAR O LIXO: Plástico: leva 150 anos para decompor; Papel: de 3 meses a vários anos dependendo do tipo; Lata de Alumínio: 1000 anos; Vidro: anos; Lata de Aço: 10 anos, Restos Orgânicos: 2 a 12 meses.

17 Atos de um Consumidor Responsável Dar preferência a produtos recicláveis. Ficar atento, NÃO SÃO PRODUTOS RECICLÁVEIS: papel carbono; fotografias; papel fax; etiquetas adesivas; fitas crepe; papéis plastificados, metalizados e parafinados; cabos de panela; isopor; esponjas de aço; espelhos; lâmpadas fluorescentes; porcelana.

18 Atos de um Consumidor Responsável Ser um cidadão atuante: denunciar irregularidades, reivindicar seus direitos, promover ações concretas de proteção ao meio-ambiente, buscar e divulgar informações e conhecimento.

19 EDUCAÇÃO PARA O CONSUMO: diversificação no consumo (vegetal e animal); respeito à sazonalidade e regionalidade; cuidados com os Fast- food; alimentos biologicamente saudáveis.

20 Desafio aos Monitores da Linha Ecológica Promover processos educacionais dirigidos à tomada de consciência das causas e efeitos dos nossos hábitos de consumo e da força política que este ato pode assumir. Promover a inserção destes processos no ensino formal e não formal.

21 Mensagem Final PAULO FREIRE A educação deve ajudar o homem brasileiro a inserir-se criticamente no processo histórico e libertar-se, pela conscientização, da síndrome do ter e da escravidão do consumismo


Carregar ppt "CONSUMO RESPONSÁVEL e COMÉRCIO ÉTICO E SOLIDÁRIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google