A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado MAIORIDADE PENAL Prof.: Dejalma Cremonese.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado MAIORIDADE PENAL Prof.: Dejalma Cremonese."— Transcrição da apresentação:

1 UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado MAIORIDADE PENAL Prof.: Dejalma Cremonese Aluno: Márcio Fernando Graef Santa Rosa, 26 de Junho de 2008

2 O que é? A Maioridade Penal, é conhecida como idade da responsabilidade criminal, é a idade a partir da qual o individuo pode ser penalmente responsabilizado por seus atos.

3 Segundo o sistema jurídico vigente, a maioridade penal se dá aos 18 anos de idade. Essas normas encontram-se inscritas em três Diplomas Legais, seguintes: 1.Artigo 27 do Código Penal; 2.Artigo 104 caput do Estatuto da Criança e do Adolescente; 3.Artigo 228 da Constituição Federal.

4 Hoje se constata evolução crescente do número de adolescentes na prática de atitudes criminosas, onde não mais limitam-se ao cometimento de pequenos crimes, e sim de envolvimento em crimes hediondos, tráfico de entorpecentes, estupro, seqüestro entres outros.

5 A seguir apresentaremos alguns argumentos a favor da diminuição da maioridade penal

6 Existe pessoas que defendem a diminuição da maioridade penal, e estes alegam, que cidadãos brasileiros estão desprotegidos de pessoas com mais de 15 anos de idade e menos de 18 anos.

7 Hoje no Brasil adolescentes com 16 anos de idade podem fazer quase tudo que uma pessoa absolutamente capaz pode.Ex: Podem ter filhos Podem ter filhos Podem votar Podem votar Podem contrair matrimônio Podem contrair matrimônio Podem trabalhar como aprendizes e estagiários Podem trabalhar como aprendizes e estagiários Podem receber emancipação Podem receber emancipação E para eles, crimes e contravenções penais mudam de nome, é tudo ato infracional.

8 Vejamos alguns exemplos de atos considerados infracionais cometidos por menores: Furtar alguém – ato infracional Seqüestrar – ato infracional Estuprar mulher – ato infracional Matar alguém – ato infracional Deteriorar patrimônio publico – ato infracional Desobediência – ato infracional

9 Levando em consideração, os exemplos apresentados anteriormente, observamos que a punição máxima para jovens é uma medida sócio educativa, em regime de internação, cujo limite no tempo, são de apenas 3(três) anos.

10 ARGUMENTOS A FAVOR Alega–se que A Legislação é Ultrapassada O adolescente de 16 anos, capaz de votar, já pode responder por seus crimes Critica-se a punição máxima prevista no ECA

11 Argumentos contra a diminuição da Maioridade Penal

12 ARGUMENTOS CONTRÁRIOS A hipótese de mudança na Constituição seria Inconstitucional. A medida não trataria dos efeitos, sem Atacar as reais Causas, como por ex: desemprego... Aumentaria a crise do sistema penitenciário brasileiro.

13 Não é a redução da maioridade penal que nos levará a solução desse problema que tem a sua origem em fatores sociais. Devemos sempre buscar a solução na causa e não nos efeitos.

14 Colocar um adolescente de 15(quinze) anos em um presídio com certeza ele sairá de doutor em criminalidade. Não se pode olvidar, é claro, que há adolescentes frios e cruéis. Nestes casos, não há recuperação e quando há o processo é muito lento.

15 Quanto a medida de internação penso que esta deveria ser revista no sentido de esticar o prazo, para os adolescentes que praticarem atos infracionais com violência ou grave ameaça à pessoa. Ressalta-se que não seria inconstitucional, como no caso da redução da maioridade penal.

16 Os que combatem as mudanças, acreditam que ela não traria resultados na diminuição da violência e só acentuaria a exclusão de parte da população.

17 Após apresentados alguns argumentos básicos, sendo eles a favor ou contra a diminuição da maioridade penal de 18 para 16 anos, cabe a nós fazermos uma reflexão sobre esse assunto que por sinal muito perplexo, necessitando de muita cautela para que antes se tome uma posição definitiva referente a tal.

18 REFERENCIAS: penal penal x.shtml x.shtmlhttp://www.maioridadepenal.com.br/http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=176&rv=Direito


Carregar ppt "UNIJUI – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado MAIORIDADE PENAL Prof.: Dejalma Cremonese."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google