A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOMAS NACIONAIS CERRADO Naiara Ricardo Costa Ugo Werther Pereira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOMAS NACIONAIS CERRADO Naiara Ricardo Costa Ugo Werther Pereira."— Transcrição da apresentação:

1 BIOMAS NACIONAIS CERRADO Naiara Ricardo Costa Ugo Werther Pereira

2 SITUAÇÃO GEOGRÁFICA Possui cerca de 2 milhões de km²; Possui cerca de 2 milhões de km²; O domínio morfoclimático é a grande região das savanas sul-americanas; O domínio morfoclimático é a grande região das savanas sul-americanas; Está situado quase exclusivamente em território brasileiro, com áreas marginais na Bolívia e Paraguai; Está situado quase exclusivamente em território brasileiro, com áreas marginais na Bolívia e Paraguai; Ocupa o divisor de águas das grandes bacias fluviais do continente (Prata, Amazonas e São Francisco); Ocupa o divisor de águas das grandes bacias fluviais do continente (Prata, Amazonas e São Francisco); Está em contato com formações abertas vizinhas como o Pantanal, o Chaco e a Caatinga; Está em contato com formações abertas vizinhas como o Pantanal, o Chaco e a Caatinga; Está também conectado à Amazônia e à Mata Atlântica, através de matas ciliares e de galeria; Está também conectado à Amazônia e à Mata Atlântica, através de matas ciliares e de galeria; A posição central e o contato com diferentes domínios adjacentes são fatores que favorecem níveis elevados de diversidade biológica no domínio do Cerrado. A posição central e o contato com diferentes domínios adjacentes são fatores que favorecem níveis elevados de diversidade biológica no domínio do Cerrado.

3 VEGETAÇÃO E TIPOS DE HÁBITAT O domínio morfoclimático do Cerrado caracteriza-se pela vegetação de savana, formada por dois estratos principais, um árbóreo e outro rasteiro; O domínio morfoclimático do Cerrado caracteriza-se pela vegetação de savana, formada por dois estratos principais, um árbóreo e outro rasteiro; A flora do Cerrado é adaptada ao fogo natural e aos solos ácidos e ricos em alumínio, além de apresentar elevado grau de riqueza e endemismo; A flora do Cerrado é adaptada ao fogo natural e aos solos ácidos e ricos em alumínio, além de apresentar elevado grau de riqueza e endemismo; O mosaico de ambientes típico do Cerrado é portanto condicionado por fatores físicos ligados á topografia local; O mosaico de ambientes típico do Cerrado é portanto condicionado por fatores físicos ligados á topografia local; Tipos de hábitat divididos em dois grupos principais: Tipos de hábitat divididos em dois grupos principais: Ripários – Formas de vegetação associadas a cursos d’água, nos fundos de vales, como matas de galeria, veredas e campo úmido; Ripários – Formas de vegetação associadas a cursos d’água, nos fundos de vales, como matas de galeria, veredas e campo úmido; De Interfúvio – Englobam tipos de ambiente que variam desde o campo limpo e campo sujo até o cerradão; De Interfúvio – Englobam tipos de ambiente que variam desde o campo limpo e campo sujo até o cerradão; Outros tipos de vegetação incluem os campos rupestres, em áreas mais altas (geralmente acima de 1100m) e as matas secas sobre solos mais férteis, encostas ou afloramentos calcáreos. Outros tipos de vegetação incluem os campos rupestres, em áreas mais altas (geralmente acima de 1100m) e as matas secas sobre solos mais férteis, encostas ou afloramentos calcáreos.

4 a – Campo Limpo; b – Campo Sujo; c – Campo Cerrado; d – Cerrado Típico

5 RELEVO O domínio do Cerrado ocorre sobre dois tipos básicos de unidades de relevo: O domínio do Cerrado ocorre sobre dois tipos básicos de unidades de relevo: Planaltos cristalinos ou sedimentares, nas regiões mais elevadas, geralmente entre 700 e 1700 m, em terrenos antigos, formando os divisores de águas das principais bacias hidrográficas brasileiras (Amazonas, Prata, São Francisco e Parnaíba); Planaltos cristalinos ou sedimentares, nas regiões mais elevadas, geralmente entre 700 e 1700 m, em terrenos antigos, formando os divisores de águas das principais bacias hidrográficas brasileiras (Amazonas, Prata, São Francisco e Parnaíba); Depressões interplanalticas, geralmente entre 200 a 450m, em áreas de deposição e dissecção mais recente, em grandes bacias de drenagem (vão do Paranã; vales do Araguaia, Tocantins, Paraná e Paranaíba) Depressões interplanalticas, geralmente entre 200 a 450m, em áreas de deposição e dissecção mais recente, em grandes bacias de drenagem (vão do Paranã; vales do Araguaia, Tocantins, Paraná e Paranaíba) Muitas vezes os limites entre planaltos e as depressões são bastante definidos, formando escarpas abruptas, características da variação topográfica no Cerrado. Muitas vezes os limites entre planaltos e as depressões são bastante definidos, formando escarpas abruptas, características da variação topográfica no Cerrado.

6 Planalto Cristalino – Chapada dos Veadeiros Limite entre planalto e depressão do alto Rio Taquari

7 SOLOS Há o predomínios de solos profundos e bem drenados; Há o predomínios de solos profundos e bem drenados; Os solos típicos do Cerrado foram submetidos a sucessivos ciclos de lixiviação, sendo, por isso, ácidos e pouco férteis; Os solos típicos do Cerrado foram submetidos a sucessivos ciclos de lixiviação, sendo, por isso, ácidos e pouco férteis; Podem ocorrer sob várias formas: Podem ocorrer sob várias formas: Latossolos, formados principalmente por argila e silte, geralmente de coloração avermelhada pela grande concentração de óxidos de ferro; Latossolos, formados principalmente por argila e silte, geralmente de coloração avermelhada pela grande concentração de óxidos de ferro; Areias quartzosas, onde a argila e o silte são muito pouco representados, formando solos ainda mais pobres, geralmente de cor clara; Areias quartzosas, onde a argila e o silte são muito pouco representados, formando solos ainda mais pobres, geralmente de cor clara; Litossolos, solos rasos e pedregosos, em encostas com laterita cobertas por campos, ou em áreas elevadas, com afloramentos rochosos, cobertos por campos ou cerrados rupestres; Litossolos, solos rasos e pedregosos, em encostas com laterita cobertas por campos, ou em áreas elevadas, com afloramentos rochosos, cobertos por campos ou cerrados rupestres; Hidromórficos, sazonalmente inundados, com maior concentração de matéria orgânica e nutrientes carreados pelo lençol freático. Onde ocorrem principalmente os campos úmidos, as veredas e as matas de galeria drenadas ou alagáveis. Hidromórficos, sazonalmente inundados, com maior concentração de matéria orgânica e nutrientes carreados pelo lençol freático. Onde ocorrem principalmente os campos úmidos, as veredas e as matas de galeria drenadas ou alagáveis.

8 BIODIVERSIDADE O Cerrado é reconhecido como a savana mais rica do mundo em biodiversidade; O Cerrado é reconhecido como a savana mais rica do mundo em biodiversidade; Mais de espécies de plantas, com endêmicas (exclusivas) dessa área; Mais de espécies de plantas, com endêmicas (exclusivas) dessa área; A fauna apresenta 837 espécies de aves; 67 gêneros de mamíferos, abrangendo 161 espécies e dezenove endêmicas; 150 espécies de anfíbios, das quais 45 endêmicas; 120 espécies de répteis, das quais 45 endêmicas; A fauna apresenta 837 espécies de aves; 67 gêneros de mamíferos, abrangendo 161 espécies e dezenove endêmicas; 150 espécies de anfíbios, das quais 45 endêmicas; 120 espécies de répteis, das quais 45 endêmicas; Apenas no Distrito Federal, há 90 espécies de cupins, mil espécies de borboletas e 500 espécies de abelhas e vespas. Apenas no Distrito Federal, há 90 espécies de cupins, mil espécies de borboletas e 500 espécies de abelhas e vespas.

9 Os primeiros registros humanos na região do Cerrado datam de cerca de anos antes do presente,e referem-se a povos caçadores- coletores; Os primeiros registros humanos na região do Cerrado datam de cerca de anos antes do presente,e referem-se a povos caçadores- coletores; OCUPAÇÃO HUMANA Os Xavante, Bororo, Krixá, Nhambiquara, Kadiwéu, Pareci, Krahô e Karajá são exemplos dos diferentes grupos indígenas recentes do Cerrado, que substituíram os primeiros povos; Os Xavante, Bororo, Krixá, Nhambiquara, Kadiwéu, Pareci, Krahô e Karajá são exemplos dos diferentes grupos indígenas recentes do Cerrado, que substituíram os primeiros povos; As primeiras incursões não-indígenas de exploração territorial e econômica no Cerrado ocorreram no início do século XVII, quase cem anos após o descobrimento, com as “Entradas e Bandeiras”; As primeiras incursões não-indígenas de exploração territorial e econômica no Cerrado ocorreram no início do século XVII, quase cem anos após o descobrimento, com as “Entradas e Bandeiras”; Nas décadas recentes, com a expansão da fronteira agrícola, a região do Cerrado sofre a sua mais rápida e significativa mudança. A partir de então as paisagens naturais do Brasil central têm sido alteradas e destruídas de forma rápida e irreversível, com a séria ameaça a um patrimônio cultural e biológico desprotegido, pouco valorizado e pouco estudado. Nas décadas recentes, com a expansão da fronteira agrícola, a região do Cerrado sofre a sua mais rápida e significativa mudança. A partir de então as paisagens naturais do Brasil central têm sido alteradas e destruídas de forma rápida e irreversível, com a séria ameaça a um patrimônio cultural e biológico desprotegido, pouco valorizado e pouco estudado.

10 CONSERVAÇÃO - A visão do Cerrado antes da onda de destruição Nos anos 60 e 70 o Cerrado era considerado, até mesmo no meio científico, como ecossistema pouco importante. Mas boa parte de sua área natural encontrava-se livre de impactos antrópicos; Nos anos 60 e 70 o Cerrado era considerado, até mesmo no meio científico, como ecossistema pouco importante. Mas boa parte de sua área natural encontrava-se livre de impactos antrópicos; À primeira vista chamava atenção o aspecto repetitivo, considerado monótono, dos chapadões cobertos por árvores baixas e retorcidas, com sinais de queimadas que pareciam exterminar boa parte da fauna e flora; À primeira vista chamava atenção o aspecto repetitivo, considerado monótono, dos chapadões cobertos por árvores baixas e retorcidas, com sinais de queimadas que pareciam exterminar boa parte da fauna e flora; Mas um olhar mais detalhado e cuidadoso revelou a riqueza do Cerrado, só recentemente reconhecido como área prioritária para conservação; Mas um olhar mais detalhado e cuidadoso revelou a riqueza do Cerrado, só recentemente reconhecido como área prioritária para conservação; A maior parte da riqueza e endemismo da flora do Cerrado está representada no estrato herbáceo, em plantas rasteiras e pouco exuberantes; A maior parte da riqueza e endemismo da flora do Cerrado está representada no estrato herbáceo, em plantas rasteiras e pouco exuberantes; Grande parte da riqueza e do endemismo da fauna concentra-se nos pequenos vertebrados, pouco conspícuos, por vezes raros e em muitos casos adaptados á vida em galerias e cavidades no solo. Grande parte da riqueza e do endemismo da fauna concentra-se nos pequenos vertebrados, pouco conspícuos, por vezes raros e em muitos casos adaptados á vida em galerias e cavidades no solo.

11 CONSERVAÇÃO – O quadro atual O ciclo de colonização do Cerrado teve início nos anos 60 e 70, a partir da implantação de acesso rodoviário e expansão da fronteira agrícola para o Brasil central, com o desenvolvimento das técnicas de correção do solo, estimuladas por diversas políticas governamentais, que tinham como objetivo a produção de commodities para exportação; O ciclo de colonização do Cerrado teve início nos anos 60 e 70, a partir da implantação de acesso rodoviário e expansão da fronteira agrícola para o Brasil central, com o desenvolvimento das técnicas de correção do solo, estimuladas por diversas políticas governamentais, que tinham como objetivo a produção de commodities para exportação; Estudos recentes indicam que apenas cerca de 20% do domínio do Cerrado ainda possui vegetação nativa em estado relativamente intacto; Estudos recentes indicam que apenas cerca de 20% do domínio do Cerrado ainda possui vegetação nativa em estado relativamente intacto; Setores importantes da sociedade, inclusive o próprio governo brasileiro, acreditam que o Cerrado ainda é o grande celeiro do mundo e alardeiam a possibilidade de abertura de novas áreas para a cultura de grãos, ameaçando a reduzida área remanescente; Setores importantes da sociedade, inclusive o próprio governo brasileiro, acreditam que o Cerrado ainda é o grande celeiro do mundo e alardeiam a possibilidade de abertura de novas áreas para a cultura de grãos, ameaçando a reduzida área remanescente; Ações como a formulação de políticas de conservação específicas para o Cerrado, via identificação de áreas prioritárias para a conservação ou via incentivo ao desenvolvimento sustentável e recuperação de áreas degradadas, são extremamente importantes para garantir a conservação das áreas naturais nas savanas brasileiras. Ações como a formulação de políticas de conservação específicas para o Cerrado, via identificação de áreas prioritárias para a conservação ou via incentivo ao desenvolvimento sustentável e recuperação de áreas degradadas, são extremamente importantes para garantir a conservação das áreas naturais nas savanas brasileiras.

12 CONSERVAÇÃO Uma reversão do quadro de destruição teria que passar necessariamente pela mudança do modelo de exploração, ou seja, pela identificação de formas sustentáveis de exploração econômica; Uma reversão do quadro de destruição teria que passar necessariamente pela mudança do modelo de exploração, ou seja, pela identificação de formas sustentáveis de exploração econômica; Outra mudança necessária é da forma como os gestores de políticas públicas e a própria população vêem o Cerrado; Outra mudança necessária é da forma como os gestores de políticas públicas e a própria população vêem o Cerrado; Há pouca informação acessível ao grande público sobre a importãncia do Cerrado em temos de riqueza de espécies e berço de importantes bacias hidrográficas; Há pouca informação acessível ao grande público sobre a importãncia do Cerrado em temos de riqueza de espécies e berço de importantes bacias hidrográficas; A legislação que define as áreas de vegetação nativa que devem ser preservadas em propriedades privadas, denominadas reservas legais: A legislação que define as áreas de vegetação nativa que devem ser preservadas em propriedades privadas, denominadas reservas legais: Nas áreas de Cerrado, a reserva legal deve compreender 20% da área total da propriedade, enquanto na Amazônia, esse valor sobe para 50%; Nas áreas de Cerrado, a reserva legal deve compreender 20% da área total da propriedade, enquanto na Amazônia, esse valor sobe para 50%; Infelizmente, apesar do recente (e ainda restrito) reconhecimento nos meios científicos, o Cerrado está longe de ser protegido e valorizado como as regiões de floresta úmida, como Amazõnia e Mata Atlântica; Infelizmente, apesar do recente (e ainda restrito) reconhecimento nos meios científicos, o Cerrado está longe de ser protegido e valorizado como as regiões de floresta úmida, como Amazõnia e Mata Atlântica;

13 CONSERVAÇÃO É muito importante documentar a diversidade biológica nas poucas regiões com remanescentes de Cerrado, tanto dentro como fora de unidades de conservação, antes que os padrões originais de diversidade e distribuição da fauna sejam modificados de forma irreversível. É muito importante documentar a diversidade biológica nas poucas regiões com remanescentes de Cerrado, tanto dentro como fora de unidades de conservação, antes que os padrões originais de diversidade e distribuição da fauna sejam modificados de forma irreversível. A documentação e o mapeamento da diversidade são fundamentais para que se possa conhecer e propor medidas eficazes de conservação das áreas naturais do Cerrado. A documentação e o mapeamento da diversidade são fundamentais para que se possa conhecer e propor medidas eficazes de conservação das áreas naturais do Cerrado.


Carregar ppt "BIOMAS NACIONAIS CERRADO Naiara Ricardo Costa Ugo Werther Pereira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google