A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR. BIODIVERSIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR. BIODIVERSIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR

2 BIODIVERSIDADE

3 BIODIVERSIDADE Níveis de Diversidade Diversidade de Ecossistemas Diversidade de Comunidades Diversidade de Espécie Diversidade Gênica Biodiversidade: Número de espécie descrita, em uma determinada região

4 BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR Importância da Biodiversidade Conceito A: TODA E QUALQUER ESPÉCIE, MESMO ESPÉCIES RARAS, CONTRIBUEM PARA OS SERVIÇOS DO ECOSSISTEMA. Conceito B: POUCAS ESPÉCIES DESEMPENHAM PAPÉIS IMPORTANTES NO ECOSSISTEMAS, SENDO MUITAS REDUNDANTES.

5 BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR Extinção de Espécies Extinção de Fundo: Substituição de espécies, através da mudança dos ecossistemas. Extinção Maciça: Catástrofe Natural Extinção Antrópica: Alterações no ecossistema causado pelo Homem

6 Causas de Extinção 1.Perda do Habitat 2. Super exploração Ex.: Pesca Comercial 3. Caça– Região Norte do Brasil c) Fragmentação b) Espécies exóticas a)Poluição – alteração do ambiente

7 Prof. Rodrigo Braz de Castilho Almeida BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO SANEAMENTO E MEIO AMBIENTE

8 - Hoje se conhece cerca de 1,7 milhões de espécies - Estima-se que seja entre 10 a 100 milhões de espécies - Maiores grupos são: plantas com 220 mil espécies insetos com 750 mil espécies - A diversidade de espécies de água doce e terrestres é maior que a do ambiente marinho. que a do ambiente marinho. BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

9 PORQUÊ CONSERVAR A BIODIVERSIDADE? - A espécie humana é dependente da Biodiversidade QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA Recursos Biológicos Recursos Biológicos - 40% da economia mundial - cerca de 100% da alimentação mundial - 30% da fonte de energia no Brasil

10 BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO PORQUÊ CONSERVAR A BIODIVERSIDADE? -Matéria prima de importantes fármacos - Estima-se que 2 a 8% das espécies atuais estarão extintas em 25 anos - Além da tragédia ecológica, terá graves influências no desenvolvimento social e econômico mundial

11 -Crise da Biodiversidade: atrai a atenção de toda a comunidade mundial a comunidade mundial -Biologia da Conservação: voltada para a perda da diversidade diversidade -Projetos Conservacionistas e Publicações BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

12 -Comunidades biológicas: levaram milhões de anos para se desenvolver desenvolver -Ação antrópica: transformação dos sistemas naturais -Espécies diminuem à ritmo de extinção -Ciclos naturais hidrológicos e químicos vêm sendo perturbados BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

13 -Bilhões de toneladas de solo vão para rios, lagos e oceanos -A diversidade genética diminuiu -Clima do planeta alterado: poluição atmosférica e desmatamento BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

14 PERDA DA BIODIVERSIDADE -Demandas de uma população humana que cresce rapidamente -Contínuos avanços tecnológicos -A desigualdade na distribuição de renda, no mundo e no Brasil (MEGADIVERSIDADE): a situação é ainda pior no Brasil (MEGADIVERSIDADE): a situação é ainda pior BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

15 -Causas sinergéticas: vários fatores independentes atuando como pressões seletivas -Fatores: chuva, corte e transporte de madeira e caça e pesca predatória, outros fatores... e pesca predatória, outros fatores... -O QUE É RUIM PARA A DIVERSIDADE BIOLÓGICA, É RUIM PARA A ESPÉCIE HUMANA É RUIM PARA A ESPÉCIE HUMANA BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

16 -Seres humanos: obtêm no ambiente natural o ar, água, matérias-primas, alimento, medicamentos, e outras mercadorias matérias-primas, alimento, medicamentos, e outras mercadorias e serviços de que tanto dependem e serviços de que tanto dependem -Ações estão sendo e serão tomadas para impedir a destruição -As próximas décadas determinarão quantas espécies sobreviverão BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

17 -BRASIL: proteção de espécies, criação de áreas de conservação, proteção aos parques nacionais, determinarão quais espécies serão preservadas e quais serão extintas -NO FUTURO: as gerações atuais serão lembradas como um período que poucas pessoas determinadas salvaram inúmeras espécies e comunidades biológicas BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO BIODIVERSIDADE E BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

18 -Têm significados diferentes -FUNDO MUNDIAL PARA A NATUREZA: A riqueza da vida na Terra, os milhões de plantas, animais e microrganismos, os genes que eles contêm e os intrincados ecossistemas que eles ajudam a construir no meio ambiente BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

19 -A DIVERISDADE BIOLÓGICA deve ser considerada em três níveis principais: Nível de Espécie Nível de Espécie Nível de Comunidades Nível de Comunidades Nível de Ecossistemas Nível de Ecossistemas BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICABIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

20 -Níveis da diversidade biológica: são necessários para a sobrevivência contínua das espécies e das comunidades naturais e todos são importantes para a espécie humana -Diversidade das espécies: representa o alcance das adaptações evolucionárias e ecológicas das espécies em determinados ambientes -Diversidade de espécies: fornece recursos e alternativas às pessoas BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICABIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

21 -Diversidade genética: necessária para as espécies manterem a vitalidade reprodutiva, a resistência a doenças e a habilidade para se adaptar a mudanças -Diversidade genética: em plantas e animais é especificamente importante para programas de melhoramento voltados para desenvolver, manter e melhorar espécies agrícolas modernas BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICABIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

22 -Diversidade ao nível de comunidade: representa a resposta coletiva das espécies às diferentes condições ambientais -Comunidades biológicas em desertos, pântanos e florestas, dão continuidade ao funcionamento apropriado de ecossistemas, fornecendo serviços benéficos tais como controle de enchentes, proteção do solo contra a erosão e filtragem do ar e da água BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

23 -A maior diversidade biológica do mundo é encontrada nas regiões tropicais, com grande concentração nas florestas tropicais, recifes de corais, lagos e oceanos -A maioria das espécies do mundo ainda não foi descrita ou identificada BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

24 DIVERSIDADE GENÉTICA -Variações genéticas na população -GENES: são unidades dos cromossomos que codificam proteínas específicas -Diferentes formas de um GENE são conhecidas como ALELOS BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

25 O QUÊ É DIVERSIDADE GENÉTICA? - É a variação genética, seja ela de seqüências de DNA ou alélicas, observada entre diferentes indivíduos da mesma espécie ou de diferentes espécies 1 gene determina a cor da flor 3 alelos: Vermelha Branca Amarela BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

26 O QUE É DIVERSIDADE GENÉTICA? VermelhaBrancaAmarela ACCGTTGGACCT flor vermelha ACCGTTGGA flor branca ACCGTT flor amarela BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

27 O QUE É DIVERSIDADE GENÉTICA? Baixa variabilidade genética Alta variabilidade genética POP A POP B BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

28 DIVERSIDADE GENÉTICA -Diferenças aparecem por meio de MUTAÇÕES (mudanças que ocorrem no DNA) -Os vários alelos de um gene podem afetar diferentemente o desenvolvimento e a fisiologia de um organismo individual -As variações genéticas aumentam com a recombinação dos GENES que ocorre durante a reprodução sexual BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

29 DIVERSIDADE GENÉTICA -Pool Genético: conjunto de GENES e ALELOS -GENÓTIPO: combinação de alelos que um indivíduo possui -FENÓTIPO: expressão de genes e alelos na ontogenia, desenvolvendo as características morfológicas, fisiológicas e bioquímicas BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

30 DIVERSIDADE GENÉTICA -Variabilidade genética : determinada tanto pelo pool genético (genes polimórficos) quanto pelo número de alelos para cada gene polimórfico -A variabilidade genética possibilita que as espécies se adaptem a um ambiente mutante BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

31 POR QUÊ A DIVERSIDADE GENÉTICA É TÃO IMPORTANTE? - Se a diversidade genética for baixa em vários genes numa espécie, esta espécie estará correndo sérios riscos de extinção - Se a maioria dos genes tiver apenas um alelo, todos os indivíduos serão praticamente idênticos - Se houver uma pressão seletiva ( ), nenhum indivíduo dessa população terá condições necessárias para suportar a nova condição, assim, a população sofrerá uma drástica redução - Se houver uma pressão seletiva (queda brusca de temperatura), nenhum indivíduo dessa população terá condições necessárias para suportar a nova condição, assim, a população sofrerá uma drástica redução BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA BIODIVERSIDADE OU DIVERSIDADE BIOLÓGICA

32 EXEMPLOS: Rã

33 PERDENDO UM BEM DE VALOR -Para descobrir, catalogar e preservar a grande diversidade de espécies, uma nova geração de técnicos conservacionistas deve ser treinada -Mudanças no pensamento político e social atual -Diversidade biológica é de extremo valor – na verdade essencial para a existência humana EXTINÇÃO E ECONOMIA

34 -As mudanças ocorrerão somente se as pessoas sentirem que estão realmente perdendo algo de valor ao continuar a danificar as comunidades biológicas EXTINÇÃO E ECONOMIA

35 PADRÕES DE EXTINÇÃO -A diversidade de espécies no planeta Terra está aumentando desde que surgiu a vida -São períodos instáveis caracterizados por perídos de mudança mínima e episódios de extinção em massa EXTINÇÃO E ECONOMIA

36 PADRÕES DE EXTINÇÃO -A especiação é um processo lento -Taxa de especiação se torna igual ou excede a taxa de extinção, e a biodiversidade permanece constante ou aumenta EXTINÇÃO E ECONOMIA

37 PADRÕES DE EXTINÇÃO -Ação antrópica: tem causado extinção em uma proporção que excede, em muito a taxa de reposição das espécies -A perda de espécies atual não tem precedentes: é única e pode ser irreversível!!! - A Terra está passando pelo sétimo evento de mega-extinção EXTINÇÃO E ECONOMIA

38 QUAIS OS PRINCIPAIS PROCESSOS RESPONSÁVEIS PELA PERDA DE BIODIVERSIDADE? - Destruição e fragmentação de hábitat - Introdução de espécies e doenças exóticas - Exploração excessiva de espécies - Uso de híbridos e monoculturas na agroindústria e nos reflorestamentos

39 EXTINÇÃO E ECONOMIA QUAIS OS PRINCIPAIS PROCESSOS RESPONSÁVEIS PELA PERDA DE BIODIVERSIDADE? -Contaminação do solo, água e ar por poluentes - Mudanças climáticas -Principal Agente causador: -Principal Agente causador: HOMEM

40 ECONOMIA AMBIENTAL -Este novo campo da economia está desenvolvendo métodos para estimar o valor da diversidade biológica -Surgem argumentos precisos para a proteção e conservação biológica -Grandes projetos de desenvolvimento estão cada vez mais sendo analisados por avaliações de impacto ambiental e análises de custo-benefício, antes de serem aprovados. EXTINÇÃO E ECONOMIA

41 VALORES ECONÔMICOS DIRETOS -Designado a produtos que são colhidos e consumidos pelas pessoas -Dividido em valor de consumo e valor produtivo EXTINÇÃO E ECONOMIA

42 VALORES ECONÔMICOS DIRETOS -VALOR DE CONSUMO: é dado a produtos que são consumidos localmente – tais como madeira para queima, medicamentos locais e material para construção -VALOR PRODUTIVO: é um valor direto atribuído a produtos que são extraídos do ambiente e vendidos no comércio nacional ou internacional. EX: Castanha do Pará EXTINÇÃO E ECONOMIA

43 VALORES ECONÔMICOS DIRETOS - EXEMPLOS DE VALOR PRODUTIVO: Corresponde a 4,5% do PIB dos EUA (87 bilhões de dólares) Corresponde a 4,5% do PIB dos EUA (87 bilhões de dólares) A madeira é o principal produto extraído das florestas A madeira é o principal produto extraído das florestas Caça, borrachas e resinas, plantas medicinais também têm grande valor de uso produtivo Caça, borrachas e resinas, plantas medicinais também têm grande valor de uso produtivo EXTINÇÃO E ECONOMIA

44 VALORES ECONÔMICOS DIRETOS Produtos não madeireiros, juntamente com o valor das florestas em outras funções são fortes argumentos conservacionistas Produtos não madeireiros, juntamente com o valor das florestas em outras funções são fortes argumentos conservacionistas Existem novas possibilidades para a indústria, agricultura e para o melhoramento genético Existem novas possibilidades para a indústria, agricultura e para o melhoramento genético EXTINÇÃO E ECONOMIA

45 VALORES ECONÔMICOS DIRETOS Produtos não madeireiros, juntamente com o valor das florestas em outras funções são fortes argumentos conservacionistas Produtos não madeireiros, juntamente com o valor das florestas em outras funções são fortes argumentos conservacionistas Existem novas possibilidades para a indústria, agricultura e para o melhoramento genético- Exemplo: variedade de milho Existem novas possibilidades para a indústria, agricultura e para o melhoramento genético- Exemplo: variedade de milho EXTINÇÃO E ECONOMIA

46 VALORES ECONÔMICOS INDIRETOS -Podem ser destinados a aspectos da diversidade biológica, tais como processos ambientais e serviços proporcionados por ecossistemas, que propiciam benefícios econômicos sem terem que ser colhidos e destruídos durante o uso EXTINÇÃO E ECONOMIA

47 VALORES ECONÔMICOS INDIRETOS -Podem ser destinados a aspectos da diversidade biológica, tais como processos ambientais e serviços proporcionados por ecossistemas, que propiciam benefícios econômicos sem terem que ser colhidos e destruídos durante o uso -Valor Não Consumista; Valor de Opção; Valor de Existência -Considerações Éticas EXTINÇÃO E ECONOMIA

48 VALOR NÃO CONSUMISTA –EX: polinização das culturas -Produtividade do ecossistemas -Proteção da água e recursos do solo -Controle climático -Dejetos EXTINÇÃO E ECONOMIA

49 VALOR NÃO CONSUMISTA –EX: polinização das culturas -Relacionamento entre espécies -Recreação e ecoturismo -Valor educacional e científico -Indicadores ambientais EXTINÇÃO E ECONOMIA

50 VALOR OPÇÃO -O valor de opção de uma espécie é seu potencial para fornecer um benefício econômico para a sociedade humana em algum determinado momento do futuro EXTINÇÃO E ECONOMIA

51 VALOR DE EXISTÊNCIA -Muitas pessoas no mundo todo se preocupam com a vida selvagem e com plantas e estão voltadas para a sua conservação EXTINÇÃO E ECONOMIA

52 CONSIDERAÇÕES ÉTICAS - TODAS AS AS ESPÉCIES TEM O DIREITO DE EXISTIR -Todas as espécies são interdependentes -Limites: os mesmos para os homens e as outras espécies -A sociedade tem a responsabilidade de proteger a Terra EXTINÇÃO E ECONOMIA

53 CONSIDERAÇÕES ÉTICAS -O respeito pela a vida e diversidade humana é compatível com o respeito pela diversidade biológica -A natureza tem um valor estético e espiritual que transcende seu valor econômico -A diversidade biológica é necessária para determinar a origem da vida EXTINÇÃO E ECONOMIA

54 BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE - Área de 8,5 milhões Km 2 (3,5 milhões Km 2 de costa) - Possui várias zonas climáticas gerando distintos biomas maior floresta tropical úmida - Floresta Amazônica: maior floresta tropical úmida maior planície inundável - Pantanal: maior planície inundável cerrado, caatinga, mata Atlântica, recifes de corais, dunas, manguezais, lagos, estuários - Outros biomas: cerrado, caatinga, mata Atlântica, recifes de corais, dunas, manguezais, lagos, estuários Esta variedade de biomas reflete o grande número de espécies e principalmente favorece o surgimento de espécies endêmicas

55 - Brasil possui mais de 20% das espécies do mundo - Maior número de espécies: - 55, cerca de 24% do total mundial - Primatas: 55, cerca de 24% do total mundial BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE

56 - Brasil possui mais de 20% das espécies do mundo - Maior número de espécies: - 516, cerca de 20% do total mundial - Anfíbios: 516, cerca de 20% do total mundial BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE

57 - Brasil possui mais de 20% das espécies do mundo - Maior número de espécies: , sendo marinhas e de água doce, cerca de 35% do total mundial - Peixes: 8.000, sendo marinhas e de água doce, cerca de 35% do total mundial BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE

58 - Brasil possui mais de 20% das espécies do mundo - Maior número de espécies: , cerca de 22% do total mundial - Flora: , cerca de 22% do total mundial BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE

59 - Brasil possui alto grau de endemismo - 68 espécies, cerca de 10% do total mundial - Mamíferos: 68 espécies, cerca de 10% do total mundial

60 BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE - Brasil possui alto grau de endemismo espécies, cerca de 17% do total mundial - Aves: 191 espécies, cerca de 17% do total mundial

61 BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE - Brasil possui alto grau de endemismo espécies, cerca de 10% do total mundial - Répteis: 172 espécies, cerca de 10% do total mundial

62 BRASIL, O PAÍS DA MEGADIVERSIDADE - Brasil possui alto grau de endemismo espécies, cerca de 10% do total mundial - Anfíbio: 294 espécies, cerca de 10% do total mundial

63 Sequóia

64 O QUÊ É BIODIVERSIDADE? - O termo diversidade biológica embora popular atualmente, só foi usado na literatura a partir de Já a expressão BIODIVERSIDADE só em O termo é a união de: número de espécies e suas interações - variabilidade ecológica: número de espécies e suas interações diversidade de alelos nos vários loci gênicos ou diversidade de seqüências de DNA nas espécies - variabilidade genética: diversidade de alelos nos vários loci gênicos ou diversidade de seqüências de DNA nas espécies

65 PORQUÊ CONSERVAR A BIODIVERSIDADE? - A espécie humana é dependente da Biodiversidade QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA Recursos Biológicos - 40% da economia mundial - cerca de 100% da alimentação mundial - 30% da fonte de energia no Brasil - Matéria prima de importantes fármacos - Estima-se que 2 a 8% das espécies atuais estarão extintas em 25 anos - Além da tragédia ecológica, terá graves influencias no desenvolvimento social e econômico mundial

66 QUAIS OS PRINCIPAIS PROCESSOS RESPONSÁVEIS PELA PERDA DE BIODIVERSIDADE? - Destruição e fragmentação de hábitat - Introdução de espécies e doenças exóticas - Exploração excessiva de espécies - Uso de híbridos e monoculturas na agroindústria e nos reflorestamentos - Contaminação do solo, água e ar por poluentes - Mudanças climáticas Principal Agente causador: Principal Agente causador: HOMEM

67 ESTRATÉGIAS PARA CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE - Criação de parques e áreas de proteção - Uso sustentável de áreas protegidas - Manejo de espécies ameaçadas - Criação em cativeiro - Banco de sementes e de germoplasma - Banco de sêmen e embriões - Conservação genética de espécies: local protegido in situ: local protegido amostras de DNA ex situ: amostras de DNA


Carregar ppt "BIODIVERSIDADE UM PATRIMÔNIO À PRESERVAR. BIODIVERSIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google