A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUDITORIA INTERNA ORIENTA Pelo fortalecimento do Controle Interno do Poder Executivo de Santa Catarina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUDITORIA INTERNA ORIENTA Pelo fortalecimento do Controle Interno do Poder Executivo de Santa Catarina."— Transcrição da apresentação:

1 AUDITORIA INTERNA ORIENTA Pelo fortalecimento do Controle Interno do Poder Executivo de Santa Catarina

2 ENERGIA ELÉTRICA - Decreto nº 3.271/09 PONTOS DE VERIFICAÇÃO Fatura CNPJ do órgão/entidade consumidora Classe de consumo Taxa de disponibilização do sistema: consumo mínimo ou inexistente Grupo de Tensão: “A” ou “B” COSIP (legislação municipal) Outro serviço cobrado na fatura Isenção de ICMS - Convênio CONFAZ nº 24/03

3 PONTOS DE CONTROLE Desligamento medidores quando o consumo for inexistente ou mínimo Medidores individualizados ou Sistema rateio por m2 Recontratação Demanda em casos de subutilização ou ultrapassagem Alteração tarifária para horo-sazonal verde Correção Fator de Potência para evitar cobrança por energia reativa Agrupamento de UCs em uma única fatura. ESTRUTURA FÍSICA CONTRATADA

4 ITENS A SEREM VERIFICADOS NA FATURA

5 FATURA COM CUSTO DISPONIBILIZAÇÃO DO SISTEMA POR CONSUMO ZERO Obs: Valor correspondente a 100 kW/h

6 FATURA COM CUSTO DISPONIBILIZAÇÃO DO SISTEMA POR CONSUMO ÍNFIMO OBS: Valor mínimo faturável a) monofásico e bifásico a 02 (dois) condutores: valor em moeda corrente equivalente a 30 kWh; b) bifásico a 03 (três) condutores: valor em moeda corrente equivalente a 50 kWh; c) trifásico: valor em moeda corrente equivalente a 100 kWh;

7 FATURA COM SERVIÇO ESTRANHO

8 FATURA CONTENDO SERVIÇO ESTRANHO

9

10 FATURA CONTENDO SERVIÇO A SER VERIFICADO

11 ENERGIA ELÉTRICA Grupo tensão “A” Modalidades tarifárias: convencional horo-sazonal verde Tarifa binômia: consumo (kWh) demanda (kW) DEMANDA Demanda contratada Ultrapassagem de demanda (em casos de excesso) ENERGIA REATIVA Excesso reativo excedente Demanda reativa excedente

12 ESTRUTURAS TARIFÁRIAS *Resolução ANEEL 456 ESTRUTURASTARIFÁRIAS CONVENCIONAL HORO-SAZONAL VERDE HORO-SAZONAL AZUL ENERGIA ELÉTRICA

13 MODALIDADES TARIFÁRIAS TARIFA HORO-SAZONAL VERDE TARIFA CONVENCIONAL

14 EXEMPLO DE TARIFAS GRUPO “A” – ANO 2008 Estrutura Tarifária Convencional (valor sem impostos) TarifaValor KWH 0,17 Demanda 24,85 Ultrapassagem de Demanda 74,55 Estrutura Tarifária Horo-Sazonal Verde (valor sem impostos) Período Úmido (Dez a Abr) Tarifa PontaFora KWH 0,975860,14409 Demanda 8,1 Ultrapassagem de Demanda 24,3 Período Seco (Mai a Nov) Tarifa PontaFora KWH 1,000240,15834 Demanda 8,1 Ultrapassagem de Demanda 24,3 Horário de ponta: 18h30min – 21h30min Horário fora de ponta: 21h31min – 18h29min

15 FATURA GRUPO “A” - TARIFA CONVENCIONAL CONSUMO x DEMANDA

16 FATURA GRUPO “A” - TARIFA CONVENCIONAL EXCEDENTE CONSUMO REATIVO

17 FATURA GRUPO “A” - TARIFA HORO-SAZONAL VERDE ICMS + ENERGIA REATIVA + MULTA

18 FATURA GRUPO “A” - TARIFA HORO-SAZONAL VERDE ICMS + ENERGIA REATIVA + ULTRAP. DEMANDA

19 EXEMPLO DE TARIFAS GRUPO “B” – ANO 2008 Grupo de tensão: “B” Modalidade tarifária: convencional; Tarifa monômia: cobrança somente por consumo kWh. Grupo Tarifário B 3 (valor sem impostos) TarifaValor KWH0,26386

20 FATURA GRUPO “B” CONTENDO SOMENTE CONSUMO

21 FATURA GRUPO “B” COM EXCEDENTE DE CONSUMO REATIVO

22 COMO REDUZIR A DESPESA? Elaboração de relatório mensal a ser encaminhado aos setores e unidades administrativas descentralizadas, identificando:  os gastos por UC, principais oscilações e possíveis causas  cobrança de serviços indevidos  ações a serem providenciadas Acompanhamento por planilhas mensais

23 Programa de Eficiência Energética Substituição de lâmpadas, luminárias e reatores Aquisição de equipamentos: selo PROCEL de Energia Manutenção de condicionadores de ar Manutenção aparelhos de informática e outros equipamentos Segregação de medidores para atividades de terceiros Número de medidores condizentes com as necessidades da UC Campanhas não onerosas de racionalização da despesa Linha de comunicação para agilização de manutenções Desligamento ar condicionado: 30 minutos do término do expediente COMO REDUZIR A DESPESA?

24 Modelo de Planilha de Acompanhamento Mensal

25 GESTÃO MULTIMÍDIA

26 DIRETORIA DE AUDITORIA GERAL Auditores Responsáveis Fabiana R. Borges Jaime L Klein Gerência de Auditoria de Despesas de Custeio -GEAUD – Tel:


Carregar ppt "AUDITORIA INTERNA ORIENTA Pelo fortalecimento do Controle Interno do Poder Executivo de Santa Catarina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google