A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA."— Transcrição da apresentação:

1 POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA

2 EM CORRENTE CONTÍNUA VIMOS QUE POTÊNCIA EM WATTS É O PRODUTO DA CORRENTE PELA TENSÃO P = V x I EM CORRENTE ALTERNADA NÃO PODEMOS DIZER A MESMA COISA

3 POTÊNCIA APARENTE EM CORRENTE ALTERNADA ENCONTRAMOS TRÊS TIPOS DE POTÊNCIA POTÊNCIA ATIVA POTÊNCIA REATIVA

4 A POTÊNCIA APARENTE É A ABSORVIDA DA REDE. S = V x I PODE SER MEDIDA POR UM VOLTÍMETRO E UM AMPERÍMETRO SUA UNIDADE É VOLT – AMPÈRE (VA) 1 kVA = VA

5 A POTÊNCIA ATIVA É A UTILIZADA PELAS CARGAS P = R x I 2 PODE SER OBTIDA ATRAVÉS DA FÓRMULA SUA UNIDADE É WATT (W) 1 kW = W

6 FATOR DE POTÊNCIA É A RELAÇÃO ENTRE A P E S FP = P S

7 FATOR DE POTÊNCIA REPRESENTA O QUANTO DA POTÊNCIA TOTAL É TRANSFORMADA EM TRABALHO FP MÍNIMO = 0,92 OU 92 %

8 É REPRESENTADO PELO FP = cos FATOR DE POTÊNCIA

9 PORTANTO: P = S x cos OU P = V x I x cos POTÊNCIA TRIFÁSICA: P At = V x I x cos

10 O FATOR DE POTÊNCIA PODE VARIAR DE 0 A 1 OU DE 0 A 100 % FP = 1 OU 100% SISTEMA SÓ CONSOME POTÊNCIA ATIVA

11 FP = 0 O CIRCUITO ESTÁ ABSORVENDO APENAS POTÊNCIA REATIVA QUE É IGUAL A POTÊNCIA TOTAL

12 POTÊNCIA REATIVA INDUTIVA: É USADA PARA MANUTENÇÃO DOS FLUXOS MAGNÉTICOS NAS MÁQUINAS ELÉTRICAS CAPACITIVA: USADA PARA MANUTENÇÃO DE CAMPO ELÉTRICO.

13 A POTÊNCIA REATIVA NÃO REALIZA TRABALHO

14 POTÊNCIA REATIVA SEMELHANTE À POTÊNCIA ATIVA, MULTIPLICA-SE A POTÊNCIA APARENTE POR UM FATOR ( sen ) QUE NOS RESULTARÁ NA POTÊNCIA NÃO CONSUMIDA Q = S x sen OU Q = V x I x sen UNIDADE = VOLT- AMPÈRE-REATIVO (VAr)

15 BAIXO FATOR DE POTÊNCIA A INSTALAÇÃO TRABALHA SOBRECARREGADA A CORRENTE ELÉTRICA SOLICITADA DA REDE AUMENTA E HÁ PERDAS ÔHMICAS NOS ALIMENTADORES PAGA-SE EXCEDENTE REATIVO À CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA SE O FP <0,92 CORREÇÃO DO FP POR MEIO DE BANCO DE CAPACITORES NA INSTALAÇÃO ELÉTRICA

16 ALTO FATOR DE POTÊNCIA ELIMINAÇÃO DO EXCEDENTE REATIVO REDUÇÃO DAS PERDAS ÔHMICAS MELHORIA DO NÍVEL DE REGULAÇÃO DA TENSÃO POSSIBILIDADE DE ALIMENTAÇÃO DE NOVAS MÁQUINAS NA MESMA INSTALAÇÃO MELHOR APROVEITAMENTO DA ENERGIA

17 CONSTITUIÇÃO DE UM INDUTOR CAMPO MAGNÉTICO

18 CONSTITUIÇÃO DE UM CAPACITOR Dielétrico ( Isolante) Placas metálicas CAMPO ELÉTRICO

19 OBSERVEM O EFEITO DE UM CAPACITOR EM UM CIRCUITO ELÉTRICO

20 W AV S = V x I = 100 x V 2 A 1200 Espiras P = 40 W = 200 VA 40 W

21 W A V = 100 x 2 S = V x I P = 40 W = 200 VA 1200 Espiras CAP f 100 V 2 A

22 S = V x I = 100 x 0,5 100 V 0,5 A P = 40 W = 50 VA 1200 Espiras W A V 40 W CAP f

23 1 a EXPERIÊNCIA S = 200 VA P = 40 W 2 a EXPERIÊNCIA S = 50 VA P = 40 W COLOCANDO UM CAPACITOR EM PARALELO COM A BOBINA, A POTÊNCIA ATIVA SE MANTEM E A POTÊNCIA APARENTE DIMINUI

24 O CAPACITOR ATUA EM SENTIDO CONTRÁRIO AO INDUTOR INDUTOR POSSUI POTÊNCIA REATIVA INDUTIVA CAPACITOR POSSUI POTÊNCIA REATIVA CAPACITIVA IndutorCapacitor

25 O CAPACITOR MELHORA O FATOR DE POTÊNCIA DAS INSTALAÇÕES

26 ENERGIA ELÉTRICA E = P x t [kWh] Exercício Equipamento: 10 kW Tempo de uso: 2 horas por dia Calcule a energia elétrica consumida em um mês (30 dias)


Carregar ppt "POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA POTÊNCIA EM CORRENTE ALTERNADA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google