A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO AUTORES: Adão Vieira Gonçalves Adhemar Augusto Craveiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO AUTORES: Adão Vieira Gonçalves Adhemar Augusto Craveiro."— Transcrição da apresentação:

1 SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO AUTORES: Adão Vieira Gonçalves Adhemar Augusto Craveiro Neide Aparecida Leão Guesso Sandra Inêz Moura Aranha Pires Sarah Guzmán Candido de Souza

2 CESP – COMPANHIA ENERGÉTICA DE SÃO PAULO USINA HIDRELÉTRICA ENGENHEIRO SOUZA DIAS (JUPIÁ) Total de empregados: CESP: 273 Contratados: 500 SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

3 OBJETIVO: PREVENIR E CONTROLAR OS POSSÍVEIS FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTY NAS DEPENDÊNCIAS DA USINA JUPIÁ, PARTICIPANDO DAS AÇÕES DE CONTROLE DA DENGUE NO ESTADO DE SÃO PAULO. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

4

5 INTRODUÇÃO: SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO A situação da dengue no Estado de São Paulo vinha se agravando a cada ano, com registro em 2007 de casos em 358 municípios paulistas. A Superintendência de Controle de Endemias do Estado de São Paulo elaborou o Projeto de Controle da Dengue em Repartições Públicas. A CESP não ficou parada e criou a Comissão de Controle e Prevenção a Dengue na usina JUPIÁ. O projeto da coleta seletiva que já estava em andamento veio a contribuir ainda mais com as ações de melhoria. A conscientização e treinamentos dos empregados foram fatores determinantes para o sucesso do Projeto.

6 AÇÕES DESENVOLVIDAS: Vistoria e Mapeamento das áreas internas e descentralizadas; Tratamento dos focos; Elaboração de Relatórios; Implantação da Coleta Seletiva / ECOTIME; Conscientização e treinamento; Teatro: Um jeito engraçado de combater a Dengue. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

7

8 RESULTADOS OBTIDOS: REDUÇÃO DOS CASOS DE DENGUE; COMPROMETIMENTO E CONSCIENTIZAÇÃO DOS COLABORADORES; MANUTENÇÃO DAS CONQUISTAS. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

9 PARCERIAS : Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo; SEESMT e CIPA; ECOTIME; SUCEM (Andradina - SP); Núcleo de Educação e Saúde (Três Lagoas - MS); Colaboradores das diversas áreas da Usina JUPIÁ. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

10 CONSIDERAÇÕES FINAIS: A Dengue é uma doença infecciosa e pode matar. As condições do meio ambiente favorecem seu desenvolvimento e proliferação. As parcerias foram fundamentais para o sucesso das ações implantadas no Projeto de Prevenção e Controle da Dengue no ambiente de trabalho. COMBATER A DENGUE É DEVER DE TODOS. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO


Carregar ppt "SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA – PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO AUTORES: Adão Vieira Gonçalves Adhemar Augusto Craveiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google