A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sala de Recursos – CIL 02. Os Centros Interescolares de Línguas foram criados a partir de 1975 com o objetivo de oferecer um ensino de Língua Estrangeira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sala de Recursos – CIL 02. Os Centros Interescolares de Línguas foram criados a partir de 1975 com o objetivo de oferecer um ensino de Língua Estrangeira."— Transcrição da apresentação:

1 Sala de Recursos – CIL 02

2 Os Centros Interescolares de Línguas foram criados a partir de 1975 com o objetivo de oferecer um ensino de Língua Estrangeira – LE efetivo e de qualidade aos alunos provenientes da rede oficial, já que as Línguas Estrangeiras na escola regular passaram a pautar-se, quase sempre, apenas no estudo de formas gramaticais, na memorização de regras e na prioridade da língua escrita e, em geral, de forma descontextualizada e desvinculada da realidade (PCN – Ensino Médio, 2002, 9.148). Origem histórica, natureza e contexto da instituição

3 O CIL 02 foi criado pela Resolução nº 6413, do Conselho Diretor da FEDF, em 20 de novembro de Esta decisão atendeu a um pedido encaminhado por alunos e professores participantes da experiência pedagógica do então Setorial de Línguas do Centro de Ensino Médio Setor Leste. Tem em seu corpo docente professores especializados no ensino comunicativo de línguas. O CIL 02 atende os alunos provenientes da rede pública de ensino de Distrito Federal conforme a Estratégia de Matrícula.

4 O CIL 02 atende alunos com deficiência visual antes mesmo de 2000, ano em que formou uma turma composta apenas por alunos DVs, turma esta que foi redistribuída entre as demais da escola, por não contemplar o princípio básico da inclusão educacional. Reimprimindo a Acessibilidade

5 O atendimento aos alunos com deficiência visual, é realizado na sala de recursos do CIL 2 desde 2008, quando foi autorizada pela SEEDF o atendimento educacional especializado, até então o aluno ficava restrito somente a sala comum. Atualmente esta Instituição atende a uma média de 3000 alunos nos turnos matutino, vespertino e noturno, sendo que destes, 44 tem necessidades educacionais especiais. Reimprimindo a Acessibilidade

6 Educação Especial: Para quem? Para Alunos com: deficiência física com altas ou baixas necessidades deficiência mental cegueira e visão subnormal* transtornos globais do desenvolvimento = aqueles que apresentam um quadro de alterações no desenvolvimento neuropsicomotor, comprometimento nas relações sociais, na comunicação ou estereotipias motoras. Incluem-se nessa definição alunos com autismo clássico, síndrome de Asperger, síndrome de Rett, transtorno desintegrativo da infância (psicoses) e transtornos invasivos sem outra especificação. Reimprimindo a Acessibilidade

7 A Organiza ç ão Mundial de Sa ú de (OMS) considera deficiente visual a pessoa que é privada, em parte (segundo crit é rios pr é -estabelecidos) ou totalmente da capacidade de ver. Baixa visão (ou visão subnormal) é o comprometimento do funcionamento visual em ambos os olhos, mesmo ap ó s corre ç ão de erros de refra ç ão comuns com uso de ó culos ou lentes de contato mas que utiliza ou é potencialmente capaz de utilizar a visão para planejamento e execu ç ão de uma tarefa. Trata-se de uma defini ç ão t é cnica e quantitativa. Baixa visão é para quem tem uma acuidade visual menor que 20/60 (0,3), at é a percep ç ão de luz. Baixa Visão ou Visão Subnormal

8 Os principais ind í cios relacionados à deficiência visual são: constante irrita ç ão ocular, excessiva aproxima ç ão junto ao rosto para ler ou escrever, dificuldade para leitura à distância, esfor ç o visual, inclina ç ão da cabe ç a para tentar enxergar melhor, dificuldade de enxergar pequenos obst á culos no chão, nistagmo (olho constantemente trêmulo), estrabismo ou dificuldade de enxergar em ambientes claros.

9 Tabela de Snellen Acuidade Visual normal é 20/20

10 Um aspecto que poderá interferir no grau de deficiência visual, é a iluminação, uma vez que existem patologias que requerem pouca luz, enquanto outras necessitam de muita iluminação. Cabe ao professor observar e decidir com o aluno qual o melhor lugar para ele ficar na classe. No que se refere à iluminação, é oportuno lembrar que os casos de catarata, glaucoma, aniridia, ceratocone e albinismo, respondem melhor quando há menor intensidade de luz, enquanto alguns erros de refração, a retinose pigmentar, a atrofia óptica e degeneração macular requerem maior quantidade de luz para estimular as células da fóvea (componente do sistema visual) e melhorar a clareza e agudeza visual. Baixa Visão ou Visão Subnormal

11 Visão Subnormal Catarata= opacidade do cristalino Aniridia = falta congênita da íris Retinose pigmentar = Comparação da retina nomal (esquerda) com a da retinose pigmentar (direita)

12 Nesta sala de recursos fazemos a transcrição para o Braille do livro didático adotado em sala, bem como de atividades extras, mas estas últimas procuramos transcrever na própria máquina Braille a fim de não sobrecarregar o CEEDV (Centro de Ensino Especial para deficientes visuais) que é o responsável pela produção e impressão do material de toda a rede pública. Reimprimindo a Acessibilidade

13

14 Tecnologias Assistivas / Materiais Adaptados

15 Reimprimindo a Acessibilidade Materiais produzidos por empresas nacionais e internacionais

16 Alunos de Visão

17

18 O CIL é importante para mim porque eu posso aprender algum idioma que pode ser útil na minha vida para arrumar emprego, passar em um vestibular e principalmente para conhecer países que falam língua estrangeira. E a Sala de Recursos é importante pois serve para me ajudar a entender melhor o idioma que eu estou aprendendo. Viviane Santos Nível: Básico 5 (Inglês)

19 O CIL 02, vêm desempenhando um trabalho com nós Deficientes Visuais – DV, tentando nos levar, junto ao nosso próprio esforço, a um futuro diferente, onde possamos competir de igual para igual.A sala de apoio aos DVs, nos proporciona um acompanhamento de modo que temos acesso a todos os materiais em tempo real. O CIL 02 é um exemplo de Ensino Educacional, que deve ser copiado e ampliado a metodologia em todo Brasil. Willian Ferreira Nível: Básico 2 (Inglês)

20 Thainara Almeida e Andréia Lívia Nível: Básico 5 (Espanhol)

21 Thainara Almeida Nível: Básico 5 (Espanhol)

22 Andréia Lívia Nível: Básico 5 (Espanhol)

23 CIL 02 de Brasília SGAS 611/12 (entre o CEEDV e Setor Leste) Telefones: / 7604 "Posso admitir que o deficiente seja vítima do destino! Porém não posso admitir que seja vítima da indiferença! John Kennedy


Carregar ppt "Sala de Recursos – CIL 02. Os Centros Interescolares de Línguas foram criados a partir de 1975 com o objetivo de oferecer um ensino de Língua Estrangeira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google